Metaverso oferece possibilidade de ganhar dinheiro com jogos

Metaverso oferece possibilidade de ganhar dinheiro com jogos

O Metaverso está chamando a atenção no mundo inteiro, em especial dos que acompanham o mercado de criptomoedas, oferecendo uma realidade aumentada neste mundo virtual e jogos em blockchain que possibilitam a pessoas no mundo todo a ganhar dinheiro enquanto se divertem.

2021 parecia que seria o ano marcado pelo início da trajetória dos NFTs e no modelo play-to-earn, que inclusive desviaram a atenção das máximas históricas que foram atingidas pelo Bitcoin e Ethereum, porém no último trimestre do ano nos demos por conta de uma nova tendência, com a ideia de que nada voltará a ser como antes.

Metaverso vai além do mercado de criptomoedas

Já ficou bem claro que o Metaverso vai além da indústria de criptomoedas e se tornou um tema de interesse mundial após Mark Zuckerberg anunciar que modificou o nome de sua holding, então Facebook para agora Meta, fazendo elogios para o novo universo virtual.

Mesmo que indiretamente, a indústria de criptomoedas foi a maior beneficiada, pois alguns projetos ganharam uma maior evidência, como os tokens nativos Decentraland (MANA) e The Sandbox (SAND).

Ainda que as plataformas tenham como foco exclusivo a construção de universos digitais por parte dos seus usuários, como aquisição de terrenos virtuais, esses games estão servindo como porta de entrada para uma nova existência humana, que ficará dividida entre a realidade e a imaginação de um novo grupo de criadores.

Axie Infinity teve um papel fundamental

A Axie Infinity (AXS), foi pioneira na aproximação destes dois mundos paralelos, tornando real a possibilidade de ganhar dinheiro a partir dos jogos eletrônicos, graças a tecnologia blockchain e os NFTs. Desde então muitos games se apresentaram como alternativa ao sistema tradicional, com a frase épica “play to earn”.

Além do Axie Infinity, Alien Words foi mais um dos jogos playtoearn que fez muito sucesso ao longo de 2021, sendo que ao longo do ano foi alternando a liderança com Splinterlands. Foi desenvolvido com base na blockchain WAX, que é uma rede com exclusividade para taxas de transação com baixos custos.

Também não requer um alto investimento para começar a jogar, onde apenas o player precisa configurar uma carteira digital e a abastecer com pelo menos 10 unidades de WAX, que na cotação atual equivale a R$ 4.

The Sandbox

Por fim, vamos comentar sobre o sucesso de The Sandbox, que foi lançado em 2011 e que se baseou no modelo tradicional de videogames. Logo chamou a atenção e atingiu a marca de 40 milhões de downloads na sua versão mobile.

O sucesso do jogo veio graças aos seus usuários, pois foram estes que criaram 70 milhões de ativos dentro do jogo. Sandbox passou a constituir um metaverso descentralizado e com foco na tecnologia blockchain.

Qualquer usuário hoje pode criar jogos que sejam hospedados no Metaverso, como The Sandbox que se utiliza da ferramenta Game Maker, onde não é necessário nenhum conhecimento prévio de programação e com um grande incentivo para artistas digitais, que inclusive vendem as suas NFTs no espaço. 

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts