WhatsApp recebe autorização do Banco Central para oferecer transferências bancárias

Manda um zap? WhatsApp vai oferecer pagamentos e transferências bancárias

O Banco Central (BC) concedeu na noite de terça-feira (30) a autorização para que o WhatsApp realizasse pagamentos e transferências bancárias entre usuários do App.

Vale lembrar que em junho do ano passado, o BC suspendeu o teste que o Facebook havia começado a realizar no Brasil, com as operadoras Visa e Mastercard. Na época, o BC interrompeu o serviço de modo a verificar os riscos da nova tecnologia.

Segundo o modelo autorizado pelo Banco Central, o WhatsApp, nesta fase inicial, apenas realizará transações entre contas dos clientes nas instituições financeiras em que são correntistas.

Desse modo, o WhatsApp vai operar em parceria com essas duas empresas para fazer a transferência de fundos entre usuários. A credencial a ser utilizada no aplicativo é o número do cartão de débito ou pré-pago de bandeiras Visa ou MasterCard.

Em outras palavras, isso significa que o WhatsApp não terá uma função “poupança”, onde o dinheiro dos usuários ficaria em uma conta. Em vez disso, o App apenas terá a função de iniciar o processo de pagamento, sendo o banco responsável pela transferência do dinheiro para o destinatário.

Como vai funcionar?

Ainda não há detalhes específicos sobre como vai funcionar o recurso de pagamentos no WhatsApp, mas, de acordo com a licença aprovada pelo BC,  será necessário cadastrar um cartão de débito ou crédito no App e, através dele, realizar os pagamentos para pessoas e empresas.

Dessa forma, a nova funcionalidade também favorece as empresas, onde será possível anunciar, vender, receber o valor do produto e, através de algoritmos e da inteligência artificial, saber o que o cliente achou da compra.

Além disso, o Banco Central explicou que, nesse modelo, o WhatsApp poderá definir qual será a tarifa para a utilização do serviço, bem como quem vai pagá-la, seja para quem enviar ou quem irá receber os fundos.

Avaliação do Banco Central

Em nota à imprensa, o Banco Central afirmou que a autorização do App para pagamentos e transferências, pode acarretar uma redução nos custos de transações financeiras. “O BC acredita que as autorizações concedidas poderão abrir novas perspectivas de redução de custos para os usuários de serviços de pagamentos”, afirma a instituição.

“Vejo um casamento entre mídia social e o mundo das finanças, os controladores têm de entender como regular, enfrentar e o que significa para competição na sociedade”, diz o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto.

Em nota, o WhatsApp disse que recebeu “com muita satisfação a decisão do Banco Central e que está empenhado “nos preparativos finais para disponibilizar esta funcionalidade do WhatsApp no Brasil assim que possível”.

Até o momento, não há afirmações de que a novidade possa ser integrada de alguma maneira ao PIX.

Veja também: Primeiro ETF de Bitcoin da bolsa brasileira

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts