Site do Bitcoin criado por Satoshi Nakamoto completa 13 anos

Maior rede de cinemas do mundo aceita Bitcoin como pagamento

Alguns meses atrás, após o fenômeno da GameStop na Nasdaq, outra ação considerada “meme” despontou na Bolsa de Valores Americana. Foi a rede de cinemas AMC, que já acumula uma alta de mais de 1.500% no ano em suas ações. E seguindo várias empresas, agora a AMC irá aceitar Bitcoin como método de pagamento.

A revelação foi feita durante uma reunião nesta semana que definiu os resultados da empresa no último semestre, feito por Adam Aron, que é CEO da empresa. Assim o Bitcoin passa a ser associado a mais uma empresa que tem o seu capital aberto na NYSE.

AMC já irá aceitar o Bitcoin em 2021

Após um início de ano que foi bastante agitado, com reforço de investidores desconhecidos que compraram os papéis da empresa, agora a AMC está buscando uma forma alternativa de lucrar: Receber Bitcoin pelos seus serviços.

O Bitcoin passa a ser aceito nas redes de cinema da AMC já em 2021, como uma forma de pagamento para adquirir os ingressos. De acordo com o Bitcoin Magazine, o pagamento de concessões também ficará disponível com essa novidade e os clientes também vão poder pagar por comidas e bebidas com o BTC, como pipoca, doces e refrigerantes.

O CEO da AMC declarou que está estudando e entendendo melhor o mercado de criptomoedas, pensando em encontrar mais oportunidades de lucro para o seu negócio. Porém de entrada, apenas o Bitcoin irá ser aceito como pagamento de ingressos nas lojas. A forma de como isso irá acontecer ainda não foi divulgada.

Novidade por enquanto estará apenas nos Estados Unidos

Apesar da AMC ter mais mil redes espalhadas pelo mundo, por enquanto a novidade estará disponível apenas nos Estados Unidos e se espera que tenha bons resultados, afinal os norte-americanos são os maiores consumidores de criptomoedas no mundo.

No momento, a AMC não deixou claro se irá adquirir Bitcoin como uma reserva de valor para o estoque da empresa, assim como Tesla e MicroStrategy fizeram. Por enquanto, o BTC deve servir apenas como um método de pagamento.

Mesmo que não adquira Bitcoin como uma reserva de valor, a AMC se junta a várias empresas pelo mundo que começaram a trabalhar com o Bitcoin. Nos últimos dias, a luxuosa marca Philipp Plein anunciou que irá trabalhar com várias criptomoedas como forma de pagamento, incluindo o Bitcoin.

A aceitação do Bitcoin na América Latina

Se nos Estados Unidos a aceitação do Bitcoin por investidores institucionais está crescendo, aqui no Brasil e América Latina também já é possível citar várias situações positivas para as criptomoedas.

O exemplo mais chamativo foi o do Mercado Livre, que no início do ano passou a aceitar em anúncios de venda e compra de imóveis o Bitcoin como método de pagamento, ainda que a novidade seja restrita para clientes que estão na Argentina.

Porém a fintech não parou por aí e está prestes a aceitar o BTC para o Mercado Pago, onde os clientes recebem e pagam os produtos da plataforma, disponível também aqui no Brasil.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts