29 de novembro, 2019

|

por: Lucas Bassotto

|

Categorias: Bitcoin

Como a inflação destruiu a economia de World of Warcraft

A inflação tem um poder destrutivo que jamais podemos negligenciar. Uma alta desvalorização do dinheiro traz consequências graves para a economia de qualquer país. Venezuela e Zimbabwe são os maiores exemplos disso.

Ou seja, uma alta inflação destrói riquezas, provoca conflitos, escassez de alimentos e piora a situação social. Ela também acaba minando qualquer perspectiva de longo prazo tanto para investidores, empreendedores e trabalhadores.

Já existem diversos textos e pesquisas acadêmicas falando sobre a destruição da economia nesses países. Contudo, irei adotar uma abordagem diferente. Falarei sobre a destruição do sistema econômico de um dos jogos mais jogados do mundo, o World of Warcraft.

A economia de World of Warcraft

World of Warcraft ou “WoW” é um jogo de RPG online, onde jogadores podem receber dinheiro virtual (gold) por realizar missões, derrotar inimigos ou adquirir uma profissão e vender suas criações na Casa de Leilões do jogo. O jogo é pago em um sistema de assinaturas, onde 1 mês custa US$ 15.

O objetivo do jogo é adquirir melhores equipamentos e derrotar inimigos mais poderosos. O jogo não tem necessariamente fases ou um final, ele é um jogo de mundo aberto e jogadores podem interagir livremente um com os outros.

As profissões são interessantes. Você pode criar equipamentos ao explorar a terra e adquirir recursos escassos, tais como metais preciosos e plantas. É possível combiná-los e criar armaduras e armas, assim como vendê-los por gold nas Casas de Leilões.

Também é possível negociar diretamente com jogadores e personagens do jogo. Ao negociar com personagens do jogo, seu dinheiro “some”, porque eles não compram nada de outros jogadores. Esse dinheiro não volta para a economia.

Diante disso, podemos concluir que a economia do World of Warcraft não é muito diferente de uma economia nos primórdios iniciais da humanidade, ainda sem os instrumentos financeiros como contratos futuros e derivativos, que estabilizam preços das commodities e diminuem o risco dos produtores e especuladores.

Sobre o dinheiro, havia três moedas: Gold, Silver e Cooper (Ouro, Prata e Bronze). 1 de Ouro equivale a 100 pratas e 10.000 cobres. O câmbio entre essas moedas é fixado no próprio código do jogo. Portanto, não havia mercado cambial.

taxa zero nox

A casa de leilões

world of warcraft auction house

A Casa de Leilões.

As negociações acontecem entre duas partes: comprador e vendedor. A Casa de Leilões funciona como uma bolsa de valores, e cobra uma pequena taxa sobre transações bem sucedidas. 

Antes, a casa de leilões funcionava o mais próximo possível de um mercado concorrência perfeita, isto é, sem barreiras de entrada e com uma boa competitividade entre vendedores. 

A casa de leilões também é um mercado livre de regulação governamental, há o custo de corretagem (da casa de leilões) e você pode negociar commodities, armaduras, jóias, armas e outros itens.

auction house em funcionamento

O funcionamento da Auction House.

Os preços dos itens são definidos livremente pelo mercado. Algumas vezes ocorrem alguns choques de demanda, o que faz o preço dos itens subirem rapidamente. Geralmente é por conta algum evento especial que precisava de algum item, ou algo do tipo. 

Por conta disso, a Casa de Leilões se tornou uma parte vital de todo o sistema econômico do jogo. Mas antes de continuar, é preciso falar um pouco mais sobre o dinheiro utilizado no World of Warcraft.

Conforme dito acima, o jogo não comporta contratos de derivativos e mercado futuro. Esses mecanismos são importantes para ajudar a estabilizar os preços e reduzir os riscos dos comerciantes.

Esses contratos eram feitos entre os próprios jogadores com ajuda de um terceiro confiável, que deveria ser uma pessoa. Isso poderia tornar ainda mais eficiente a formação de preços desse sistema.

Moeda na economia de World of Wacraft

A Moeda do World of Warcraft é virtual, criada e adquirida dentro do jogo. Ela é relativamente escassa, você não duplica moeda ao enviar para outras pessoas. O problema é a emissão ilimitada a um custo relativamente baixo: tempo.

Os inimigos que você derrota te dão ouro, prata ou bronze, dependendo do nível em que você está. Se um inimigo te dá 10 de prata, ele continuará te dando 10 de prata enquanto você derrotá-lo. Após a derrota, o inimigo reaparece no mapa alguns segundos depois. Ou seja, não há uma escassez tão alta.

gold world of warcraft economia

As três moedas do World of Warcraft

Outro problema está no aumento de recompensa nos níveis mais altos. O World of Warcraft lança expansões a cada 2~3 anos e as novas missões e inimigos dão recompensas mais generosas de ouro, o que diminui a escassez.

Também não há incentivos para que o jogador “segure” suas moedas. Não existe um mercado de empréstimos a juros dentro do jogo, embora isso seja possível de ser feito entre os próprios jogadores, mas se esbarra no problema da confiança.

Os chineses

Até 2012, a economia de World of Warcraft era equilibrada. O mercado era mais concorrido e o poder de compra do ouro estava sob controle. No entanto, tudo isso mudou quando criaram e popularizaram um software que permitia que um único computador abrisse 8 jogos simultâneos de contas diferentes.

hbrlog

HBRLog, software utilizado para “farm” de gold no World of Warcraft.

Além disso, os bots começaram a aparecer com mais frequência. Era possível deixar seu personagem no modo “automático” coletando minério, plantas, derrotando inimigos e completando missões. Esse processo é conhecido como “farm de gold”.

Esses dois fatores, somados com a expansão da Blizzard para a China, fizeram a emissão de ouro dentro do jogo explodir. A efetividade do farm de gold subiu aceleradamente em poucos meses.

Os chineses perceberam que havia um grande mercado esperando para ser atendido: jogadores que queriam ficar mais competitivos no jogo. E como eles poderiam atender a isso? Usando eficiência quase industrial para vender gold.

O WoW era jogado por mais de 10 milhões de pessoas. Havia uma grande demanda por Gold para comprar equipamentos, que eram difíceis de conseguir. Os chineses conseguiram atender a essa demanda. E bem até demais.

O mercado paralelo de gold

Os chineses se especializaram no farm de gold. Eles conseguiram automatizar e escalar o processo de obtenção da moeda. O resultado disso não demorou muito tempo para aparecer: chineses vendiam gold por dólares no Ebay.

dinheiro

Dinheiro do World of Warcraft a venda no Mercado Livre.

A transferência de dinheiro no jogo era bem simples. Você poderia mandar gold pelos correios ou transferir instantaneamente para outra pessoa. Por conta disso, esse mercado fluiu com bastante facilidade.

O dinheiro do World of Warcraft se transformou em uma valorizada mercadoria. Já chegou a valer mais que a moeda da Venezuela. US$ 1 compra 6.424 gold de World of Wacraft, enquanto os mesmos US$1 compram 7.592 bolívares venezuelanos. 

Como a situação na Venezuela piorou, é capaz de a moeda do jogo estar valendo bem mais  em relação ao Bolívar. No auge, a moeda do WoW chegou estar cotada em um valor 7 vezes maior.

A hiperinflação na economia do World of Warcraft

Os economistas da escola austríaca acreditam que a inflação consiste no aumento da oferta de dinheiro na sociedade, provocando um aumento generalizado de preços em todo sistema econômico.

Foi exatamente isso que aconteceu, mas em uma escala hiperinflacionária. O preço de todos os itens na casa de leilões disparou com o passar dos anos. Com isso, o poder de compra do dinheiro desapareceu. Afinal, era mais fácil comprar de um chinês do que ficar completando missões. 

Isso criou um grande desequilíbrio na economia do jogo. Afinal, a casa de leilões ficou quebrada porque a inflação era tanta que os preços sempre precisavam ser reajustados. Isso tornava quase impossível a sua utilização por jogadores comuns.

Outro problema foi a baixa competitividade, porque a casa de leilões virou um mercado oligopolista. Os chineses dominaram o mercado das commodities do jogo e passaram a controlar a parte da oferta. Então eles poderiam balizar o preço aos seus caprichos.

taxa zero noxO problema chamado WoW Token

Tudo isso piorou quando a Blizzard, empresa que desenvolve o jogo, instituiu o WoW Token, que seria uma ficha para comprar tempo de jogo. 

Essa ficha poderia ser adquirida com gold na casa de leilões e equivalia a 1 mês de jogo. Isso estimulou um grande debate entre jogadores, afinal, qual deveria ser o preço do token? A resposta não demorou muito: o mercado quem define.

world of warcraft auction house

Casa de Leilões do World of Warcraft

O WoW token praticamente legitimou o mercado paralelo de dinheiro dentro do jogo. Agora era só usar o Token e o preço da mensalidade como referências para calcular o valor do gold em relação ao dólar. 

Você paga à Blizzard US$ 20 por um token e pode vendê-lo na casa de leilões do jogo. Um jogador com gold pode comprar um token e trocá-lo por um mês de tempo de assinatura do WoW.

Antes de 2012, os jogadores ricos tinham cerca de 8 mil a 30 mil golds. Depois da hiperinflação de 2017, era necessário ter milhões de golds para ter o mesmo poder de compra que um jogador rico em 2012.

O preço do WoW Token

Em agosto de 2016, quando a expansão Legion foi lançada, um token WoW valia 35.000 golds. Os preços começaram a subir depois que a Blizzard anunciou que os tokens seriam resgatáveis ​​poderiam ser comprados com dólares, quando a nova funcionalidade foi lançada, o preço de um token subiu para cerca de 90.000 golds.

Em julho de 2018, pouco antes do lançamento da expansão Battle for Azeroth, os preços atingiram um pico acima de 200.000 golds por WoW Token. Ou seja, todo o poder de compra do dinheiro do WoW havia sido destruído. Segue abaixo o preço do gold em relação ao WoW Token em servidores de várias regiões do mundo.

valor da moeda do world of warcraft

Fonte: IBIMA

O eixo horizontal representa o preço do WoW token em relação ao gold. Quanto maior for esse valor, menor será o poder de compra do gold (dinheiro do WoW). Após a inserção do token, é possível ver que o seu preço aumenta, o que desvaloriza o gold.

O que esse texto me ensina?

O verdadeiro dinheiro precisa ser escasso, isto é, difícil de obter. Quando se emite muito dinheiro, ocorre inflação e o dinheiro perde seu poder de compra. Infelizmente, isso tem ocorrido por décadas a fio. 

O Brasil e a Alemanha pós-primeira guerra foram os países que mais sofreram com as consequências da inflação. Contudo, a inflação da Venezuela tem superado em muito os níveis registados nos dois primeiros países.

As consequências de uma emissão desenfreada de dinheiro são sempre as mesmas: destruição de riquezas, de preços e da economia. Os Bancos Centrais continuam emitindo moeda para estimular economia, ou salvar bancos. 

Ray Dalio está preocupado com essa dinâmica, ele acredita que há uma inflação no preço dos ativos financeiros, porque esse dinheiro novo criado por bancos centrais não está indo para o povo. 

Por fim, o Bitcoin poderia ser uma solução tanto para consertar o sistema econômico do jogo, quanto para o sistema econômico verdadeiro. Pois se trata de um ativo digital autenticamente escasso e limitado a quase 21 milhões de unidades. 

Pode te interessar:

Autores indispensáveis para aprender sobre economia

O que é Inflação? Por que ela importa para você?

Ray Dalio: O mundo está louco e o sistema está quebrado

Estratégia de Barbell: como ter uma carteira antifrágil