Decentraland, jogo baseado em Ethereum que busca explorar o metaverso

Decentraland, jogo baseado em Ethereum que busca explorar o metaverso

Decentraland é um mundo virtual e uma comunidade baseada na tecnologia blockchain. Os usuários constroem e possuem seus próprios pedaços de terra, obras de artes e tokens não fungíveis (NFTs). Os membros também participam da plataforma de Organização Autônoma Descentralizada (DAO).

Como uma DAO, Decentraland fornece à comunidade o poder de participar em projetos de governança. A criptomoeda nativa da plataforma é a MANA, e todos os ativos dentro do jogos estão inseridos na blockchain Ethereum.

Caso o leitor já tenha jogado Second Life e também negociado criptomoedas, possivelmente terá interesse em Decentraland. Desde o início de 2016, a plataforma já desenvolveu desde experimentos básicos em 2D até grandes mundos em 3D.

Decentraland, jogo baseado em Ethereum que busca explorar o metaverso

Nesse sentido, os desenvolvedores da Decentraland, Estaban Ordano e Ari Meilich, criaram um espaço virtual contendo pedaços de ativos imobiliários digitais, itens e outros ativos personalizáveis. Todos estes podem ser adquiridos usando MANA, o token ERC-20 da Decentraland.

Sendo assim, os usuários da Decentraland podem comprar MANA em diversas exchanges, utilizando tanto outras criptomoedas quanto moedas fiduciarias. Os NFTs ERC-721 são ativos digitais únicos, que incluem propriedades de terra e outros itens colecionáveis.

Veja também: Conheça Alien Worlds, o segundo maior jogo DApp 

Como funciona Decentraland?

A Decentraland é um espaço virtual que combina realidade virtual com tecnologia blockchain. Diferentemente de diversos jogos, os jogadores possuem controle direto das regras do mundo online. A DAO permite que os detentores do token possam votar diretamente nas políticas organizacionais do jogo.

Nesse sentido, esse mecanismo pode afetar tudo, desde os tipos de itens permitidos para investimento até o tesouro da DAO. Já os NFTs representam os colecionáveis do jogo, incluindo roupas, itens e ativos imobiliários do jogo. Os usuários podem guardar estes tokens em carteiras criptos e vendê-los para outros usuários no Decentraland Marketplace.

Por exemplo, para comprar uma máscara para seu personagem, será necessário ter em mãos alguns tokens MANA, a criptomoeda nativa da Decentraland. Além de trocar itens e propriedades, os jogadores podem preencher seu espaço pessoal com jogos, atividades e obras de artes para que outras pessoas possam interagir.

Também existe a opção de monetizar sua LAND (NFT que representa um pedaço de terra). Tudo depende do que o jogador quer fazer com seu próprio enredo. Decentraland possui diversos casos de uso, incluindo publicidade e curadoria de conteúdo.

Contudo, para novos jogadores que esperam começar com NFTs, as barreiras de entrada são altas. As taxas de gás da Ethereum fazem a compra de alguns itens cosméticos serem praticamente o dobro de preço. Os preços das terras também estão na casa dos milhares de dólares, fazendo com que a propriedade seja muito cara para alguns jogadores.

LAND e MANA, o que são?

Conforme mencionado anteriormente, a MANA é a criptomoeda nativa de Decentraland. Não somente funciona como uma moeda digital, mas também fornece aos detentores da criptomoeda a possibilidade de votar no sistema de governança do jogo. Para fazer parte do protocolo de governança, os usuários precisam converter seus tokens MANA em “wrapped” wMANA, e realizando seu bloqueio na DAO.

Dessa forma, cada wMANA representa um voto nas propostas de governança. É possível obter MANA trocando ou vendendo itens colecionáveis na Decentraland Marketplace. Além disso, a DAO possui sua própria tesouraria para financiar suas decisões e operações.

É possível acompanhar a cotação do token MANA através do TradingView.

Além disso, no momento de publicação deste artigo, segundo a plataforma, o token está avaliado em US $3,60, possuindo uma capitalização de mercado no valor de pouco mais de US $6,5 bilhões dólares, tendo um fornecimento total de aproximadamente 2,2 bilhões de MANA.

Por outro lado, LAND é um token não fungível que representa os pedaços de terras de posse dos jogadores na comunidade. Similar a MANA, também fornece poder de voto no protocolo de governança na DAO. Contudo, não é necessário bloquear LAND para.

Um ponto importante é que cada token LAND é convertido em dois mil votos no protocolo de governança. Pessoas com diversos pedaços de LAND podem juntá-los em um único token, chamado de ESTATE. O poder de voto é igual à soma dos votos de todos os tokens LAND.

Veja também: Facebook aposta no futuro do metaverso. Entenda o que é e qual sua importância

Casos de uso da Decentraland

De acordo com o projeto da plataforma, os desenvolvedores da Decentraland mantiveram em mente seu potencial para novos casos de uso em comunidades baseadas em blockchain. Estes itens foram descritos em seu white paper, sendo mencionados cinco principais casos de uso:

  • Aplicativos – usuários podem criar aplicativos e cenas #D para o script de linguagem da Decentraland, fornecendo interações mais ricas.
  • Curadoria de conteúdo – comunidades se desenvolveram em Decentraland, atraindo fãs com interesses semelhantes e aumentando comunidades orgânicas.
  • Publicidade – o tráfego de jogador nas comunidades levou marcas a comprarem espaços e montarem outdoors.
  • Colecionáveis digitais – itens NFTs são colecionados, criados e negociados na Decentraland Marketplace, dando aos usuários direito de propriedade.
  • Social – comunidades nas plataformas de mídias sociais ou até mesmo grupos offline podem experimentar uma forma mais interativa de socializar com seus amigos.

Como a maioria dos jogos que possuem economias blockchain, existe uma chance de o próprio jogador fazer algum dinheiro durante sua jogatina. A especulação é comum e alguns terrenos têm valorizado, chegando a grandes quantias de dinheiro.

Decentraland, jogo baseado em Ethereum que busca explorar o metaverso

Conclusão

Em meio à pandemia que confinou milhões de pessoas dentro de casa, Decentraland abriu um meio para que as pessoas encontrassem amigos, visitassem galerias, comprassem arte, festejassem em clubes e muito mais, tudo isso sem sair de caso. O futuro do metaverso também depende de mais e mais pessoas visitando e interagindo com a plataforma.

Desde seu lançamento, o metaverso tem crescido bastante, com novos recursos sendo adicionados regularmente. Além disso, dezenas de novos recursos já estão em preparação e ainda estão por vir. Nas próximas semanas e meses, o metaverso terá de cumprir algumas tarefas importantes, sendo necessário verificar como irá se comportar mediante a cada solução para cada problema.

Além disso, a Decentraland é bastante única quando o assunto é plataformas de realidade virtual em blockchain, sendo totalmente livre para exploração. Sua equipe de desenvolvimento levou, do que foi um pequeno projeto, para algo razoavelmente maduro em comparação a outros projetos de criptomoedas.

Veja também: Aurory, um game belíssimo utilizando a tecnologia blockchain

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts