Mosaico (MOSI3)

XP e BTG indicam compra de Mosaico (MOSI3). Ações disparam!

A XP Investimentos e o BTG Pactual iniciaram a cobertura do papel da Mosaico (MOSI3) com recomendação de Compra e preço-alvo de R$ 38 e R$ 34, respectivamente. Na visão das duas, a empresa esta bem posicionada para se consolidar como principal assistente de compras dos consumidores, em um cenário de maior competição no e-commerce.

Para os analistas da XP, em relatório desta terça-feira (16), o crescimento do comércio eletrônico no Brasil, com poucos players detendo a maior parte do mercado, é positivo para a proposta de valor aos consumidores, já que oferece comparação de preços entre os principais varejistas, e também para seus clientes, uma vez que ela gera tráfego em seus marketplaces.

O relatório aponta que, atualmente, 51% do investimento das empresas na geração de tráfego das plataformas está concentrado no Google e no Facebook, o que pode ser uma oportunidade à medida que os marketplaces comecem a tentar diversificar os fornecedores e que aumentam os investimentos em marketing digital.

Também, como o principal custo da Mosaico (MOSI3) são justamente investimentos de marketing, os analistas estimam que a empresa ira representar cerca de 70% dos custos/despesas totais nos próximos anos, com algum controle sobre suas margens.

Além disso, a tese de investimento em Mosaico (MOSI3) é pautada pelas marcas fortes e consolidadas, como o Buscapé, lançado em 1999 e a Zoom em 2011. No acumulado, a empresa registrou quase 1 bilhão de visitas no ano passado.

Mosaico (MOSI3)- Valuation

Os analistas da XP ressaltam que, apesar da alta de 97% dos papéis logo após a estreia, em 5 de fevereiro, ainda há muito crescimento e valor a serem capturados pela frente. Desse modo, o crescimento anual médio de vendas estimado é de +48,5% entre 2020 e 2023, sem incorporar qualquer potencial aumento, resultante da implementação de conteúdo no site do Buscapé ou do início da oferta de cashback.

Do mesmo modo, o próprio BTG escreve, em outro relatório desta terça-feira, que o início de cobertura da Mosaico (MOSI3) segue o crescimento secular do setor de varejo online, que beneficiou várias empresas em cadeia.

Para os analistas, o otimismo com a plataforma reflete a exposição a esse crescimento, provendo tráfego para os clientes com conteúdo independente e diverso, além do modelo de negócios com poucos ativos e alta geração de caixa e oportunidades para explorar o cashback.

Além disso, eles também enxergam que os papéis da Mosaico encontram-se descontados frente à Méliuz (CASH3). Enquanto a primeira negocia a 8,3 vezes o múltiplo EV/Vendas estimadas para 2021, a segunda opera a 15 vezes o mesmo indicador.

Eles destacam que, após aumentos de capital de sucesso desde 2019, as maiores varejistas do Brasil têm balanço de pagamentos para investir em vendas online, com foco em estratégias de fidelização de clientes.

Em suma, perto das 15h53, os papéis da Mosaico (MOSI3) subiam 8,45%, a R$ 27,24. A ação acumula queda de 9% nos últimos trinta dias e alta de 42% nas últimas 52 semanas.

Veja também: MOSI3, dona de Buscapé e Zoom – Vale a pena entrar?

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts