Número de detentores de longo prazo de Bitcoin atinge recorde

Número de detentores de longo prazo de Bitcoin atinge recorde

O provedor de análises Glassnode apontou que o número de detentores de Bitcoin atingiu um novo recorde histórico, inclusive com estes mesmos detentores adquirindo um número ainda maior de BTCs, aumentando assim as suas posições.

Esses detentores de longo prazo, também parecem estar reduzindo os seus gastos ao mesmo tempo em que estão aumentando as suas posições, de acordo com um relatório recente que foi publicado pela Glassnode.

A análise mergulhou em métricas que são utilizadas para identificar a idade das moedas e que dominam os fluxos na cadeia em qualquer dia de negociação. A métrica também pode ser utilizada para identificar quando começa o processo de realização de lucros ou acumulação, de acordo com o que foi informado no relatório da Glassnode.

Período de gasto consistente com moedas

O período de gasto consistente com moedas começou em novembro de 2020 e só foi terminar entre abril e maio de 2020. A métrica “SVAB” caiu para 2,5% em volume diário desde o pico em que o BTC atingiu a sua máxima histórica em outubro, onde se observou que os detentores de longo prazo estão mais propensos a aumentarem suas posições.

Outro ponto citado pela Glassnode é que a oferta total mantida pelos detentores de curto prazo já está em uma baixa a alguns anos, atualmente em menos de 3 milhões de bitcoins.

O relatório aponta que ver o fornecimento de STH tão baixo enquanto o preço da última máxima histórica se mostrou um evento único. E embora os detentores de curto prazo tenham obtido lucros com a última máxima histórica, o mercado ainda não apontou que uma nova máxima histórica estaria descartada.

Poucos sinais de capitalização do Bitcoin

Os sinais indicam baixos níveis de capitalização, onde os touros ainda podem correr ainda mais antes de que esse ciclo de alta chegue ao fim. No último 12 de outubro, em uma reportagem que foi feita pelo CoinTelegraph, se sabia que os detentores de longo prazo de Bitcoin acumulam 13,3 milhões de unidades.

Também no início desta semana, o jornalista chinês Colin Wu tuitou em resposta à reportagem sobre o número de endereços diferentes de zero que atingiram durante o último recorde histórico.

BTC e ETH encontram faixa de suporte

Com a liquidação do mercado de criptomoedas que começou nesta última segunda-feira, o Bitcoin (BTC) caiu para US$ 55.600, porém uma ligeira recuperação aconteceu antes do início das negociações no continente europeu.

Ao mesmo tempo, o Ethereum (ETH) se recuperou e subiu 5% nas últimas 24 horas, sendo negociado acima de US$ 4.200. Esse preço atual significa que a altcoin mais valiosa do mercado também está em um processo para reduzir as perdas anteriores.

E como de costume, essa liquidação de Bitcoin acaba entusiasmando novas posições de alavancagem no mercado de criptomoedas, sendo que nas últimas 12 horas houve uma liquidação total de US$ 196 milhões somando todas as moedas negociadas em exchanges, sendo que o BTC foi responsável por uma liquidação de US$ 112 milhões. 

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts