Signal ganha recurso de pagamentos via criptomoedas

Signal ganha recurso de pagamentos via criptomoedas

As criptomoedas estão dominando o mundo gradualmente, abrindo caminho nas plataformas de mídia social. Em primeiro lugar, a Apple e o Facebook iniciaram um recurso que permitia aos usuários enviar dinheiro e fazer transações em seus aplicativos facilmente e agora outro aplicativo de comunicação está entrando no movimento.

A Signal anunciou que está adicionando suporte para um novo recurso chamado Signal Payments, que permite aos usuários do mensageiro realizar transações financeiras, mantendo a privacidade intacta, motivo pelo qual a plataforma ganhou popularidade.

A empresa afirma que, embora o WhatsApp e o Facebook tenha seus próprios métodos de pagamento, a Signal traz a transação do aplicativo online com uma experiência muito melhor e inovadora, adicionando suporte integrado para a criptomoeda MobileCoin.

Veja também: Manda um zap? WhatsApp vai oferecer pagamentos e transferências bancárias

O recurso está sendo testado para a região do Reino Unido inicialmente para usuários de iOS e Android, enquanto quando será lançado em outras regiões globalmente e permanentemente não foi dito pela empresa ainda.

O site Signal afirma que as pessoas no Reino Unido podem dar uma oportunidade ao MobileCoin convertendo outras criptomoedas para a moeda MOB do próprio MobileCoin, usando a corretora de criptomoedas FTX. A empresa acrescentou que, com mais países, planeja expandir seu beta para outros locais “em breve”.

A MobileCoin da Signal

A MobileCoin é uma criptomoeda opera via Blockchain, com código aberto que ainda é um protótipo. De acordo com o repositório da MobileCoin no GitHub, a criptomoeda não pode ser enviada por pagamentos para usuários fora do Reino Unido. No entanto, como observa a Wired, a empresa deseja expandir a função globalmente.

Além disso, foi explicado que mesmo se um usuário focar no Bitcoin em vez de enviar dinheiro de uma instituição bancária, ainda é possível ser rastreado, e é por isso que o Signal saltou para as “moedas de privacidade” usando a cadeia de blocos.

O CEO e criador do sinal, Moxie Marlinspike, diz que a MobileCoin tem a experiência de usuário mais perfeita em dispositivos móveis, exigindo pouco espaço de armazenamento no telefone e necessitando de apenas alguns segundos para que as transações sejam confirmadas.

Para o CEO da Signal, o que a empresa deseja criar é um espaço onde o usuário possa não apenas falar com seu terapeuta online livremente e segura, mas também enviar a ele seus pagamentos de forma segura.

“Não estamos inventando pagamentos privados. As criptomoedas que preservam a privacidade existem há anos e continuarão a existir. O que estamos fazendo é apenas uma parte da tentativa de tornar isso acessível às pessoas comuns”, completou.

A utilização da tecnologia Blockchain, aliada às criptomoedas vem transformando a forma como entendemos e utilizamos os meios de pagamento online. Hoje em dia já é possível comprar tudo com muita facilidade, sem nos preocuparmos em estar carregando o dinheiro no bolso.

Iniciativas como a da Signal demonstram o percurso que a tecnologia e as criptomoedas percorreram até o momento e nos faz esperar para ver o que mais o futuro reserva para todos nós.

Veja também: O que é Ethereum (ETH)? Para que serve?

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts