29 de outubro, 2019

|

por: Lucas Bassotto

|

Categorias: Iniciante, Investimentos

Como decidir a hora de fazer um trade

Você está fazendo trade usando a cabeça ou apenas o instinto? O que é preciso levar em conta na hora de se decidir sobre uma operação? 

Apresentei um webinar falando sobre análise de mercado ao tomar decisão para trade. Confira abaixo:

Risco e retorno

A proporção de risco e retorno é o conceito mais básico para qualquer tipo de investimento ou operação: você precisa saber o quanto pode ganhar e o quanto pode perder.

Você investiria em um ativo que te dá a possibilidade de ganhar 10%, mas com possibilidade de perda de 90% do investimento? Se você respondeu sim, é melhor começar a ficar preocupado.

Uma boa relação risco retorno é de pelo menos 2 para 1. Isto é, para cada 1% de perda, é melhor que eu tenha a possibilidade de ganhar ao menos 2%. 

Fazer trade ou investir é sobre lidar com o gerenciamento de risco. Não tomar riscos desnecessários com uma relação risco e retorno ruim.

Com base em que estou tomando uma decisão?

É preciso estar embasado antes de tomar qualquer decisão, ou seu movimento não será muito diferente de um jogo no cassino. Por que você está comprando ou vendendo um ativo qualquer no mercado? Saber responder isso é essencial.

Partindo desse princípio, há dois tipos de análises a serem consideradas: fundamentalista e técnica. Esses dois métodos de análise fornecem todo um arcabouço teórico e prático para embasar as decisões de um investidor.

Análise Fundamentalista

Esse tipo de análise gosta de olhar para o longo prazo, sempre pensando na conjuntura econômica e política, sempre se atentando ao valor intrínseco do ativo e seus fundamentos.

Os fundamentos podem ser os mais variados, pois dependem do ativo. Para ações, olhamos o potencial de crescimento da empresa, governança corporativa, resultados financeiros, endividamento, receita líquida, ganhos sobre capital investido e outros indicadores contábeis. Também deve-se olhar para a situação econômica e política no mundo e país. 

O analista fundamentalista tenta encontrar um descolamento entre cotação e valor do ativo. Nem sempre o valor está refletido na cotação. Em alguns momentos, o ativo pode estar subvalorizado ou sobrevalorizado. Por exemplo, um investidor provavelmente vai vender a ação de uma empresa se ela frequentemente apresenta alto endividamento e baixo crescimento de receita nos relatórios.

O oposto também ocorre: a empresa pode se valorizar se ela apresenta resultados excepcionais, aumenta sua base de clientes, se diferencia da concorrência, é bem administrada e possui baixo endividamento.

Análise Técnica

Quem utiliza a Análise Técnica prefere olhar para os gráficos e indicadores, buscando sempre encontrar o melhor ponto de compra e melhor ponto de venda. Esse tipo de análise acredita que o mercado se move em padrões que se repetem. Diante disso, basta olhar para os gráficos e tentar entender melhor o psicológico do mercado.

análise técnica de Bitcoin na hora de fazer trade

Fonte: TradingView

O analista técnico olha para o curto prazo e não se importa com os fundamentos do ativo. Ele acredita que esses fundamentos estão refletidos no preço. Portanto, basta descobrir os padrões e tomar a melhor decisão.

Essa escola de análise utiliza como base a Teoria de Dow, que sustenta que:

  • Todas as informações e eventos já conhecidos estão refletidos no preço do ativo negociado no mercado.
  • Os movimentos de preços de mercado não são puramente aleatórios, mas se movem em padrões e tendências identificáveis que se repetem ao longo do tempo.

A Análise Técnica é utilizada por day traders e especuladores de curto prazo. Eles querem se aproveitar da oscilação de preços para tentar tirar lucro pessoal ao fazer trade de ações, moedas e commodities na bolsa de valores.

Pode te interessar:

Como investir na bolsa de valores de forma simples?

Os melhores indicadores de análise técnica

Qual é melhor para o trader? Análise técnica vs análise fundamentalista

É preciso ser neutro na hora de fazer trade

É bom mesclar as duas escolas (Fundamentalista e Técnica) para refinar a análise, mas é preciso tomar cuidado para não virar um apostador. Quem usa análise técnica está mais “vulnerável” a isso, porque muitos day traders tentam fazer várias operações por dia e acabam se viciando, perdendo o racional na hora de analisar o mercado.

Também é necessário tomar cuidado para não investir com paixão. Apego emocional ao ativo é uma das piores heurísticas que o investidor pode se apegar. Quem analisa o mercado precisa optar pela neutralidade e pensar em todos os cenários possíveis para o ativo.

Conclusão

Olhe para o risco retorno da operação, depois disso, utilize um método de análise para justificar sua compra ou venda. É importante não investir com instinto e paixão, o investidor deve sempre estar tentando ser o mais neutro possível.

A análise técnica pode te ajudar a identificar tendências com mais rapidez e interpretar melhor as movimentações de preço. Por outro lado, a análise fundamentalista oferece um aspecto mais racional para seu investimento a longo prazo. 

Se interessou pelo tema? Estamos com o meetup marcado para o dia 07/11 às 19h30. O evento ocorrerá na cidade de São Paulo/SP no Distrito Fintech, Avenida Rebouças Nº 1585. O ingresso custa R$ 30 e já inclui comida e bebida. Nosso evento vai reunir Fausto Botelho e Felipe Sant Ana para discutir sobre Análise Técnica e Fundamentalista.

Fausto Botelho e Felipe Sant Ana terão uma conversa sobre Análise técnica e Fundamentalista. Vale a pena conferir. Inscreva-se com desconto de 30% clicando aqui ou no banner abaixo.

analise técnica vs fundamentalista na hora de fazer trade