Dogecoin entra na lista de criptomoedas aceitas no e-commerce da Coinbase

Dogecoin entra na lista de criptomoedas aceitas no e-commerce da Coinbase

A plataforma de e-commerce da Coinbase acaba de anunciar uma excelente notícia para os investidores de Dogecoin. Agora será possível gastar a cripto meme também no e-commerce da maior exchange de criptomoedas do mundo.

A Coinbase Commerce está se estabelecendo como o braço eletrônico da exchange de criptomoedas que tem sua sede nos Estados Unidos. O anúncio foi feito na sua conta de Twitter, fazendo com que a Doge seja a sétima criptomoeda aceita para pagamentos do e-commerce da Coinbase.

Detalhes sobre a integração da Dogecoin ao serviço de e-commerce da Coinbase

A Coinbase vem apostando forte na integração das criptomoedas com o e-commerce. Agora além da Dogecoin, a plataforma também suporta Bitcoin, Bitcoin Cash, Ether, Litecoin, DAI e USDC.

A integração do serviço Coinbase Commerce permite aos usuários realizarem a conversão de suas transações com dólares para criptomoedas, libras, euros ou USDC sem precisar sair do portal eletrônico. Também como ponto positivo, destaca-se as baixas taxas de transação que são cobradas na plataforma, facilitando as negociações em grande volume.

Uma postagem que foi feita no blog da Coinbase ainda em outubro de 2020, afirmou que as mesmas integrações iriam estar disponíveis para contas Coinbase Prime e Pro. A Coinbase Commerce é uma plataforma de pagamentos parceira da Sothebys.

Plataforma já atingiu a marca de US$ 200 milhões em transações processadas

Quase dois anos após o seu início, em março de 2020, a Coinbase Commerce ultrapassou a marca de US$ 200 milhões em transações totais processadas e com a marca de 8.000 varejistas que já estão utilizando a Coinbase para serviços de pagamento.

John Zettler fez comentários afirmando que o Bitcoin seria de longe o método de pagamentos preferido entre as criptomoedas que estão disponíveis na plataforma, complementando que os clientes estão familiarizados com que o mais “agrega valor”.

Coinbase se tornou referência nos Estados Unidos como “porta de entrada” as criptomoedas

A Coinbase está tendo um ano bastante positivo, principalmente por ter ingressado na Bolsa de Valores dos Estados Unidos no segundo trimestre do ano. Aumentou consideravelmente o seu valor líquido, agora avaliado em US$ 1,8 bilhão e continua com os seus planos para expandir o mercado cripto fora também da América.

Desde o início das suas atividades, a Coinbase tentou se encaixar como uma plataforma que encara a criptografia como o que é de mais moderno nos dias atuais em questão de tecnologia. A realidade cripto está mudando a forma de como o mundo funciona e trazendo mais liberdade econômica para as pessoas.

O avanço da Coinbase é notório nos Estados Unidos, concorrendo diretamente com a líder global Binance. A corretora aposta em tomadas de decisões inovadoras, evitando os problemas e quando eles surgem, tentando os resolver da forma mais rápida possível.

Entre as missões que estão descritas no plano de campanha da Coinbase. Agora com a novidade de aceitar a Dogecoin também em seu e-commerce, veremos como a corretora também pode se destacar no comércio e não apenas como uma bolsa de criptomoedas.

Total
1
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts