Preço da gasolina acumula alta de 30% desde janeiro de 2021

Preço da gasolina acumula alta de 30% desde janeiro de 2021

O preço da gasolina foi um dos que mais subiu ao consumidor ao longo de 2021 e com isso veio à tona as incertezas políticas que o país está atravessando. E além do aumento do combustível, também podemos citar o etanol que apresenta um valor médio de R$ 5,371 e que quando comparado ao fechamento de janeiro, já ficou 42% mais caro nos postos.

Com o preço médio da gasolina ficando 30% mais caro, diversos motoristas dos principais aplicativos de transporte desistiram de realizar as corridas, muito por conta do que recebiam em suas comissões pelas viagens não cobrirem os custos gerais da manutenção do veículo ao mesmo tempo de um combustível tão elevado.

Gasolina que estava abaixo de R$ 5 no início do ano, agora pode se aproximar de R$ 7 médio

O combustível custava em média R$ 4,816 no início do ano, e nos primeiros dias de setembro foi vendido à um preço médio de R$ 6,237 nos primeiros dias do mês de setembro, de acordo com um levantamento que foi realizado pela Ticket Log.

Em relação ao etanol, o mesmo apresentou o valor médio de R$ 5,371 quando comparado ao fechamento em janeiro, o que representa que ficou até 42% mais caro para a venda nos postos.

Assim como aconteceu em agosto, o preço da gasolina já começa em alta em todas as regiões brasileiras, sendo que isso também vale para o etanol. A gasolina, que não teve um reajuste nas refinarias desde a primeira quinzena de agosto, tem neste ínicio de mês o reflexo de uma alta de 1,1% do etanol anidro.

Gasolina mais cara do país está sendo comercializada na região Centro-Oeste

Para quem está precisando abastecer o carro na região Centro-Oeste, é quem irá sentir mais fundo na pele o aumento do preço da gasolina. Nesta região, a média já é de R$ 6,368, após o aumento de 1,60% que foi registrado no mês de agosto.

No Sul, o preço médio do combustível avançou 2,32%, sendo a maior alta do país, mesmo com a queda do valor médio na primeira quinzena do mês, estando cotado a R$ 6,049.

O preço do etanol mais caro fica na região Nordeste, com o preço médio de R$ 5,547, o que significa um avanço de 2,32% em relação ao ano passado. No Centro-Oeste, o litro mais barato está sendo comercializado à R$ 5,014.

Rio Grande do Norte teve o maior aumento do preço médio do combustível

O maior aumento do preço médio da gasolina por estado ficou para o Rio Grande do Norte, com um acumulado de 3,77% em relação ao fechamento do mês de agosto. Em nenhum estado tivemos um recuo do preço apresentado em agosto ou seja, as altas devem persistir até o final do ano, consequência do agravamento da inflação.

O Piauí é quem apresenta o valor da gasolina mais alto do país, atualmente em R$ 6,640, sendo que o Amapá tem o preço mais baixo, R$ 5,585.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts