elon musk

Da falência ao sucesso: Como Elon Musk construiu um patrimônio de US$200 bilhões?

Elon Musk nasceu em 1978, em Pretória, na África do Sul. Quando terminou a escola, ficou indeciso sobre qual curso escolher na sua graduação, em especial estava dividido entre engenharia, física e até economia.

Mudou-se então para o Canadá, em 1889, onde iniciou sua graduação na Queen’s University, localizada em Kingston. Elon Musk diz ter aprendido algumas coisas muito importantes durante sua vivência na Universidade, entre elas, foi trabalhar com pessoas inteligentes, e por meio do método socrático realizar interesses em comum.

Cursou bacharelado em física e economia em 1995 na Universidade da Pensilvânia e começou seu doutorado em física energética na Universidade de Stanford no mesmo ano. Apesar disso, Elon Musk decidiu trancar seu curso e iniciar sua vida no empreendedorismo, onde faria anos depois tanto sucesso.

Começou sua primeira empresa aos 24 anos juntamente com seu irmão mais novo. A Zip2 Corporation foi sua primeira entrada ao mundo dos empresários. Foi a partir daí que Elon Musk acabou se tornando um crítico do sistema de ensino tradicional, principalmente em relação à figura da Universidade.

Mesmo formado e até começado um doutorado, Elon Musk afirma que vê a Universidade mais como um local para você se provar que consegue realizar tarefas do que necessariamente um local de aprendizado de fato. Para sustentar essa tese, discursa a favor de Larry Ellison, Bill Gates e Steve Jobs, que por sua vez, foram pessoas que fizeram história sem mesmo ter cursado uma Universidade.

Com essa primeira empresa que foi a Zip2 Corporation, Elon Musk acabou acumulando alguns milhões, através do fornecimento de conteúdo para grandes jornais. Mas acabou vendendo ela para a Compaq no valor de US$22 milhões.

Mais tarde Elon Musk acabaria por criar o que conhecemos hoje como a Paypal, que no ano 2000 surgiu a partir da fusão da Confiniti e a X.com, que foi a empresa anteriormente criada por Musk. 

Hoje nem é preciso dizer que o Paypal acabou se tornando um sucesso e se tornou ao longo do tempo o principal serviço de transferência de dinheiro de forma totalmente online no mundo com o passar dos anos.

A valorização do Paypal foi enorme, o que rendeu a Elon Musk seu primeiro patrimônio bilionário. Acabou anos mais tarde vendendo o Paypal para a eBay, no valor de US$1,5 bilhões. Foi a partir dessa fortuna que Elon Musk criou 3 novas empresas, entre elas, a Tesla, que lhe traria o posto de homem mais rico do mundo em 2021.

SpaceX e Tesla: Da falência ao sucesso

Elon Musk começou sua jornada na SpaceX em 2002. Elon Musk conta que não queria no começo o apoio e investimento de amigos, uma vez que não queria colocar o dinheiro de mais ninguém em risco sem ser o seu próprio.

Elon Musk quase chegou a falir a SpaceX, uma vez que para um lançamento de foguete bem sucedido, ele tinha como orçamento 3 tentativas viáveis antes que o dinheiro em caixa se acabasse, que era de US$180 milhões.

Esse dinheiro foi colocado metade entre as 3 empresas de Musk: Tesla, SpaceX e Solar City. Elon Musk conta que pensou que iria ficar muito bem na época, afinal, US$90 milhões parecia ainda muito dinheiro. As coisas acabaram não funcionando como ele esperava, demorando e custando mais do que se imaginava.

Foi então que Elon Musk colocou os US$90 milhões restantes nas 3 empresas para que elas não fechassem as portas e seu aluguel acabou sendo pago com o dinheiro emprestado de alguns amigos.

2008 não foi um ano difícil apenas para Elon Musk como também para a maioria dos investidores, uma vez que foi o período da grande crise de subprime, que contou com o derretimento das bolsas de valores e o caos no sistema financeiro mundial.

Nesse mesmo ano, Elon Musk teve 3 tentativas falhas de lançamento de seu foguete de forma consecutiva. Em 2008 a Tesla ficou prestes a abrir falência, fechando a rodada de investimentos às 18 horas do dia que era o Natal.

Ali seria o último dia possível para conseguir uma recuperação, caso contrário, Elon Musk afirma que abriria falência da Tesla 2 dias depois do feriado religioso. Aquele ano acabou acontecendo de tudo para ele, inclusive seu divórcio.

Se as coisas tivessem saído um pouco só dos eixos, Tesla e SpaceX estariam falidas. Foi então que havia sobrado algo em torno de US$30 a 40 milhões para Elon Musk, que tinham 2 opções: Salvar uma das empresas e falir a outra, ou ainda dividir o valor entre as duas e correr o risco de perder as 2 companhias. Foi a segunda opção que Elon Musk escolheu.

Após os 3 lançamentos falhos da SpaceX, foi difícil até mesmo juntar peças e recursos para financiar a quarta tentativa, que se não tivesse sucesso, acabaria enterrando de vez a SpaceX.

Nessa nova tentativa, era tudo ou nada para a SpaceX, então Elon Musk foi atrás de conseguir o apoio dos melhores engenheiros chefes para foguetes, mas sem sucesso. Foi então que ele mesmo foi o engenheiro chefe desse projeto.

Para isso, Elon Musk teve que aprender muita coisa sozinho, pois apesar de sua formação em física, não era suficiente para o que ele estava lidando. Essa necessidade de ser autodidata surgiu por conta da falta de uma formação como engenheiro aeroespacial, que era algo que seria muito importante para Musk naquele momento.

Basicamente, Elon Musk estava buscando sucesso naquela área sem saber nada de foguetes e sem antes ter construído nada. Realmente foi uma missão um tanto quanto complicada para ele.

O quarto lançamento de Musk acabou sendo um sucesso, e todos da equipe comemoraram. Afinal, não teriam recursos para conseguir realizar um quinto. Foi a partir daí que as coisas começaram a dar certo para Elon Musk.

A ascensão da Tesla

Elon Musk sempre foi fascinado pela ideia dos carros elétricos, e foi a partir daí que surgiu sua vontade de atuar nesse meio. No ano de 2003 a Tesla era apenas uma empresa de garagem. Ele embarcou nessa a convite de 2 homens: Martin Eberhard e Marc Tarpenning.

A empresa se encontra nos EUA, dessa forma, era um desafio bastante complicado que Elon Musk tinha em seu caminho. Precisava se destacar no setor de carros elétricos, enquanto o país tinha uma cultura massivamente idealizada sob a ótica da gasolina.

A partir de 2006 a Tesla começou a lançar seus primeiros modelos, com carros que custavam a partir de US$90 mil, mas que tinham uma alta tecnologia. Os modelos foram Roadster, S e X.

Em 2010, a Tesla conseguiu se tornar a segunda empresa automotiva a conseguir abrir capital na bolsa de valores, ficando atrás apenas da Ford. Em 2017, com o barateamento de veículos, surgiu o modelo mais barato da empresa, que era o Model 3, em torno de US$35 mil. Nesse mesmo ano, General Motors e Ford acabaram sendo superadas em valor de mercado pela Tesla.

Veja também: Tesla no S&P 500: O que muda no mercado financeiro?

Elon Musk se torna o homem mais rico do mundo

Durante o dia 7 de janeiro de 2021, Elon Musk se tornou o homem mais rico do mundo, ultrapassando Jeff Bezos, que é dono da Amazon, por conta de uma escalada incrível em 2020 de sua fortuna, que chegou a se multiplicar em 5 vezes no ano.

Com certeza já está sendo um 2021 incrível para Elon Musk, que nos primeiros dias de 2021, já havia alcançado o nível de homem mais poderoso do mundo das finanças, através de uma fortuna em torno de US$188,5 bilhões naquele período e atualmente com uma fortuna de US$199 bilhões até o dia 22 de fevereiro, segundo o site Bloomberg.

O ranking foi atualizado pelo Bloomberg e avaliou a fortuna de Elon Musk em um valor equivalente a mais de R$1 trilhão. Só para se ter uma ideia desse valor, Elon Musk consegue, sozinho, ter uma fortuna equivalente a 66% do PIB da Rússia em 2020 e cerca de 62% do PIB de países como Canadá e Coréia do Sul para o mesmo ano.

Fortuna Elon Musk

O segundo colocado, Jeff Bezos, tem sua fortuna avaliada em aproximadamente US$190 bilhões, o que é cerca de US$9 bilhões abaixo de Elon Musk para o momento, porém Bezos ocupava o posto de líder deste ranking desde o ano de 2017.

Durante o ano de 2020, as ações da Tesla dispararam cerca de 743%, o que fez com que o fundador da companhia e também da SpaceX tivesse um aumento de sua fortuna em US$150 bilhões no período, um desempenho impressionante para qualquer empresário.

Tesla
Fonte: TradingView

O que chama a atenção da Tesla neste caso, não é o tamanho da quantidade de veículos fabricados frente às demais do mercado mais tradicionais. Mas sim, pela geração de valor incrível através de um número de vendas muito inferior a estas.

Para se ter uma ideia, a Volkswagen vendeu cerca de 11 milhões de veículos em 2020, enquanto a Tesla atingiu a marca de 499550 veículos, cerca de 450 abaixo da meta promissora de Elon Musk para o ano, que era de 500 mil.

Alguns fatores políticos também acabaram sendo favoráveis para que Musk chegasse no topo do ranking de forma mais acelerada. O presidente eleito nos EUA, Joe Biden, já se mostrou favorável ao uso e o aumento da utilização de carros elétricos, o que auxiliou as ações da Tesla a subirem após as eleições.

Além disso, um fator importante foi que a Tesla acabou entrando para o principal índice acionário dos EUA, o S&P 500, com estreia no dia 21 de dezembro do ano passado. Após o anúncio, os investidores iniciaram um rally incrível sobre as ações da companhia, o que auxiliou em tamanho desempenho.

Conclusão

Elon Musk é mundialmente conhecido não só pela sua riqueza que hoje possui, sendo o homem mais rico do mundo atualmente, mas também por ser cheio de ideias revolucionárias e bastante promissoras do ponto de vista tecnológico e de visão de criações futuristas.

Isso se intensifica ainda mais quando alguém com a mente como a de Elon Musk está associada a uma fortuna de US$200 bilhões. Sem dúvida isso abre espaço para que inovações ainda mais intrigantes possam ser exploradas ao longo do tempo, e algumas demandas humanas sejam sanadas.

A introdução da produção em massa dos carros elétricos, deve ser algo que Elon Musk ainda busca daqui pra frente, uma vez que as demandas pelas preocupações ambientais crescem a cada dia e alguns governos, com o Reino Unido, já planejam que apenas esse tipo de veículo seja disponibilizado para uso pela população no futuro.

Além disso, outro projeto, na mesma linha de criações futuristas de Elon Musk, foi trazido ao mundo através do projeto Starlink. A própria empresa por trás disso, a SpaceX, pertence a Elon Musk, e é pioneira em lançamentos de foguetes e desenvolvimento de tecnologia espacial, no que tange às relações privadas que estão inseridas neste setor.

Os empreendimentos de Elon Musk acabaram não apenas culminando que ele se tornasse o homem mais rico do mundo, como também transpareceu uma coragem incrível de empreender e de arriscar o tempo todo, servindo de inspiração como um dos maiores exemplos de sucesso em todo o mundo. 

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts