Petrobras anuncia queda no preço de gasolina e diesel

Petrobras anuncia queda na gasolina e diesel

A Petrobras anunciou nesta sexta-feira (30) que irá reduzir o valor da gasolina e do diesel. Importante destacar que este será o primeiro reajuste desde a posse do novo presidente da empresa, o general Joaquim Silva e Luna.
O novo reajuste da Petrobras deve chegar neste sábado nas refinarias, reduzindo os preços do diesel e da gasolina em cerca de 2%. Segundo detalhes divulgados pela empresa, a redução será de R$ 0,05 centavos por litro para gasolina, chegando ao valor de R$ 2,59.

Além disso, a redução para o diesel será um pouco maior, nesse caso de R$ 0,06 centavos por litro, indo para R$ 2,71. Apesar disso, analisando-se cada combustível de forma separada, essa redução fica em 2,17% no diesel, enquanto a gasolina recua 2%, conforme apontou os cálculos da Reuters com as informações da Petrobras.

Informações divulgadas sobre a redução do combustível

Nesta sexta-feira (30), a informação sobre o reajuste da Petrobras sobre a gasolina em R$0,05 centavos por litro foi confirmada pela Reuters. Ela havia publicado esta redução através de informações da Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom).

Dessa forma, ocorreu mais uma alteração no preço dos combustíveis. Entretanto, é a primeira alteração a partir da posse do general do exército Joaquim Silva e Luna. O general foi indicado ao cargo pelo presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, após muitos desentendimentos com a política de preço de combustíveis na administração anterior.

Até então, tudo indica que a nova presidência da Petrobrás pode trazer diversas mudanças em relação à antiga gestão, segundo apontam alguns economistas. Na ocasião, a petroleira era comandada por Roberto Castello Branco.

Contradição no reajuste de preço dos combustíveis?

Segundo uma análise feita pela corretora Ativa Investimentos em seu modelo, havia uma indicação de “um potencial na alta da gasolina“. Além disso, o mesmo relatório da corretora informou os motivos que levariam a essa alta.

O documento diz que “Mesmo após a recente apreciação do real frente ao dólar, o melhor modelo de acompanhamento da defasagem no preço da gasolina da corretora Ativa Investimentos apresentou potencial elevação de 13%, motivado pela alta nos preços do petróleo internacional”.

Em resposta com relação a essa afirmação da corretora Ativa Investimentos, a empresa Petrobras não fez nenhum comentário específico, mas explicaram que os preços dos combustíveis “Buscam equilíbrio com o mercado internacional e acompanham as variações do valor dos produtos e da taxa de câmbio”.

Produção da Petrobras cai 5% no primeiro trimestre

A Petrobras apresentou uma queda na sua produção de combustíveis aqui no Brasil de 5,3% no primeiro trimestre de 2021. Entre os principais motivos dessa baixa, está o efeito de vendas de ativos e o declínio natural de Campos Maduros.

Segundo a própria empresa “Quando comparamos com o primeiro trimestre de 2020, a produção teve uma redução de 5% devido, principalmente, aos desinvestimentos concluídos ao longo de 2020 e início de 2021 e ao declínio natural de produção”.

A companhia completa dizendo que “teve uma média de 11% nos projetos que já atingiram o seu pico de produção e entraram na fase de declínio”. No que se refere a exportações de petróleo, podemos ver uma queda de 36,6% em comparação com o primeiro trimestre do ano passado.

Em explicação a esse fato, a Petrobras informou que o recuo das vendas externas foi influenciado por uma menor produção de óleo no fim do quarto trimestre. Nesse sentido, foi retomada a campanha de paradas programadas. Estas, por sua vez, não puderam ser efetuadas nos dois trimestres anteriores devido à pandemia.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts