Flash crash: Entenda este evento curioso do mercado financeiro

Flash crash: Entenda este evento curioso do mercado financeiro

Na última quinta-feira (21), um dos eventos mais curiosos do mercado financeiro aconteceu. O Bitcoin sofreu uma variação agressiva e repentina, da ordem de segundos. O valor da principal criptomoeda do mercado caiu de US$65.500 para US$8.200 nesse período.

Inclusive, durante esta queda, um trader atento (talvez sortudo), conseguiu comprar um Bitcoin pelo valor de US$11.000 na recuperação. Esse evento de queda repentina e rápida é chamado flash crash. Sendo assim, neste artigo, ire falar um pouco sobre um curioso evento do mercado financeiro.

O que é um flash crash?

Podemos definir um flash crash no momento em que os preços de um título caem por um período de tempo antes de rapidamente entrarem num período de recuperação. Desse modo, embora alguns investidores gostem de flash crash mais que outros, a importância da volatilidade nas negociações é indiscutível.

Na era digital, a negociação entre humanos é substituída por computadores, que negociam e efetuam transações através de algoritmos. Estes, buscam lucrar realizando milhões de ordens automáticas em margens minúsculas. Como resultado, a importância do tema volatilidade vem crescendo.

Contudo, ocasionalmente, essa mesma volatilidade transforma o que é considerado como uma flutuação normal em um declínio rápido e repentino. No geral, um típico flash crash acaba antes que a maioria das pessoas perceba que ele aconteceu. Eles acontecem por apenas alguns segundos ou minutos, embora alguns tenham durado mais tempo.

Ativos que pedem valor devido a um flash crash, tendem a recuperam a maior parte de forma rápido. No entanto, alguns falham em recuperar todo o valor perdido, devido a velocidade de queda e recuperação, o que faz com que alguns especialistas considerem o flash crash como uma explosão extrema de volatilidade.

Por outro lado, as causas de alguns flash crashs e a vasta soma de dinheiro que foram perdidas por investidores  durante esses eventos, sugerem algo completamente diferente. Veremos adiante as possíveis causas para que um flash crash aconteça.

Veja também: Período de silêncio no mercado financeiro, você sabe o que é?

Causas de um flash crash

Existem diversas razões pelas quais um flash crash pode acontecer. Nesse sentido, tanto humanos quanto computadores possuem participação. Irei, primeiro, analisar os motivos pelos quais humanos podem causar um flash crash em determinado título e, em seguida, os computadores.

Causa Humana

Em alguns casos, flash crashs foram ocasionados por uma negociação acidental realizada por um humano. Isso pode acontecer quando um trader ou gestor de fundos , acidentalmente adiciona um zero a mais ao seu pedido. Sendo assim, ele faz um pedido com valor errado, sendo carinhosamente apelidado de erro do “dedo gordo”.

Em seguida, acontecem tentativas deliberadas de traders para manipular o mercado através de um método ilegal. Este é conhecido como “spoofing”, que também pode ser denominado como “dynamic layering”. Resumidamente, isso acontece quando alguém posiciona uma larga quantidade de ordens de venda em um preço distante do preço atual no mercado. No entanto, a ordem é rapidamente cancelada, antes do título atingir aquele valor.

Dessa forma, passa a percepção que está acontecendo um grande “sell-of”, fazendo com que outros investidores comecem a vender, com medo da queda do valor do título. Rapidamente, é perceptível uma desproporção entre as quantidades de ordens de compra e venda, aumentando a queda no preço.

Além disso, a pessoa que colocou a ordem inicial de venda, também possui ordens de compra do mesmo título em um valor bem menor do que o do mercado. Contudo, elas cancelam a ordem de venda antes do título alcançar o valor de execução. Em outras palavras, isso significa que eles compraram o título no fundo do flash crash e vendem a um valor consideravelmente mais alto na recuperação. Como resultado, em alguns segundos ou minutos, um grande lucro pode ser gerado.

Veja também: O que o poker tem a nos ensinar sobre investimentos

Como computadores geram flash crash

O aumento dos computadores em negociações é um fator importante na causa de flash crashs. Erros em software podem, algumas vezes, significar que dados do mercado não estão sendo efetivamente direcionados as corretoras. Isso significa que o preço de um título pode ser apresentado sem precisão.

Nesse sentido, o aumento dos algoritmos e transações de alta frequência também exacerbaram os flash crashs no passado. Isso envolve computadores super-rápidos, na velocidade da luz, baseados em algoritmos de pré-programação. Para elucidar essa questão, imagine o seguinte exemplo, onde um título é negociado por R$100,00.

Para sua execução, um investidor utiliza uma ferramenta de negociação de alta frequência que possui um algoritmo que realiza vendas automáticas no momento em que o título chega a R$95,00 (no intuito de reduzir perdas) e para R$105,00 (no intuito de maximizar lucros, sem que haja exposição excessiva).

Sendo assim, caso o preço do título sofra uma queda drástica para R$90,00, mesmo que brevemente, as ordens de vendas automáticas serão disparadas. Como resultado,  os preços serão puxados para baixo, continuando a disparar mais algoritmos, dos demais investidores, que tentarão diminuir suas perdas, realizando cada vez mais ordens de venda.

Curiosamente, os mesmos sistemas de negociação são também responsáveis pela recuperação subsequente ao flash crash. Desse modo, ao posicionar ordens para compra do título se o mesmo cair abaixo de R$90,00, os gatilhos de compra serão disparados, fazendo com que o desbalanceamento seja iniciado novamente.

Veja também: Estratégias phygital e as instituições financeiras

O exemplo mais famoso

Existem diversos exemplos de flash crash para citar além do que comentei na introdução do artigo. Contudo, talvez o mais famoso seja o que ocorreu com o índice Dow Jones no ano de 2010. Na época, os investidores observaram o índice cair mais de 1000 pontos em apenas 10 minutos, sendo a maior queda registrada na época.

Nesse sentido, enquanto o índice americanos caiu no máximo 10%, algumas ações tiveram uma perda de valor muito maior. Geralmente, estima-se que o flash crash causou um déficit de US$1 trilhão em valor de mercado. O índice conseguiu recuperar apenas 70% da perda até o final do dia, mostrando o quão problemático este evento pode ser.

Segundo a SEC, este flash crash em específico teve origem com um jovem chamado, Navinder Singh Darao. O trader executou uma larga quantidade de ordens de venda de contratos futuros de E-mini S&P 500, realizado através da corretora Chicago Mercantile.

O ocorrido fez com que os reguladores americanos estabelecessem novas regras para casos desse tipo. Embora já houvesse um limite de o quão baixo um título poderia cair em um determinado período, não havia um limite de quanto um título poderia subir em um curto período de tempo.

É possível prever um flash crash?

Especialistas em investimentos e reguladores do mercado não entendem completamente e não conseguem antecipar um flash crash, sendo muito difícil prever esses acontecimentos. O que se sabe é que um dos principais componentes de um flash crash é um movimento acentuado do preço e da volatilidade do mercado.

Os investidores podem acompanhar o mercado em tempo real através do TradingView, uma ferramenta de análise técnica confiável e abrangente, para investidores e traders, que atende aos iniciantes e aos mais experientes.

Importante destacar que, apesar dos erros humanos e dos sistemas automatizados de negociação causarem uma movimentação aguda de preços, um flash crash é causado por uma falha técnica, não por uma perda de confiança. Desse modo, qualquer mudança percebida em termos de valor, não pede impactar na análise fundamentalista sobre o ativo.

Em suma, apesar os traders e os algoritmos de alta frequência desempenharem um papel fundamental no aumento e na redução dos preços, acredita-se que outros fatores também estejam em jogo quando falamos sobre flash crash, tal como a promoção do “comportamento de manada”.

Veja também: Política fiscal e seu impacto na economia, devemos nos preocupar?

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts