Kart Racing League e a economia blockchain

KRL (Kart Racing League) é um ambiente inspirado em Sonic onde qualquer um pode ganhar tokens através de um jogo de habilidade e contribuições ao ecossistema. Os jogadores podem correr com outros jogadores através de um formato multiplayer, podendo também colecionar, negociar e evoluir seus personagens NFT jogáveis.

Ao combinar os melhores elementos de um arcade eletrizante e corridas de kart em um ambiente competitivo, o Kart Racing League permite que os jogadores se enfrentem online em corridas multiplayer intensas, em pistas brilhantes, coletando power-ups e aumento de velocidade ao longo da pista de corrida.

Nesse sentido, a principal diferença entre Kart Racing League e um jogo tradicional de kart é a economia blockchain, que é projetada para recompensar jogadores por suas contribuições ao ecossistema. Este novo modelo de jogo é comumente chamado de “play-to-earn” pela indústria criptográfica.

Veja também: Thetan Arena, um jogo baseado em blockchain

Com isso, os jogadores podem receber tokens por:

  • Competir em corridas multiplayer online para ganhar prêmios de tabela de classificação;
  • Evoluir personagens e realizar sua venda no marketplace;
  • Colecionar e especular sobre os personagens de melhor desempenho com base em seu conjunto de atributos, atribuídos aleatoriamente;
  • Realizar o farming de Essence of Creation (EoC), item necessário para evoluir os personagens. ele pode ser vendido em exchanges, como a Uniswap e Sushiswap.

Além disso, os jogadores podem ganhar um token de governança, o KRL, que representa uma fatia real do universo do jogo, pois tem direitos de governança e compartilhamento de taxas embutidas. 

De acordo com os dados da plataforma TradingView, atualmente, o valor do token KRL está cotado em US $1,33, tendo atingido seu pico histórico ao final de novembro deste ano, no valor de US $4,95.

Kart Racing League e a economia blockchain
TradingView – Token KRL

Uma vez que os jogadores podem ganhar este token através do jogo, surge a missão “Ready Player One” onde eles podem ganhar uma parte do universo. Contudo, estas missões não são do tipo “vencedor leva tudo”, ao invés disso, cada jogador é recompensado baseado em sua habilidade e esforço.

O gameplay de Kart Racing League

Como foi dito anteriormente, Kart Racing League é um jogo bastante inspirado em Sonic, assim como no jogo mais popular do gênero, o Mario Kart. No entanto, ao levar para o lado “blockchain” do jogo, seus NFTs são bastante inspirados no jogo play-to-earn mais popular até então, o Axie Infinity.

No jogo, os jogadores utilizam personagens 3D ou NFTs Racer para competir nas corridas. Estes “Racers” são “anfíbios amantes de velocidade”, pertencentes a uma realidade alternativa chamada reino Koopa. Esses seres foram forçados a deixar suas casas, sendo depois teletransportados para a Terra.

Sendo assim, por ser um NFT, cada “Racer” é único, com diversos atributos, como Speed (velocidade), Mass (massa), Handling (manuseio), Durability (durabilidade) e Acceleration (aceleração). Os jogadores podem comprar esses NFTs no marketplace, contudo, os jogadores podem se inscrever na opção free-to-play ou com uma bolsa de estudos.

Por fim, cada corrida terá até 8 jogadores competindo uns contra os outros em uma série de volta. Os jogadores podem utilizar cinco power-ups na corrida, os quais possuem diversas funções. Estes power-ups podem ser Repair (reparo), Bullets (balas), Guard (proteção), Missile (míssil) e Turbo.

Mecânicas play-to-earn: EoC e tokens KRL

As mecânicas play-to-earn permitem os jogadores ganharem em múltiplas formas. Por um lado, eles podem competir em corridas multiplayer para as melhores classificações. Os vencedores de cada corrida receberão recompensas na forma de Essence of Creation (EoC), a moeda do jogo.

Com isso, eles podem evoluir seus personagens, podendo também vender no marketplace. Toda vez que um personagem é evoluído, uma versão melhorada com atributos melhores será criada. Para isso, os jogadores precisarão de EoC. Um único Racer pode passar por três estágio de evolução: Natural, Fledgling (novato) e Champion (campeão).

Além disso, os jogadores mais bem ranqueados no sistema de ranqueamento da temporada irão ganhar tokens Kart Racing League (KRL). Contudo, não é possível que vencedores levam todo o sistema. Por ser um token de governança ERC-20, o token KRL dá aos detentores direitos de governança e recursos de compartilhamento de taxas.

É importante informar que os jogadores também podem realizar o staking de seus tokens para ganhar recompensas. Além disso, os jogadores podem emprestar seus NFTs a outros jogadores no mercado para ganhar renda fixa.

Atualmente, a Blue Monster Games Inc relançou os tokens KRL na blockchain Polygon, o objetivo era reduzir as taxas de gás. Já os NFTs Racer utilizam o padrão ERC-721 da Ethereum, sendo cada um único, garantindo direito de propriedade dos jogadores sobre ele.

Veja também: Conheça a plataforma de jogos blockchain MOBOX

Sucesso do Kart Racing League

Recentemente, a Blue Monster Games, desenvolvedora do jogo, anunciou que, apenas após 5 dias do lançamento, o jogo alcançou o impressionante número de 500.000 mil jogadores em Kart Racing League. Esses valores indicam o sucesso que jogos blockchain e o mercado NFT têm atingido nos últimos anos.

Além disso, algo que conta é que Kart Racing League foge do padrão dos últimos jogos play-to-earn lançados, sendo o primeiro jogo de kart a ter uma economia baseada em blockchain. Um outro ponto é que, para atingir tais números, o game realizou extensas campanhas de marketing para divulgar o jogo.

Segundo a desenvolvedora do game, a venda da criptomoeda e NFTs levantou US$ 7,5 milhões. A promessa é de que o jogo seja capaz de movimentar milhões de dólares em um curto prazo.

Conclusão

Jogos play-to-earn, que envolvem uma economia baseada em blockchain, tem gerado grande sucesso nos últimos tempos. Os motivos são óbvios: ter a oportunidade de jogar e, ao mesmo tempo, ter um tipo de renda é de fato muito atrativo para diversos jogadores, até mesmo investidores.

Contudo, o que vemos regularmente em relação a jogos blockchain é uma saturação de gênero, sendo RPGs, jogos de cartas, nem sempre é um jogo mais elaborado. Kart Racing League rompe com esse padrão, trazendo um gênero bastante consagrado e divertido, mas sendo uma novidade no modelo play-to-earn.

Sendo assim, os resultados até agora refletem o potencial que o jogo possui, tendo expectativa de atingir patamares ainda mais altos. Para aqueles que não querem perder a oportunidade de ganhar dinheiro através de jogos, é bastante recomendável criar sua conta na Kart Racing League e começar a correr.

Veja: também: Cinco jogos em blockchain para ficar de olho em 2022

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts