O mercado de Bitcoin se desenvolveu rapidamente no Brasil, criando uma comunidade forte, com muitas pessoas que colaboraram e ainda colaboram para o crescimento do ativo digital em terras brasileiras, seja através da criação de conteúdo ou produtos que facilitem a adoção.

O Bitcoin como ativo não depende de intermediários para existir. No entanto, o ativo precisa de pessoas o utilizando, oferecendo novas soluções e criando um mercado mais sofisticado para a entrada de ainda mais pessoas.

Essa lista não tem uma ordem de importância. Logo, isso não significa que quem está por último é menos importante do que quem apareceu primeiro. 

Disclaimer: Tenho certeza que faltam nomes igualmente importantes, listei alguns para acompanhar que são relevantes, sem ter a pretensão de parecer que estão todos aqui.

Safiri Félix

Safiri também esteve no começo do Bitcoin no Brasil. Foi CEO da Stratum, trabalhou na OriginalMy e na Consensys (empresa de tecnologia de software blockchain) como Desenvolvedor de Produto. Também trabalhou na Infomoney como apresentador do programa Bloco Cripto e produtor de um relatório quinzenal exclusivo para assinantes.

Atualmente, é presidente da ABCripto, associação das empresas brasileiras de criptomoedas. Safiri é ativo no Linkedin e em grupos de Whatsapp. 

Fellipe Sant’anna

Felipe Sant’anna é o fundador da Paradigma Educação e um dos melhores analistas e produtores de conteúdo sobre Bitcoin. Seus estudos ganharam notoriedade na comunidade internacional de cripto, chamando atenção inclusive da Coindesk, um dos portais de criptomoedas mais acessados do mundo.

Felipe também fundou a Paratii, que seria uma espécie de Youtube descentralizado. No entanto, em meados de 2018, o projeto foi descontinuado e o código ficou aberto para quem quisesse utilizar. É possível acompanhá-lo diariamente no Twitter e ver seu conteúdo no Blog da Paradigma.

João Paulo de Oliveira

João Paulo, o JP, foi um dos primeiros responsáveis a “tropicalizar” o Bitcoin. Ele começou fundando uma startup de pagamentos com Bitcoin até ser convidado para se tornar sócio da Foxbit, onde contribuiu para o crescimento da empresa até sua saída em 2017.

Após sair da Foxbit, se tornou sócio da XP Investimentos, onde ajudou a criar a corretora de criptomoedas do grupo, a XDEX. Atualmente, JP é fundador da Nox Bitcoin, empresa que atua com estratégias em produtos estruturados para Bitcoin – OTC, Market Making e plataforma de compra e venda de Bitcoin. João é bem ativo em grupos de Whatsapp e participa mensalmente de meetups sobre o tema

Daniel Duarte

Daniel Duarte é comprovadamente o melhor trader de Bitcoin no Brasil. Investiu tudo o que tinha no ativo digital em 2016 e conseguiu vender no pico da bolha de 2017. Daniel gosta de negociar em tendências, baseado em análises fundamentalistas de mercado.

Atualmente, Daniel tem um canal no Youtube com quase 1000 inscritos, onde posta vídeos educativos e também comenta suas estratégias e recomendações de trades para os próximos meses em Bitcoin.

Rodrigo Souza

Rodrigo é o dono da BlinkTrade, que por muito tempo foi a distribuidora da antiga plataforma da Foxbit. Ele foi responsável por criar uma tecnologia que era muito superior à existente no Brasil para a época, fato que ajudou a Foxbit a conquistar fatias de mercado.

Atualmente, Rodrigo distribui seu sistema para a corretora Bitcambio, uma das maiores do país. Ele também é administrador de grupos de Bitcoin no Facebook e Telegram, gerenciando uma das maiores comunidades do país. 

João Canhada

Canhada fundou, junto de Guto Schiavon, a Foxbit, que durante 4 anos foi a maior corretora de Bitcoin da América Latina. A Foxbit foi a primeira corretora de muitas pessoas e também desempenhou um grande papel na expansão da adoção de Bitcoin no Brasil, principalmente através de eventos e geração de conteúdos.

É possível acompanhar e se encontrar com o Canhada em alguns eventos do ecossistema de criptomoedas, blockchain, bitcoin e pagamentos. Suas redes sociais mais ativas são o Linkedin e Whatsapp.

Marcel Pechman

Marcel é analista e co-fundador do RadarBTC, o único site de análise de notícias de Bitcoin e Criptomoedas focado para pessoas que querem fazer trade. Saiu do mercado financeiro e entrou para as criptomoedas em 2017. esde então, se consolidou como um analista que vale a pena ser lido.

Você pode acompanhar as análises de Marcel no Twitter, no grupo do Radar BTC no Telegram e também no próprio site do Radar BTC, que possui ótimos relatórios sobre trade.

Daniel Coquieri

Coquieri foi um dos responsáveis por fundar a BitcoinTrade, que se consolidou como a segunda maior corretora do país. Daniel lançou sua plataforma em um momento bom, em que as principais opções do mercado estavam tendo problema com a alta demanda de clientes.

A BitcoinTrade, desde então, tem sido o primeiro contato de muitas pessoas com o Bitcoin. A plataforma é estável, segura e possui uma boa usabilidade.

Fernando Ulrich

Ulrich foi por muito tempo o melhor criador de conteúdo de Bitcoin no Brasil. Suas análises são bem sóbrias, e abordam o Bitcoin em um contexto um pouco técnico com um maior direcionamento para a área econômica. Também esteve de frente na XDEX, corretora de criptomoedas do grupo XP Inc.

Atualmente, Ulrich está direcionando seu canal para o mercado financeiro e análises econômicas, mas o economista ainda produz conteúdos sobre o ativo digital, embora com menos frequência do que antes. É possível acompanhá-lo no Twitter, Instagram e Youtube.

Narcélio Filho

Narcélio foi moderador de um dos maiores grupos de Bitcoin no Brasil. Ele ainda é muito ativo em grupos de Bitcoin no Facebook e no Whatsapp. Possui um conhecimento diferenciado sobre a tecnologia do Bitcoin.

Se você quer aprender com Narcélio, deveria fazer parte do grupo Bitcoin Brasil. Ele adiciona boas ideias através de posts e comentários. Também gosta de utilizar o Twitter.

Rosine Kadamani

Rosine fundou a Blockchain Academy em 2016, empresa focada em cursos de blockchain e desenvolvimento em criptomoedas. Recentemente, sua empresa foi contratada para dar treinamento a servidores do Dataprev, um dos órgãos de Previdência Social.

Seus cursos estão disponíveis na FIAP, Mosaico University e presencialmente na própria Blockchain Academy. Rosine é bastante ativa no Twitter e possui vários vídeos no YouTube.

Allex Ferreira

Conhecido como “Barão do Bitcoin”, apelido dado por Guto Schiavon (também nesta lista), Allex foi um dos primeiros a negociar Bitcoin em larga escala no Brasil, ainda em meados de 2011. Por muito tempo, chegou a competir com as principais corretoras do Brasil em volume.

Uma matéria na Vice em 2015 conta um pouco de sua história e personalidade. Seu blog “Barão do Bitcoin” tem muito conteúdo interessante sobre perspectivas do Bitcoin e regulamentação.

Andreza Alexandre (BitGirl)

Andreza foi uma das fundadoras da Nox Bitcoin. Seu canal no Youtube (BitGirl) possui conteúdo sobre a parte tecnológica de criptomoedas, protocolos e tutoriais.

Rocelo Lopes

Rocelo é fundador da CoinBR Stratum e foi um dos pioneiros de Bitcoin no Brasil. Também trabalha com mineração. Criou uma cesta de criptomoedas, o StratumBlue, que facilita o investimento no mercado. Você pode acompanhá-lo no Linkedin e em lives no Instagram.

Ray Nasser

Ray Nasser foi um dos primeiros brasileiros a montar uma operação profissional de mineração de Bitcoins. Possui grande conhecimento do mercado de mineradores.

É possível acompanhá-lo em algumas colunas no MoneyTimes e Infomoney. No entanto, é mais ativo em grupos de Whatsapp. Sua entrevista para o canal Bitcoinheiros é uma excelente forma de aprender sobre o mercado de mineradores.

Rafaela Romano

Rafaela é bem ativa em eventos na comunidade brasileira de Bitcoin. Participa do grupo Bitcoin Brasil e produz excelentes conteúdos educacionais em seu blog.

Daniel Fraga

Daniel Fraga foi um dos primeiros a falar “COMPRE BITCOIN” no Youtube, enquanto todos achavam que ele era louco. Foi promovido a uma espécie de “lenda” nas comunidades brasileiras de Bitcoin e criptomoedas, pois ajudou a expandir a adoção do ativo digital em uma época que ainda era pouco acessível. 

Lutou contra o abuso de autoridade por parte de juízes e policiais contra a liberdade de expressão. Conseguiu evitar um bloqueio de patrimônio, pois tudo o que tinha na vida estava em Bitcoin, reforçando uma das maiores características do ativo: inconfiscável. Daniel também é dono do site ExchangeWar, que lista as corretoras mais importantes do mercado.

Rodrigo Batista

Assumiu a corretora Mercado Bitcoin em 2013 como CEO e a transformou na maior empresa de ativos digitais do país. Deixou o comando da empresa em 2019 para criar a Ntokens, projeto focado na tokenização de ativos financeiros.

Níckolas Goline

Níckolas é desenvolvedor blockchain, fundou a Mineirama, empresa de mineração, e também foi responsável por escrever o curso de Bitcoin mais vendido do Brasil através da Infomoney. Atualmente, Níckolas procura desenvolver melhorias para o protocolo do Bitcoin.

Use Cripto

As meninas do Use Cripto (Carol Souza e Kaka Furlan) estão fazendo um ótimo trabalho no Instagram para provar que é possível usar mais Bitcoin e criptomoedas para pagamentos no cotidiano. 

Felipe Mica

Mica faz parte do ecossistema brasileiro de Bitcoin desde 2012. Fundou a Walltime, uma corretora de Bitcoin muito utilizada pela comunidade. Mica, como é mais conhecido, também participa muito dessas comunidades. 

Seu blog, Yepudda Productions, também possui um excelente conteúdo sobre dinheiro, economia e Bitcoin. 

Rudá Pellini

Co-fundador da Wise & Trust nos EUA. Começou a se envolver com Bitcoin em 2015 e em 2020 lançou o livro O Futuro do Dinheiro, onde além de entrevistar a maior parte dos membros dessa lista, buscou falar sobre como a tecnologia vai impactar no futuro do mercado financeiro e do dinheiro. Possui mais de 120 mil seguidores no Instagram, onde publica conteúdos diariamente.

Guto Schiavon (In Memorian)

Guto fundou a Foxbit junto com Canhada. Foi uma das primeiras pessoas a se preocupar com a adoção de Bitcoin no Brasil através de conteúdo educacional. Também foi bem ativo em comunidades e guiou muitas pessoas no primeiro contato com ativos digitais.

Fernando Oyo

Está no mercado desde 2012. Ajudou muitas pessoas no primeiro contato com Bitcoin. Possui artigos interessantes no Portal do Bitcoin.

Rafael Noguerol

Noguerol trabalhou na Walltime e também ajudou muitas pessoas na comunidade de Bitcoin. É ativo no grupo Bitcoin Brasil e atualmente está trabalhando em uma corretora de derivativos de criptomoedas, a EMX.

Stephen Kanitz

Kanitz é bem envolvido com o ecossistema de criptomoedas. Sempre tem uma interessante para fazer sobre Bitcoin, economia e risco de crédito de países e empresas. Você pode acompanhar suas análises em seu Facebook.

Victor Sá

Fundador do Portal do Bitcoin, o maior canal de informações sobre criptomoedas no Brasil. 

Renato Amoedo

Renato possui excelentes análises sobre Bitcoin e economia. É bem ativo na comunidade brasileira de Bitcoin.

Wagner Silva

Criador do site Cointradermonitor, que virou a principal referência para consultar o volume movimentado de Bitcoins no Brasil. O Cointradermonitor também possui excelentes relatórios sobre o volume de Bitcoin no Brasil.

Quer conhecer algumas dessas pessoas na lista? Participe dos nossos Meetups.

A Nox Bitcoin promove Meetups mensais para que a comunidade de Bitcoin possa participar e discutir sobre diferentes temas que abrangem desde Bitcoin, até Economia, Finanças e Investimentos.

Write A Comment