Lucas Bassotto

Escrito por

Author

Economista, trader e especialista em conteúdo sobre economia, finanças e criptomoedas.

O mercado de Bitcoin caminha a passos largos para sua financeirização com derivativos. Os volumes cresceram e o interesse também. Corretoras como Deribit, Bitmex, Binance e OKEx já negociam bilhões de dólares por dia. A vantagem dos derivativos está no maior leque de estratégias diante de suas muitas possibilidades.

Com isso, muitas pessoas estão começando a usar estes contratos para se posicionarem no mercado. Mas qual é diferença entre negociar Bitcoin no mercado à vista e no mercado futuro? Acredite, as diferenças são enormes. 

Negociação de Bitcoin à vista

Negociar à vista significa negociar um par de ativos contra o outro, como negociar BTC/USD em uma corretora regular (Bitstamp, Coinbase, etc). 

Na prática, você troca seus dólares, euros ou reais por bitcoins diretamente, e ele é creditado na sua conta imediatamente após a execução da negociação, sem a necessidade de esperar pela data de liquidação, como nos contratos de futuros. 

Ao comprar 1 Bitcoin, seu saldo sempre será de 1 Bitcoin. Nesse caso, o saldo não é ajustado conforme as condições do mercado, que é uma característica dos contratos futuros.

Negociação de Bitcoin no contrato futuro

Um derivativo do tipo contrato futuro permite que uma pessoa possa travar o preço de compra ou venda de um ativo em uma data futura mediante o uso do saldo da conta como margem. Contratos futuros não duram para sempre, então quando eles se aproximam do vencimento, será feito um ajuste no saldo do operador de acordo com o preço de mercado atual.

Em alguns contratos, como os de Bitcoin, os ajustes acontecem diretamente no ativo, subtraindo ou adicionando mais unidades. Assim, o saldo do cliente é ajustado em Bitcoins, diferente das bolsas tradicionais, onde os ajustes acontecem em moeda fiduciária (Dólar, Euro ou Real).

Apostando na alta com contratos futuros

Os contratos futuros são excelentes para apostar a favor do Bitcoin, mas também trazem muito mais risco quando comparado a operar no mercado à vista. Esse risco acontece por conta do ajuste de posição, que acontece de forma simultânea. 

Quando se compra Bitcoin por US$ 10,300, você fica exposto ao mercado, recebendo ajustes positivos em Bitcoin quando o preço sobe, e ajustes negativos quando o preço cai. Logo, quem opta por esta estratégia poderá perder tanto em dólar quando em Bitcoin.

Para se calcular os ajustes de saldo é feita a seguinte conta:

Ajuste = (1/Preço de Entrada) – (1/Preço de Mercado)*(Quantidade em US$ da posição)

Suponha que você tenha 1 Bitcoin na conta e abriu US$ 10,000 para apostar na alta. Você comprou 1 Bitcoin por US$ 10,000. No momento, o ativo está sendo cotado a US$ 10,300. Quantos Bitcoins entrarão para sua conta no ajuste?

Ajuste = (1/10000) – (1/10300)*10000 == +0,029126 BTCs

Com o ajuste, seu saldo agora é de 1,029126 Bitcoins, um lucro de 2,91%. Convertendo para dólar, seu ajuste positivo seria de 0,029126 BTCs x US$ 10,300, que resultaria em US$ 299.99, ou um ajuste de de 3% sobre o saldo total (1 Bitcoin).

Com isso, você ficaria com um saldo total de 1,029126 BTCs. Fazendo a conta sobre todo o saldo, você teria US$ 10,598.70. Comparando com o saldo inicial de US$ 10,000, o lucro seria de US$ 598.70 ou 5,98%. Mas como isso se sai em relação apostar na alta do Bitcoin usando mercado à vista?

Apostando na queda com mercados futuros

O princípio é o mesmo da operação oposta. Quando você vende Bitcoin no contrato futuro, receberá ajustes positivos se o preço cair e ajustes negativos se o preço subir. Com isso, utiliza-se a mesma fórmula acima:

Ajuste = (1/Preço de Entrada) – (1/Preço de Mercado)*(-Quantidade em US$ da posição)

Suponha que você tenha 1 Bitcoin na conta e abriu US$ 10,000 em contratos futuros para apostar na baixa. Você vendeu 1 Bitcoin por US$ 10,000. No momento, o ativo está sendo cotado a US$ 9,000. Quantos Bitcoins entrarão para sua conta no ajuste?

Ajuste = (1/10000) – (1/9000)*-10000 == +0,1111 BTCs

Com isso, seu saldo será 1,11 BTCs, representando 11% de ganho em Bitcoin, mas por outro lado, multiplicando 1,11 BTCs por US$ 9,000, você terá um saldo de US$ 10,000, isto é, o mesmo saldo em dólar que você entrou na operação. Isso acontece por conta da desvalorização do Bitcoin: sua conta tem mais Bitcoins, mas eles valem menos agora. 

Quando você vende contratos futuros, trava o saldo da sua conta em dólar. Com isso, não importa o vai acontecer com o preço do Bitcoin, seu saldo sempre ficará travado no valor em dólar em que foi fechada a operação, no caso US$ 10,000. Se o preço subir, você terá menos Bitcoin, e o seu saldo em dólar ficará o mesmo. 

Por isso, vender Bitcoin no contrato futuro é perfeito para se proteger de quedas, porque seu saldo sempre ficará travado em US$. No mercado à vista, ao vender, você também ficaria protegido em US$ 10,000, mas precisaria recomprar por US$ 9,000 para receber o ajuste positivo.

Apostando no mercado à vista

No mercado à vista, você não recebe ajuste positivo ou negativo a cada variação de preço. Se você está apostando na alta e comprou 1 Bitcoin, ele sempre será 1 Bitcoin independentemente da cotação. 

A não ser que você compre e revenda por um preço menor, aí você teria menos Bitcoins. Ou que você venda por um preço elevado e recompre em um preço baixo, desta forma você teria mais Bitcoins. Mas em suma não existe ajuste, porque sua negociação é liquidada imediatamente no mercado à vista.

Então, se você comprou 1 BTC por US$ 10,000 e vendeu por US$ 10,300, terá US$ 300 de lucro, representando 3% de lucro total sobre o saldo da conta, quase a metade quando comparado a operar no contrato futuro.

4 possíveis cenários em contratos futuros

Com isso, temos 4 possíveis cenários em Contratos Futuros. Cada um deles são:

  1. Você comprou Bitcoin e o preço subiu: você ganha o BTC e o valor em dólares americanos desde que o BTC mantido por você também aumenta;
  1. Você comprou e o caiu: você perde o BTC e o valor em dólares dos bitcoins também cai;
  1. Você vendeu e o preço caiu: você ganha BTC, mas o valor dos bitcoins se deprecia em USD;
  1. Você vendeu e o preço subiu: você perde  BTC, mas as perdas em dólares são compensadas pelo aumento do valor do BTC;

Uma pegadinha dos contratos futuros de Bitcoin

A pergunta é: por que o lucro percentual no Bitcoin é inferior ao lucro percentual em dólar? Isso se deve por uma particularidade de contratos futuros em Bitcoin. Eles são inversos e não-lineares, o fato de serem inversos significa que embora sejam marcados em dólar, os ajustes de saldo e margem ocorrem em Bitcoin. 

Sobre a não-linearidade, isso significa que na alta do preço do Bitcoin em US$ o ganho em BTC não sobe de forma linear. Isto é, eles vão caindo com o tempo. 

Isso acontece porque cada nova alta de US$ 100 significará uma menor fração do saldo em Bitcoin da operação, porque conforme o preço sobe mais Bitcoins são adicionados no ajuste. Com isso, temos curvas de “payout” (ganhos e perdas) com formatos em parábolas.

Curva de ganhos e perdas em posições “compradas”

Por outro lado, suas perdas se acentuam conforme o preço vai caindo, porque você perde Bitcoin e cada nova queda de preço vai representar uma maior porcentagem dos seus Bitcoins. 

O gráfico abaixo demonstra exatamente essa relação com a curva de “payout” dos contratos futuros de Bitcoin quando estamos em uma posição “comprada”, isto é, apostando a favor do mercado. 

contrato futuro long bitcoin

Curva nas posições “vendidas”

O mesmo conceito se aplica quando vendemos contratos futuros e ficamos em posições “vendidas”. Nesse caso, a não-linearidade dos contratos futuros irá atuar a favor de quem está usando este instrumento para fazer hedge e se proteger das variações de preço.

Quando assumimos uma posição “vendida”, cada movimento de US$ 100 constitui uma parte cada vez maior de uma única moeda, uma vez que o preço está diminuindo. Portanto, os ganhos no par USD/BTC invertido aumentam cada vez mais a cada movimento do mesmo tamanho em BTC/USD. Essa relação pode ser vista abaixo:

short bitcoin

Um instrumento fantástico

Os contratos futuros são instrumentos fantásticos, e quando falamos de contratos futuros de Bitcoin, existem particularidades que os tornam ainda mais incríveis. Particularmente, acredito que usar contratos futuros seja mais vantajoso para quem quer fazer hedge (seguro) de suas posições.

A não-linearidade desfavorece quem está em posições compradas, porque os ganhos vão diminuindo conforme o preço do Bitcoin vai subindo. Mas ainda assim, são excelentes para quem acredita na alta do ativo e quer tomar mais risco para obter maiores ganhos tanto em Bitcoin quando em dólar.

A maioria absoluta de quem não negocia contrato futuro de Bitcoin não tem noção dessas particularidades, e por isso, não entende completamente como seu saldo poderá se comportar no futuro. Entender estas características é essencial para quem quer se aventurar nos derivativos de Bitcoin 

Write A Comment