educação financeira

Jogos de tabuleiro que incentivam a educação financeira

O mercado pode parecer um pouco confuso de início, muitos termos são complicados e o estudo dos conceitos exige boa dedicação. Por isso se faz muito importante o ensino sobre educação financeira nas escolas e principalmente em casa.

Nesse sentido, ensinar e falar sobre finanças com crianças e jovens pode muito ajudá-los quando tiverem que ter a responsabilidade de administrar seus ganhos. Tanto na infância e adolescência quando recebem a mesada quanto na vida adulta quando recebem remuneração de seu trabalho.

Contudo, tais assuntos podem se tornar pouco convidativos dependendo do modo em que são abordados. Para isso não acontecer listamos 8 jogos que podem auxiliar você a ensinar seu filho sobre educação financeira e se divertir em família abordando assuntos importantes.

Veja também: Conheça Illuvium, game baseado em blockchain

Educação financeira e jogos de tabuleiro

Jogos de tabuleiro para aprender sobre finanças

Jogos além de divertidos, podem ser uma ferramenta educacional muito valiosa, pois conseguem cativar o interesse e a atenção da criança por mais tempo. Com isso e com a variedade de jogos que temos no mercado, temos a oportunidade de falar sobre diversos assuntos, entre eles, educação financeira.

Com isso, listamos aqueles que as crianças e adolescentes costumam jogar mais, ou seja, os queridinhos da maioria.

Banco Imobiliário

Recomendação:  a partir de 5 anos

Com a autorização da Hasbro, detentora dos direitos de venda do Monopoly, a Estrela lançou no ano de 1994 o Banco Imobiliário no Brasil. Assim como o original Monopoly, o Banco Imobiliário é um jogo de tabuleiro que gira em torno da compra e venda de imóveis, e o vencedor deve ser aquele que detém o maior número de posses.

O jogo tem diversas versões com imóveis nacionais e internacionais, e reúne regiões por preço em m². Versões mais recentes apresentam o dinheiro fictício em papel ou em cartão de crédito. O jogo tem a versão Júnior, que permite ser jogado por crianças a partir de 5 anos de idade.

O Banco Imobiliário é muito importante, pois através dele podemos ensinar sobre empréstimos, hipoteca e negociações.

O Jogo da Vida

Recomendação: a partir de 7 anos

O Jogo da Vida, lançado pela Estrela na década de 60, se difere do Banco Imobiliário à medida que não são apenas compra e venda consideradas para que o vencedor tenha sucesso.

No Jogo da Vida os jogadores são levados a experimentar momentos diferentes que caracterizam a vida de alguém até o momento de sua morte: escolha profissional, faculdade, casamento e perdas de diferentes formas. Esse é um jogo que ensina aos jogadores sobre finanças e sobre lidar com os imprevistos em geral.

Para que os jogadores tenham sucesso, temas como a importância do planejamento, da reserva de emergência e da correta aplicação do dinheiro, podem ser abordados no momento do jogo.

Tá O$$o

Recomendação: a partir de 7 anos

O Tá O$$o é um aplicativo disponível para dispositivos Android ou iOs que reúne temas e conteúdos que discutem comportamentos importantes para a vida financeira, como a administração consciente do dinheiro e o consumo excessivo.

Nele os jogadores são levados a um mundo “canino” em busca da independência financeira e devem tomar decisões conscientes sobre seus gastos. Para ganhar o jogo e avançar nas fases os jogadores devem saber organizar e planejar seus gastos.

Jogo da Mesada

Recomendação: a partir de 6 anos

Fabricado pela Estrela, o jogo da mesada é indicado para crianças. Nele os jogadores precisam lidar com empréstimos, compromissos e prejuízos sobre sua mesada.

Assim, é preciso cuidar da mesada da melhor forma possível, gastar conscientemente e fazer um bom planejamento de suas finanças para que o jogador seja vitorioso. Ganha quem tiver a maior quantia de dinheiro no fim do mês.

Dia de Mesada, Turma da Mônica

Recomendação: entre 5 a 12 anos

A Turma da Mônica é um desenho que está inserido na cultura e nos corações dos brasileiros, sejam crianças ou adultos. Dessa forma, para ensinar e abordar temas relacionados ao mundo das finanças, a Nig Brinquedos lançou o Dia da Mesada, Turma da Mônica.

O jogo proporciona conhecimentos e ideias para a criança aprender a como lidar com sua mesada. Com isso, as crianças podem aprender como ganhar, gastar conscientemente, trocar e poupar dinheiro para a compra das peças do tabuleiro. A proposta é que a partir do jogo, a criança possa aprender a administrar sua mesada.

Bons Negócios

Recomendação: entre 10 e 14 anos

O Bons Negócios é um jogo de cartas em que os jogadores são incentivados a negociar uma compra para descobrir quem consegue adquirir o produto pelo melhor preço.

Assim, na segunda etapa, os papéis se invertem e os jovens precisam vender seus produtos. Além disso, o jogo é composto de desafios que testam a capacidade de negociação dos participantes. Quem termina o jogo com mais dinheiro é o vencedor.

Veja também: Play-to-earn, o novo modelo de negócios dos jogos

Administrando o Seu Dinheiro

Recomendação: a partir de 8 anos

Administrando o Seu Dinheiro é um jogo de tabuleiro no qual os jogadores percorrem casas e precisam lidar com tarefas do dia a dia que podem aumentar ou diminuir o seu patrimônio.

Dessa forma, o intuito do jogo é administrar o melhor possível seu dinheiro ao longo das rodadas para que ele não acabe até o fim da partida. No jogo os participantes devem pagar suas contas, lidar com a compra e venda de produtos, o recebimento de salários, pedidos de empréstimos e outros.

O Pequeno Empresário

Recomendação: a partir de 6 anos.

O Pequeno Empresário é um jogo elaborado para pequenos empreendedores. Com isso, o dinheiro é igualmente dividido entre todos os participantes no início da partida.

Assim, os jogadores deverão cair sempre nas casas de sua própria cor; caso contrário, terão de girar a roleta para saber quanto irão pagar de aluguel ao dono da propriedade.

Por fim, o jogo só termina quando todos os jogadores forem eliminados. Vence aquele que terminar o jogo com mais dinheiro.

Conclusão

Educação financeira é um tema de relevante interesse para toda sociedade. Contudo, não basta apenas trazer o assunto para a escola e para as pessoas, é necessário também praticá-lo.

Nesse sentido, os jogos de tabuleiro são uma excelente forma de educar os jovens e crianças financeiramente, e o melhor de tudo, garantindo ainda que eles estejam se divertindo enquanto aprendem.

Afinal, educação financeira é a base que determina nossa sobrevivência financeira. Dado que gastar mais do que se arrecada é a receita do fracasso econômico.

Veja também: A importância da educação financeira infantil

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts