Os bancos também começaram a fixar suas atenções para a ascensão do Metaverso. Dessa vez, tivemos o Banco Inter que divulgou um relatório onde destaca o potencial das criptomoedas e sobretudo do Metaverso. Este não é o primeiro relatório do banco que destaca o universo das criptomoedas, no qual aqui já está listado alguns fundos e ETFS que foram recomendados para os investidores da fintech. É muito importante destacar que o Metaverso foi impulsionado após o movimento do Facebook, empresa que mudou o nome de sua holding para Meta. Assim como o que aconteceu no caso do FB, é esperado que o WhatsApp e o Instagram em breve criem uma marca deste novo mundo para apresentar aos usuários. Banco Inter acredita na união entre as criptomoedas e Metaverso No seu relatório “Inter: Research: CriptoWorld”, o banco digital publicou um relatório sobre o mercado que está inserido o Metaverso. De acordo com a equipe de pesquisas do banco, a decisão do Facebook de entrar no setor pode ser apenas o início desse movimento das empresas de tecnologia neste setor. E segundo o entendimento dos pesquisadores, o Metaverso não se destaca apenas pela possibilidade de utilizar óculos em uma realidade virtual, mas sim pela sua aplicação na tecnologia blockchain e da criação de universos que garanta sim regras rígidas, mesmo em um universo descentralizado. Também entraram nas explicações do relatório do Banco Inter alguns projetos descentralizados de destaque, como a Axie Infinity e a Decentraland, que são jogos nativos em blockchain e de grande sucesso. E em alguns países com salários muito baixos, como Venezuela e Haiti, esses ganhos já pagam as contas do dia. Desafios que a tecnologia blockchain já conseguiu resolver O principal desafio que a tecnologia blockchain nos colocou foi solucionar este contexto de que o Metaverso se posiciona como uma estrutura que garante os incentivos corretos para que os desenvolvedores sigam aprimorando as plataformas com o crescimento da descentralização. Outra grande vantagem das criptomoedas e que se aplica ao Metaverso é a construção de pontes desses mundos digitais para a nossa realidade, como o uso dos contratos inteligentes. Além disso, o uso das criptomoedas em ambientes digitais já foi uma das primeiras pontes criadas entre as tecnologias. E o Metaverso sendo um ambiente digital, faz com que o Banco Inter acredite que as criptomoedas façam em algum momento parte desse ecossistema e com o intuito de se conectar com o mundo real. Os jogos em NFTS, como Axie Infinity, deverá ser uma ponte entre o Metaverso e as criptomoedas, atraindo novos usuários para a economia digital e que gera recompensas devido a sua escassez, algo que não é característico da economia fiduciária. O relatório do Banco Inter inclusive pode ser conferido na íntegra em seu site oficial. Outra notícia de impacto do Inter, é que assim como o seu rival Nubank, a fintech está preparando o processo para lançar os papéis na Bolsa de Valores dos Estados Unidos, a Nasdaq.

Banco Inter faz elogios ao potencial do Metaverso

Os bancos também começaram a fixar suas atenções para a ascensão do Metaverso. Dessa vez, tivemos o Banco Inter que divulgou um relatório onde destaca o potencial das criptomoedas e sobretudo do Metaverso.

Este não é o primeiro relatório do banco que destaca o universo das criptomoedas, no qual aqui já está listado alguns fundos e ETFS que foram recomendados para os investidores da fintech.

É muito importante destacar que o Metaverso foi impulsionado após o movimento do Facebook, empresa que mudou o nome de sua holding para Meta. Assim como o que aconteceu no caso do FB, é esperado que o WhatsApp e o Instagram em breve criem uma marca deste novo mundo para apresentar aos usuários.

Banco Inter acredita na união entre as criptomoedas e Metaverso

No seu relatório “Inter: Research: CriptoWorld”, o banco digital publicou um relatório sobre o mercado que está inserido o Metaverso. De acordo com a equipe de pesquisas do banco, a decisão do Facebook de entrar no setor pode ser apenas o início desse movimento das empresas de tecnologia neste setor.

E segundo o entendimento dos pesquisadores, o Metaverso não se destaca apenas pela possibilidade de utilizar óculos em uma realidade virtual, mas sim pela sua aplicação na tecnologia blockchain e da criação de universos que garanta sim regras rígidas, mesmo em um universo descentralizado.

Também entraram nas explicações do relatório do Banco Inter alguns projetos descentralizados de destaque, como a Axie Infinity e a Decentraland, que são jogos nativos em blockchain e de grande sucesso. E em alguns países com salários muito baixos, como Venezuela e Haiti, esses ganhos já pagam as contas do dia.

Desafios que a tecnologia blockchain já conseguiu resolver

O principal desafio que a tecnologia blockchain nos colocou foi solucionar este contexto de que o Metaverso se posiciona como uma estrutura que garante os incentivos corretos para que os desenvolvedores sigam aprimorando as plataformas com o crescimento da descentralização.

Outra grande vantagem das criptomoedas e que se aplica ao Metaverso é a construção de pontes desses mundos digitais para a nossa realidade, como o uso dos contratos inteligentes. Além disso, o uso das criptomoedas em ambientes digitais já foi uma das primeiras pontes criadas entre as tecnologias.

E o Metaverso sendo um ambiente digital, faz com que o Banco Inter acredite que as criptomoedas façam em algum momento parte desse ecossistema e com o intuito de se conectar com o mundo real.

Os jogos em NFTS, como Axie Infinity, deverá ser uma ponte entre o Metaverso e as criptomoedas, atraindo novos usuários para a economia digital e que gera recompensas devido a sua escassez, algo que não é característico da economia fiduciária.

O relatório do Banco Inter inclusive pode ser conferido na íntegra em seu site oficial. Outra notícia de impacto do Inter, é que assim como o seu rival Nubank, a fintech está preparando o processo para lançar os papéis na Bolsa de Valores dos Estados Unidos, a Nasdaq.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts