Fluxo

Fluxo de Caixa Pessoal, entenda o que é e como aplicar

Nas finanças corporativas, o Fluxo de Caixa registra as entradas e saídas de dinheiro de um negócio. As entradas são representadas pelas receitas e saídas por despesas e pagamentos diversos. Contudo, para que esta ferramenta de fato represente a realidade da empresa, é necessário que os registros sejam feitos de forma fiel e detalhada. Estes cálculos ajudam a demonstrar o lucro obtido.

Contudo, o Fluxo de Caixa não se aplica somente as finanças corporativas. Podemos aplicar esse conceito para realizar o controle de nossa vida financeira. Inclusive, é uma ótima ferramenta para representar sua vida financeira atual e realizar projeções futuras. Ferramentas corporativas, principalmente de finanças, podem ser muito bem adaptadas para facilitar sua vida pessoal.

Sendo assim, neste artigo traremos para o leitor dicas para realizar a utilização desta ferramenta para sua vida pessoal financeira. Além disso, também traremos os benefícios de sua utilização, bem como dar os primeiros passos para realizar seu primeiro controle financeiro.

Objetivo do Fluxo de Caixa pessoal

Fluxo

O principal objetivo do Fluxo de Caixa pessoal é verificar e projetar o seu saldo disponível. Com isso, facilita a organização do orçamento para realizar pagamento de suas contas utilizando o saldo disponível. Resumidamente, a ideia é ter conhecimento e controle financeiro sobre o seu dinheiro.

Nesse sentido, é possível verificar, mês-a-mês a sua saúde financeira, olhando se está entrando mais dinheiro do que saindo. Também é possível utilizar o Fluxo de Caixa para tomar decisões sobre gastos ao longo do mês. Por exemplo, ao verificar que seu saldo está chegando ao limite ainda no meio do mês, você pode tomar a decisão de não comprar de terminado item.

Com isso, caso o leitor não tenha nenhum controle sobre seu saldo mensal, certamente não teria a informação de que seu saldo estava perto de limite. Ou seja, como não há informação, não é possível realizar a tomada de decisão correta.

Principais vantagens

Como dissemos anteriormente, o principal objetivo de elaborar um Fluxo de Caixa pessoal é ter as informações registradas para tomar a decisão correta. De mesmo modo, vamos apresentar nos próximos tópicos algumas vantagens em elaborar um Fluxo de Caixa pessoal.

Realizar Projeções

Além de visualizar o presente, o Fluxo de Caixa pessoal ajuda visualizar sua saúde financeira para em um horizonte no tempo. As finanças corporativas chamam isso Fluxo de Caixa projetado, que permite prever despesas e receitas de um período a curto e médio prazo.

Nesse sentido, é importante ter conhecimento sobre seus gastos fixos mensais e outros gastos que ocorrem de forma sazonal. Por exemplo, o IPTU e IPVA são gastos que aparecem em determinados períodos do ano. Materiais escolares seguem a mesma ideia. Projetar estes valores para o futuro pode ser um diferencial para não contrair novas dívidas.

Diagnóstico das finanças

Não somente visualizar o saldo é importante. Ao realizar o devido detalhamento dos gastos, é possível verificar para onde o dinheiro está saindo e com que frequência. Assim, é possível realizar cortes em áreas de despesas mais supérfluas, aumentando seu saldo e ajudando a, até mesmo, realizar investimentos.

Por outro lado, entender de onde suas receitas estão vindo e com que frequência é também importante, principalmente entre aqueles que vivem de renda variável. Com isso, é possível saber que mês você terá um recebimento menor, onde certamente as despesas deverão ser mais controladas.

Criação de reserva de emergência

Ao realizar o controle das receitas e despesas de suas finanças pessoais, ao final, espera-se que tenha um saldo positivo nas finanças. Com este saldo, é recomendável criar uma reserva de emergência. Esta deve ser o suficiente para cobrir suas despesas por um determinado período em casos de, por exemplo, desemprego.

Contudo, se não houver o registro, ou o registro bem detalhado, não é possível saber de fato o seu custo de vida. Daí vem a importância da criação de um Fluxo de Caixa pessoal.

Veja também: Reserva de Emergência em dólar, faz sentido?

Como elaborar um Fluxo de Caixa pessoal

Criar um Fluxo de Caixa pessoal não é uma tarefa difícil. É bastante recomendado que você elabore um com o auxílio de uma ferramenta, como uma planilha de Excel. A ferramenta do Office é clássica para realizar este tipo de atividade, inclusive, possui diversos recursos que facilitam a elaboração de um Fluxo de Caixa pessoal.

Além disso, como não é possível anotar os gastos diários, direto no Excel, visto que você pode precisar utilizar um computador, recomenda-se a utilização de ferramentas que possam auxiliar a anotação de gastos. Um simples app de bloco de notas deve ajudar como forma de reminder.

Nesse sentido, com o detalhamento diário em mãos, basta dedicar alguns dias da semana para realizar o registro em sua planilha pessoal. Assim, com base nas informações registradas, será possível tomar as melhores decisões para sua vida financeira. É de fato uma tarefa “chata”, mas existem muito mais vantagens do que desvantagens em realizar esse tipo de atividade rotineiramente.

Por fim, caso você não tenha muita intimidade em criação de planilhas no Excel, basta dar um Google e você encontrará diversas planilhas prontas. Porém, caso não tenha muita intimidade com esta categoria de ferramenta, até mesmo o caderninho pessoal ajuda. O importante é realizar o controle de forma bem-feita.

Veja também: Qual é o melhor tipo de trade? Daytrade, buy and hold, position trade ou swingtrade?

Conclusão

Elaborar um Fluxo de Caixa pessoal é o primeiro passo para que você possar ter controle sobre sua vida financeira e realizar os primeiros investimentos (ou mais investimentos). A ferramenta de finanças corporativas é praticamente um pré-requisito antes de tomar qualquer tipo de decisão que envolva gastos. Nesse sentido, não é diferente para as pessoas.

Nesse sentido, é importante informar que não há o melhor método para elaborar um fluxo, mas sim aquele método que melhor se adapta a pessoa. É de suma importância realizar esse tipo de controle financeiro deste já, contudo, de antemão, informamos que é necessário disciplina. Anotar tudo é essencial, embora o início seja mais complicado, os resultados certamente serão vantajosos.

Com isso, como forma de educação financeira, recomendamos a utilização do Fluxo de Caixa pessoal como uma das ferramentas para organizar sua vida financeira. Ela te acompanhará por toda a vida, não é só para controlar a sua saúde financeira hoje, mas também do futuro. Assim, você passa a ter uma melhor relação com o seu dinheiro.

Veja também: Poupança tem maior perda em 12 meses desde 2003

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts