Bitcoin valoriza 100% em 3 semanas e chega a R$200 mil

O bitcoin acabou superando a marca de R$200 mil pela primeira vez na história durante a noite da última quarta-feira (06) por volta das 21h50. A marca foi atingida após uma grande sequência de alta, que por sua vez, já dura alguns meses e só se intensificou.

Mas não para por aí. O bitcoin hoje (7), no momento em que este texto é escrito, por volta das 7h da manhã, já atinge a marca dos R$204 mil, embora as oscilações de preço do ativo sejam bem altas.

Nesse mesmo horário, o bitcoin atingiu a marca dos US$37 mil, o que também é uma marca extremamente importante no mesmo dia que rompeu pela primeira vez os US$ 35 mil. Por volta do dia 20 de novembro, a criptomoeda conseguiu chegar pela primeira vez a marca de R$100 mil.

O curioso é que seu preço acabou deslanchando ainda mais após atingir essa marca, acabou se estabilizando por algumas semanas, e depois acabou resultando em uma valorização de cerca de 100% em menos de 1 mês. 

preço do Bitcoin
Preço do Bitcoin. TradingView

O Bitcoin vem em uma tendência de alta que já dura desde outubro, e desde então vem subindo com consistência, passando por quedas de 10% a 16% até voltar a subir novamente. O ano de 2021 está apenas começando, mas o bitcoin já alcançou uma valorização de aproximadamente 30% desde então nos últimos 7 dias.

A explicação para subida estratosférica do bitcoin em poucas semanas está diretamente ligada ao fato de grandes instituições estarem finalmente aderindo a investimentos sobre a criptomoeda.

Leia também:

Investidores institucionais estão comprando mais Bitcoin em 2020

Quem são os investidores institucionais?

Somente a MicroStrategy, que foi a empresa que iniciou esta última onda de investimentos institucionais sobre o bitcoin, acumula quase R$2 bilhões investidos. A seguradora americana MassMutua e o CEO do Twitter, juntos, já acumulam um investimento de quase R$800 milhões.

Com o aumento da demanda com uma velocidade muito menor do que a disponibilidade de oferta de bitcoins disponíveis ao mercado, o preço acabou voando de forma surreal durante as últimas semanas.

O bitcoin têm sido colocado por diversos economistas como o novo ouro digital, embora outros especialistas, principalmente os mais conservadores, ainda apresentam uma visão um pouco mais cética sobre isso.

Uma correção de aproximadamente 15% no valor do bitcoin que aconteceu dias atrás, não intimidou em nada os investidores do ativo, e o ativo acabou prontamente recuperando esta queda em questão de 2 dias, aproximadamente.

A tendência de Bull Market do bitcoin para o momento não está sendo comparada com nenhum outro ativo, e até por isso, acabou criando um efeito manada pelo qual muitos que nem sequer conhecem muito bem o projeto ligado à criptomoeda, mas que colocam todo seu patrimônio sobre ela.

Os desafios que tangem o bitcoin nesse momento, é a sua popularização como moeda possível de uso corrente sobre serviços no dia-a-dia. Alguns cartões de débito já estão sendo realizados por algumas empresas que possibilitam isso, que convertem de forma simultânea o bitcoin para a moeda oficial do país para uso de compras.

O próprio PayPal já permitiu em novembro o uso do bitcoin para negociação entre os clientes. A partir do momento que outras instituições de pagamento também permitirem isso de forma mais presente, o rompimento da barreira de uma popularização do bitcoin pode ser alcançado mais facilmente, desde que não haja empecilhos governamentais para isso.

Total
1
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts