Espanha dá prazo para que bancos e bolsas operem legalmente com o Bitcoin

Espanha dá prazo para que bancos operem legalmente com o Bitcoin

O Bitcoin deve quebrar mais uma barreira do sistema financeiro tradicional, mostrando a força do mundo das criptomoedas. O episódio da vez foi na Espanha, onde os bancos tradicionais foram permitidos de oferecer a compra e venda de Bitcoin e outras criptomoedas para os seus clientes.

A liberação foi dada por meio de uma publicação do Banco Central Espanhol e foi notificada através de redes sociais e site do Banco da Espanha, que avisa que já existe um formulário onde os bancos e prestadores de serviços precisam preencher para que possam ser permitidos de operar com os criptoativos.

Pessoas jurídicas também poderão usar Bitcoin na Espanha

As pessoas jurídicas também vão poder realizar movimentações financeiras com o Bitcoin, também podendo realizar as suas candidaturas através de um formulário eletrônico. As normas são um pouco diferentes para as pessoas físicas.

O Banco Central Espanhol esclareceu que será feito um registro dentro dos termos da lei 10.210 de 28 de abril, que previne a lavagem de dinheiro e o financiamento do terrorismo na Espanha.

Bancos realizando a venda de BTC

A liberação já era esperada por instituições financeiras e operadoras de criptomoedas na Espanha. O único que ainda estava sendo esperado, era a divulgação da documentação necessária para cadastrar uma lista de organizações que desejam realizar a compra e venda da criptomoeda.

O regulamento já havia sido anunciado pelo Banco Central da Espanha em junho deste ano, porém foi somente neste mês que a instituição deu maiores declarações sobre os marcos regulatórios. Como são bancos, seguramente precisarão fazer tudo conforme a regulamentação do Governo local.

Vários bancos locais já teriam entrado em contato para buscar maiores informações sobre o processo. Porém ainda não existem informações de quantos foram os bancos que solicitaram informações ao Banco Central Espanhol sobre a regulação das criptomoedas.

Europa já é o maior mercado de criptomoedas do mundo

Esse movimento dos bancos espanhóis só mostram como a Europa está avançando cada vez mais no mercado de criptomoedas, já estando inclusive na frente da China, que caiu muito após os anúncios do banimento do Bitcoin e dos Estados Unidos, que até pouco tempo estava na primeira posição do ranking.

Se acredita que o montante negociado em criptomoedas na Europa já corresponde a um quarto do total de criptoativos no mundo, que hoje representa 2% de toda a oferta monetária no planeta. Entre as categorias que mais estão se destacando no continente, houve um significativo avanço das finanças descentralizadas.

Algumas corretoras descentralizadas e empresas de empréstimos em criptomoedas, acabam contribuindo para o constante avanço na região, sobretudo em casos como da Nexo, que já busca expandir as suas atividades para os Estados Unidos,

A Espanha é um dos países mais desenvolvidos do continente europeu e isso explica uma procura da sua população e instituições financeiras pelo que existe de mais moderno no mundo financeiro. Hoje o Reino Unido é o maior mercado da Europa em compra de Bitcoin e criptomoedas, seguido da Alemanha, Holanda e Suíça.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts