Nova bandeira tarifária: Veja o que muda no valor da sua conta de luz

Nova bandeira tarifária: Veja o que muda no valor da sua conta de luz

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), anunciou na última terça-feira (31), a criação de uma nova bandeira tarifária que irá tentar conter a redução das reservas hídricas e ao mesmo tempo irá refletir em aumentos da conta de luz.

Ao mesmo tempo que a conta de luz está subindo, o Governo Federal anunciou uma série de medidas para que a população os ajude, como oferecer um bônus. Não é de hoje que temos um sistema de bandeiras tarifárias, que foi criado em 2015, uma época que também marcou o aumento das contas de luz.

O que é preciso saber sobre o aumento da conta de luz?

Quando as bandeiras tarifárias foram criadas, a ideia era tornar as variações nas contas de luz mais transparentes ao consumidor. Antes disso acontecer, aumentos no custo de energia eram apenas repassadas ao consumidor no ano seguinte.

Com a mudança, as variações desses custos irão ser refletidas nas contas mês a mês. Até o começo desta semana, se tinha conhecimento das seguintes bandeiras: verde, amarela, vermelha patamar 1 e patamar 2. E a partir de agora, se soma a Bandeira Escassez Hídrica.

A Aneel explicou que o sistema de cores das bandeiras foi inspirado nas cores de “um semáforo”. A ideia é incentivar o consumidor para que desacelere o consumo, de uma forma mais devagar que na fase amarela e na vermelha, impactando nos custos de geração.

Entenda o que significa a presença de cada uma das bandeiras

Vamos começar falando da bandeira verde. Ela aparece na conta de luz quando não existem condições que sejam desfavoráveis à geração de energia. Quando o consumidor recebe a conta de luz na bandeira verde, significa que ele terá menores custos.

Já a bandeira amarela sinaliza que algumas condições dificultam a geração de energia e por isso o custo médio é elevado. Esta tarifa tem um acréscimo de R$ 1,874 para cada 100 quilowatt a hora (kWh) que for consumido ao longo do mês.

Quando estamos na bandeira vermelha, significa que estamos nas piores condições de energia. O patamar 1 desta bandeira representa um acréscimo de R$ 3,971 para cada 100 quilowatt-hora (kWh) que forem consumidos. E quanto maior o patamar, maiores serão os custos para geração.

Quem define qual será a bandeira utilizada para a conta de luz?

A bandeira que irá aparecer na conta de luz do consumidor é definida mensalmente pela Aneel, que é a Agência do Governo responsável por regularizar, fiscalizar, transmitir, distribuir e comercializar a energia elétrica no Brasil.

As reuniões ocorrem todo o final do mês e definem a tarifa que irá aparecer na conta de energia do mês seguinte. Apesar de a criação da bandeira hídrica ter sido realizada pela Aneel, a Agência seguiu uma determinação da Câmera de Regras Excepcionais.

A Aneel também informou que a bandeira hídrica irá entrar em vigor já no mês de setembro, o que significa que já para o mês de outubro, o consumidor irá perceber um aumento da conta de luz.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts