WhatsApp tem serviço de pagamentos autorizado no Brasil

WhatsApp tem serviço de pagamentos autorizado no Brasil

Após um longo período de negociação, finalmente o WhatsApp Pay foi liberado e poderá operar no país. O serviço teve a autorização do Banco Central do Brasil e irá chegar para permitir transferências entre pessoas físicas.

Para esta primeira fase, os pagamentos vão estar disponíveis apenas para pessoas físicas, porém é intenção do WhatsApp e inclusive já foi anunciado que as próximas atualizações já podem incluir empresas.

O retorno do WhatsApp Pay aconteceu após quase 1 ano de suspensão

A proposta do WhatsApp foi encaminhada ao BC em junho de 2020, porém na ocasião o órgão financeiro regulador afirmou que o serviço necessita passar por “reavaliações” com uma maior garantia e menos exposição dos seus usuários a riscos, mais popularmente dizendo calotes.

Em agosto de 2020 a plataforma WhatsApp Pay foi liberada para uma primeira etapa de testes. Durante esse tempo de espera, houve o lançamento do Pix por parte do Banco Central, que se trata de um sistema de pagamentos instantâneo que foi amplamente adotado pelo sistema bancário nacional, tanto por pessoas físicas como jurídicas.

O WhatsApp Pay será habilitado pelo Facebook e pelo Facebook Pagamentos, uma subsidiária que foi autorizada pelo Banco Central. A parceria será com a Cielo, sendo que não haverá cobrança de taxas por parte do WhatsApp ou do Facebook para envio, ou recebimento de dinheiro para amigos e familiares.

Nessa primeira fase dos pagamentos, que já irá entrar em vigor no mês de maio, os usuários vão poder realizar pagamentos com cartão pré-pago, cartão de débito ou com um cartão de múltipla função.

WhatsApp Pay garante segurança para os seus usuários

O WhatsApp é baseado na tecnologia de criptografia ponto a ponto, assim como as transações que acontecem com criptomoedas, como Bitcoin e Ethereum. Os métodos de pagamentos vão contar com algumas camadas de proteção para o armazenamento de dados.

Uma das parceiras de pagamentos do WhatsApp Pay, a VISA, informa que todos os recursos são protegidos por tokens que impedem a exposição de qualquer tipo de informação sensível dos usuários durante as transações. Para cada dispositivo móvel ou desktop que for criado um acesso, será gerado um token único, como 2FA.

O operador de sistemas do WhatsApp, Matt Idema, se demonstrou muito empolgado com a novidade da empresa. “Estamos entusiasmados com a disponibilidade desse recurso. Vamos facilitar o recebimento e envio de dinheiro e que não poderia ser mais importante nesse momento, pois não só diminui a exposição aos riscos das pessoas na pandemia, mas também ajuda os entes queridos a se manterem conectados”.

Lista de bancos participantes e parceiros

Para usar o WhatsApp Pay, o usuário vai precisar fazer o cadastro de um cartão, de crédito ou débito, muito parecido ao que já acontece em empresas que têm contas de pagamentos. Algumas empresas já aderiram à solução. Veja abaixo quais são:

  • Banco Inter: Mastercard
  • Banco do Brasil: Visa
  • Mercado Pago: Visa
  • Next: Visa
  • Sicredi: Mastercard e Visa
  • Bradesco: Visa
  • Nubank: Mastercard
  • Woop: Conta digital do Sicredi, bandeira Visa
  • Banco Itaú: Mastercard
Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts