MicroStrategy anuncia a compra de mais 5.050 bitcoins

MicroStrategy anuncia a compra de mais 5.050 Bitcoin

Michael Saylor, que é fundador e CEO da MicroStrategy, anunciou através da sua conta do Twitter, que a empresa acaba de adquirir mais R$ 1,26 bilhão em Bitcoin, o que na cotação atual significa 5.050 bitcoins.

A operação teve um preço médio de US$ 48.099,00, que no momento está em uma leve queda nos últimos dias que chega a 14% e assim o ativo digital fica cotado em US$ 45.000,00.

Dessa forma, a MicroStrategy chega a impressionante marca de 114.042 BTCs, sendo que esta é a instituição que mantém a maior posse de Bitcoin, sendo seguida pela Tesla, que tem Elon Musk como grande nome, que sob custódia tem 42.902 BTCs.

MicroStrategy começou a realizar compras de Bitcoin a pelo menos um ano

A MicroStrategy começou a realizar compras de Bitcoin há pelo menos um ano, sendo que em agosto do ano passado, a empresa comprou 21.454 BTC por 250 milhões de dólares e considerando que naquele ponto a moeda valia 11.500 dólares, a valorização durante a máxima histórica desse ano chegou a ser de mais de 500%.

Mesmo com algumas quedas naturais do Bitcoin mas que provocaram incertezas, a empresa continuou acumulando bitcoin e com compras no valor de milhares de dólares. Ao mesmo tempo, o CEO da MicroStrategy já realizou críticas à outras criptomoedas.

Neste momento, a MicroStrategy possui uma oferta de 0,54% de toda a oferta de Bitcoin, que no comparativo de todas as compras, teve um custo de aquisição médio de 27.713 dólares por unidade.

O investimento total já chega a 3,16 bilhões de dólares, que na cotação atual chega a 16 bilhões de reais. O lucro total já é de 60%, o que é um valor líquido de 1,9 bilhões de dólares.

Grandes empresas ao redor do mundo continuam adquirindo grandes quantidades em Bitcoin

Hoje mais de 1% da oferta total de Bitcoins está em posse de grandes empresas, como MicroStrategy, Tesla, Mercado Livre e Square. Algumas empresas também encenam com a entrada no mercado, como o Twitter que já está trabalhando para aceitar pagamentos em BTC.

E se for considerar as compras de repartições públicas e ETFs, esse montante já chega a 7%, o que mostra como a entrada de dinheiro institucional para o Bitcoin é cada vez maior e deve se mostrar cada vez maior nos próximos anos.

Michael Saylor é quem tomou a decisão de aportar a criptomoeda na empresa

Quem decidiu aportar em Bitcoin diretamente no caixa da empresa foi Michael Saylor e de fato essa estratégia vem se mostrando certeira. Mesmo com o risco de qualquer criptomoeda, o investimento está tendo um retorno positivo e alto.

Conforme mais empresas alocam o seu capital em Bitcoin  e devido a escassez desta criptomoeda que tem uma oferta total de apenas 21 milhões de unidades, é bem provável que a criptomoeda continue a subir, como fez recentemente chegando à US$ 50.000, porém caindo um pouco mais de 10%.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts