Gas

Gás Natural Veicular é realmente econômico?

Não está sendo barato ter um carro nos últimos anos. Entre manutenções, seguro, impostos, os motoristas estão gastando cada vez mais com seus carros. Além disso, com a pandemia, houve aceleração no preço dos combustíveis devido ao aumento no valor do dólar. Somente nesse ano, o aumento acumulado da gasolina chegou a casa dos 39%.

Nesse sentido, o aumento constante do valor do combustível é muito devido à política de preços da Petrobras. A mesma repassa o aumento do valor do barril do petróleo para o mercado nacional. Sendo assim, as perspectivas de redução ou manutenção dos valores são baixas.

Sendo assim, motoristas vem buscando formas de baratear os custos ao utilizar seus veículos. Uma das opções é a instalação de um kit de gás natural veicular (GNV). Com isso, nesse artigo, vamos mostrar aos leitores quando vale a pena instalar um kit GNV. Além disso, vamos demonstrar as vantagens associadas a instalação, que vão além da financeira.

Veja também: Com preço da gasolina alto, brasileiros recorrem ao gás de cozinha no carro

O que é o GNV?

Em síntese, o Gás Natural Veicular é um combustível em forma gasosa que possui as propriedades químicas que o faz ser capaz de substituir os combustíveis tradicionais, como o diesel, gasolina e etanol. Mais de 60 países já adotam o GNV como combustível, tendo sua origem na Itália na década de 30.

Nesse sentido, ao ser queimado, esse combustível pode ser considerado um dos menos prejudiciais ao meio ambiente. O motivo é que praticamente não realiza a emissão de monóxido de carbono. Também não apresenta enxofre em sua composição, evitando a formação de chuva ácida

Sendo assim, em números, o GNV reduz a emissão de monóxido de carbono em 76%. Já em relação ao óxido de nitrogênio a redução é de 84%, hidrocarbonetos pesados em 88%. Além disso, praticamente elimina a emissão de benzeno na atmosfera, bem como outros gases cancerígenos

Custo de instalação do kit GNV

O kit GNV é o que realiza a transformação de um carro flex, que aceita gasolina e etanol como combustível, para passar também a utilizar Gás Natural Veicular. Este kit inclui diversos itens, incluindo os cilindros de gás, que devem ser certificados, atestando sua qualidade. A certificação destes cilindros garante a segurança da utilização do gnv.

Dessa forma, a instalação não é algo que podemos considerar barato. O custo está entre R$ 4000 e R$5000. Embora seja caro, devido à economia associada a sua utilização, a instalação pode ser revertida em pouco tempo. Isso vai variar de acordo com o grau de utilização do veículo por parte do motorista.

Veja também: Como explicar o forte aumento no preço da gasolina

Economia com o GNV

O GNV garante maior autonomia aos veículos, tanto em relação à gasolina quanto em relação ao álcool. Segundo a Abegás, o GNV pode ser entre 50% e 56% mais econômico. Dessa forma, quem roda cerca de 100km com o carro, por dia, atinge o payback de investimento do kit GNV em 6 meses. Isso irá depender do valor do kit GNV, autonomia do carro, etc.

Por exemplo, segundo a Gasmig, se o motorista abastecer R$ 50 com GNV, atinge aproximadamente uma autonomia de 200km. Contudo, ao abastecer o mesmo valor em gasolina, o rendimento chega a apenas 96 quilômetros. Já o mesmo valor abastecido em etanol, chega a no máximo 90km.

Além disso, há também redução no Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). A redução no imposto pode chegar a aproximadamente 50% para aqueles que realizarem a conversão dos seus veículos para GNV. Somando a economia de combustível com a economia com o imposto, a instalação passa a ser vista com bons olhos até para quem use seu veículo com menos frequência.

Dessa forma, segundo especialistas, somente deixaria de valer a pena a utilização do GNV caso o valor chegasse ao dobro do valor da gasolina. Isso dificilmente irá acontecer. O motivo é que o GNV também é regulado pelo petróleo e pelo câmbio do dólar. Sendo assim, os aumentos que chegam para gasolina e etanol, chegam para o GNV em maior ou menor grau.

Exemplo prático

Vamos utilizar como exemplo o Ford Ka, um dos carros mais populares que rodam nas ruas brasileiras. Hoje, o preço médio da gasolina custa R$ 6,292/L . Já o do etanol e GNV custam, respectivamente, R$ 5,201/L e R$3,842/L. Um carro do modelo Ford Ka possui uma autonomia, utilizando gasolina, de 13km por litro.

Por outro lado, a autonomia utilizando o GNV é de 15,6km/m³. Sendo assim, a tabela abaixo representa o tempo de payback, bem como a economia obtida ao longo do tempo. Os cálculos foram feitos considerando que o veículo irá rodar 100 quilômetros ao dia.

Dessa forma, para obter o payback, simulamos alguns valores de instalação do kit GNV. Aqui foi desconsiderada a economia obtida com o IPVA.

Aumento nas conversões

Devido ao aumento no preço dos combustíveis, os motoristas vêm procurando cada vez mais a conversão para GNV. Segundo o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), que agora foi nomeado de Secretaria Nacional de Trânsito), o número de veículos que realizaram a modificação para GNV praticamente dobrou em agosto.

Nesse sentindo, ao comparar com o mês de agosto do ano passado, o salto foi de 9.364 conversões para 18.027. Esse é o principal indício que motoristas vem buscando formas de, em curto a médio prazo, economizar com gastos veiculares. Além disso, se apresenta como uma importante forma para motoristas de aplicativo aumentarem sua rentabilidade.

Conclusão

Dessa forma, a instalação do kit GNV, em termos financeiros, é vantajoso para praticamente todos aqueles que possuem veículo. Como dissemos anteriormente, para não valer a pena, seria necessário que o custo do Gás Natural Veicular fosse aproximadamente o dobro da gasolina. E essa é uma realidade que provavelmente não iremos observar.

Contudo, existem outros pontos a serem analisados. O primeiro é verificar se há postos para abastecimento do GNV em sua cidade. Caso não haja ou tenha que percorrer maiores distâncias, o tempo de payback é reduzido. Embora o desconto no IPVA se mantenha, o motorista passa a não usar o combustível.

Com isso, mediante a uma crescente alta de combustíveis, sem uma previsão de estabilização ou redução, a instalação do kit GNV se coloca como uma opção para diminuir os gastos rotineiros. Embora a instalação inicial seja alta, o valor será certamente retornado em pouco tempo.

Veja também: Imposto sobre combustível volta a ser discutido na Câmara

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts