A Grayscale, gestora bilionária de ativos digitais como Bitcoin e Ethereum, reportou o maior fluxo de entrada de dinheiro em toda sua história na quinta-feira, um indicador potencial de que pelo menos alguns cantos da comunidade de investimentos procuraram por criptoativos durante um período tumultuado do mercado.

A gestora de US$ 2,2 bilhões oferece uma série de produtos de investimento que fornecem exposição indireta a criptoativos. No primeiro trimestre de 2020, a Grayscale levantou US$ 503,7 milhões em toda a sua família de produtos, de acordo com seu relatório trimestral.

O Bitcoin Trust (GBTC) da Grayscale liderou os números, com aportes chegando a US$ 388,9 milhões. Isso é aproximadamente o dobro do trimestre anterior, de US$ 254,8 milhões arrecadados no terceiro trimestre de 2019.

Os dados trimestrais de novos aportes de dinheiro na Grayscale são notáveis, dado o cenário macro mais amplo. No final de fevereiro e março, os mercados de renda variável derreteram com a pandemia do Coronavírus e o choque do preço do petróleo.

O mercado de criptomoedas não estava imune, com o Bitcoin caindo até 45%  em apenas um único dia. Ainda assim, os aportes no Ethereum começaram a superar o Bitcoin após a semana que terminou em março, indicando uma mudança na preferência dos investidores da Grayscale.

Enquanto o mundo buscava liquidez, os aportes na Grayscale permaneceram estáveis ​​até 20 de março. O número de novos aportes só começou a cair no final do mês de março, conforme a situação dos mercados ficava mais aguda.

entradas de investidores institucionais grayscale
Fluxo de aportes em todos os produtos da Grayscale no primeiro trimestre. Fonte: Grayscale

Michael Sonnenshein, diretor e membro do conselho da Grayscale, disse ao TheBlock que os resultados da empresa indicam um aumento do interesse entre investidores institucionais no espaço de ativos digitais.

“Os investimentos vieram de investidores institucionais“, disse ele em entrevista. O relatório da Grayscale mostra que cerca de 90% dos aportes desde o início, são provenientes do que ele categoriza como instituições, que abrangem fundos de hedge, investidores early-adopters criptoativos, family offices e outros tipos de clientes.

Outras empresas que atendem às demandas de investidores institucionais também constataram níveis semelhantes de interesse. A Bitwise Asset Management viu um aumento de aportes, de acordo com o diretor de operações Teddy Fusaro.

Fusaro disse que consultores financeiros independentes ficaram mais engajados com a empresa durante esse período.

Em uma entrevista por telefone ao The Block, Fusaro disse que as condições econômicas sem precedentes, incluindo níveis históricos de impressão de dinheiro do Federal Reserve e um estímulo econômico agressivo do governo dos EUA estão forçando as pessoas a repensar suas composições de portfólio atuais.

“Agora, há dinheiro em movimento”, continuou Fusaro. “As pessoas estão procurando mudar as coisas.” O interesse em produtos de criptoativos entre os investidores pode surpreender alguns observadores do mercado. 

Bitcoin correlacionado com mercado de ações

Em certo sentido, o bitcoin não está cumprindo algumas das características que atraíram a atração de determinados participantes do mercado, incluindo a falta de correlação com mercados mais amplos. O Bitcoin foi negociado em sincronia com o S&P 500, conforme indicado pela The Block Research.

correlação entre bitcoin e bolsa de valores
Correlação entre S&P500 e Bitcoin, quanto mais próximo de 1, mais correlacionado. Fonte: TheBlock

A correlação do Bitcoin com o índice S&P 500, medida como a correlação entre os retornos horários do SPX500USD (futuros do S&P 500) e BTC/USD na Coinbase, atingiu níveis anuais máximos em março durante a crise.

Quanto à Grayscale, Sonnenshein disse que o primeiro trimestre de 2020 foi marcado por uma expansão de vários tipos de clientes. Até o momento, mais de 46,5% dos aportes foram originados de investidores de perfis mais variados, principalmente hedge funds.

grayscale e investidores institucionais comprando bitcoin
Perfis de hedg funds por estratégia na Grayscale. Fonte: Grayscale

Falando em “off-records”, um executivo de um family office disse ao The Block que seus clientes aumentaram a exposição com base nas vendas mais recentes.

“Obviamente, estamos vivendo um período de incerteza incomparável e apreciamos a oferta fixa e a política monetária definida e inalterável que o bitcoin oferece”, disse o executivo, acrescentando:

“Acho que é muito cedo para comentar sua correlação futura com ativos tradicionais, mas, à medida que se torna cada vez mais aceito como uma classe de ativos, acho que sua correlação aumentará”.

Texto traduzido de TheBlockCrypto e escrito por Frank Chaparro.

Write A Comment