Samsung lança suporte para carteiras de criptomoedas

Samsung lança suporte para carteiras de criptomoedas

Não são apenas os investidores PF que demonstram um crescente interesse por criptomoedas, permitindo que seus usuários possam negociar os ativos digitais de forma cada vez mais fácil, o que por sua vez, torna o mercado mais sólido.

Grandes empresas estão comprando enormes quantias em criptomoedas, como, por exemplo, a  Microstrategy, companhia de softwares, que em fevereiro do ano passado, realizou a compra de 19.452 Bitcoins, equivalente a cerca de US $1,03 bilhão. Em dezembro, efetuou uma nova  compra de mais 29.646 Bitcoins pelo montante de US $650 milhões.

Além disso, o JP Morgan, um dos maiores bancos norte-americano apresentou um relatório em que analisa três razões pelas quais o Bitcoin tem um potencial a longo prazo. O movimento da empresa aconteceu após a entrada do Paypal no ecossistema.

Veja também: PayPal afirma que demanda por criptomoedas foi maior do que se esperava

Samsung e o universo cripto

Neste cenário, observamos cada vez mais empresas imergirem no universo cripto, dessa vez foi a  Samsung, que visa fornecer em um futuro próximo, mais suporte para o mercado de ativos digitais.

A Samsung, uma das empresas líderes no setor de tecnologia, que figura entre as 10 marcas mais valiosas do mundo, tem todos os motivos para sua inserção no criptomercado, o principal deles considera que empresas do setor de pagamentos, como Visa e Mastercard, já estão começando a trabalhar com moedas digitais, trazendo a evolução de todo o sistema financeiro tradicional.

Veja também: Mastercard anuncia cartão de crédito com cashback em criptomoedas

Samsung: Prezando pela inovação 

Nesse sentido, a Samsung anunciou que os usuários do blockchain agora podem gerenciar e negociar ativos virtuais de carteiras de terceiros diretamente nos smartphones Samsung Galaxy.

A atualização facilita os usuários do blockchain acessar e processar transações, que anteriormente armazenavam apenas chaves privadas de criptomoedas. Desse modo, a importação dos ativos virtuais poderão ser armazenados em carteiras de hardware selecionadas para a carteira Samsung Blockchain disponível em alguns dos smartphones Galaxy.

Desde o lançamento do Galaxy S10, em 2019, os celulares da Samsung já podiam armazenar criptomoedas, como o Bitcoin, Ethereum, ADA- cardano e XRP. Com a atualização do Samsung Blockchain Wallet, os clientes podem importar ativos virtuais armazenados em carteiras frias (offline) diretamente para a carteira presente nos dispositivos Galaxy.

As carteiras de hardware gerenciadas pelo blockchain do Galaxy oferecem aos usuários uma experiência única no gerenciamento de ativos criptográficos a partir de um local conveniente.

Veja também: Conheça ADA Cardano, a plataforma que desafia Ethereum

Demais novidades 

Além do Samsung Blockchain Keystore, os smartphones Galaxy agora podem se conectar a carteiras de hardware, como Ledger Nano S e Ledger Nano X. Resultado do investimento da Samsung no valor de 2,6 milhões de dólares na Ledger, uma das maiores distribuidoras de hardware wallets para criptomoedas.

Conforme relatado por Woong Ah Yoon, vice-presidente da seção de blockchain da empresa, “ao fornecer suporte para carteiras de hardware não estamos oferecendo aos nossos clientes apenas uma solução aprimorada, mas também um nível totalmente novo de segurança”.

Os dispositivos Galaxy que executam o sistema operacional Android 9.0 ou posterior são compatíveis, mas a disponibilidade pode variar conforme o modelo e o status. Os usuários de smartphones Galaxy que não possuem o Samsung Blockchain Keystore ainda poderão usar essa atualização mais recente conectando-se fisicamente à carteira de hardware para gerenciar seus ativos ou chaves de blockchain.

Ao entrar neste site, você pode confirmar a compatibilidade do seu dispositivo com Samsung Blockchain Keystore.

Samsung Blockchain Wallet

O aplicativo permite que os usuários do Galaxy explorem aplicativos descentralizados (dApp) que usam a tecnologia blockchain para autenticar a troca de ativos digitais. De jogos a mídia social, finanças, segurança e muito mais, a Samsung fornece acesso aos dApps mais recentes e oferece recomendações para usuários em uma variedade de categorias.

Dessa forma, a empresa destaca que tais feitos somente são possíveis graças à plataforma de segurança Samsung Knox de nível de defesa. No qual as chaves privadas usadas para criptomoedas e dApps são criptografadas e armazenadas em uma área isolada do sistema operacional principal chamada Samsung Blockchain Keystore.

Além disso , segundo a Samsung, essas informações também são protegidas por um processador seguro e só podem ser acessadas fornecendo o PIN ou a impressão digital do proprietário do ativo.

Em suma, o app da Samsung contém também  um feed de notícias dedicado, com artigos da CoinDesk, um dos provedores de notícias do blockchain.

Veja também: Bitcoin atinge maior baixa em 3 meses

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts