Corretora de Bitcoin Block.one será listada na Bolsa

Corretora de Bitcoin Block.one será listada na Bolsa

A plataforma Block.one ainda não foi lançada, porém, são fortes os comentários de que a Corretora de Bitcoin já está preparando um IPO para ser lançado oficialmente na Bolsa Americana de NYSE.

A empresa já tem um bom tempo de atuação no mercado de criptomoedas, pois é a responsável por ter criado a EOS, rede e criptomoeda que está entre as 30 de maior valor de mercado. A expectativa é que um projeto-piloto da plataforma chegue nos próximos dias.

Anúncio foi feito pelo CEO da Corretora de Bitcoin

Brendan Blummer, atual CEO da empresa, anunciou sobre o desejo da empresa entrar brevemente na NYSE e também aproveitou para apresentar o seu novo diretor-executivo, Thomas Farley.

Essa será a terceira empresa de criptomoedas dos Estados Unidos a entrar na bolsa de valores institucional. A primeira delas foi a Coinbase e recentemente vimos a repercussão por conta da entrada da Circle, que é a empresa responsável pela emissão da stablecoin USDC.

Outro projeto paralelo da empresa é a Bullish, que tem planos de lançar ainda em 2021 a sua corretora de Bitcoin. Mesmo que o lançamento ainda não tenha sido oficializado, o que se acredita é que a plataforma já tem potencial de atrair um alto número de investidores.

Entenda como se deu o processo para entrada na Bolsa de Valores

Para conseguir chegar na Bolsa de Valores, a Bullish entrou em um processo de fusão com a Far Peak Acquisition Corporation, que é uma empresa que já está listada na NYSE. Além disso, a operação também já conta com o apoio da JP Morgan.

A corretora espera entrar em atuação antes da sua listagem oficial na NYSE, onde o mais provável é que receba o símbolo de “BULL”. O novo design da corretora também já está sendo feito, tudo em ritmo avançado para garantir os objetivos ainda em 2021.

Outro ponto interessante será a ferramenta em tempo real que a Bullish pretende lançar, promovendo uma liquidez profunda, além de segurança e conformidade para os líderes do setor. De acordo com o CEO da Bullish, uma nova forma de design pode surgir para os investidores, muito diferente do que acontece em corretoras hoje.

Foco será em atender os clientes institucionais

Tal decisão já era esperada, ainda mais pelo fato de que a corretora de Bitcoin planeja dar a sua entrada na NYSE, principal mercado de investimentos para os “investidores institucionais do mundo”.

Tanto para o caso da Circle como também da Bullish, que fez o anúncio da sua listagem na última semana, a expectativa é de poder impactar o mercado de criptomoedas. Vale então lembrar o caso da Coinbase, corretora que ao entrar na Bolsa Americana promoveu máximas históricas em diversas criptomoedas, inclusive o Bitcoin.

E por fim, vale o destaque de que a Black.one já tem até registro para operar como Corretora de Bitcoin aqui no Brasil, fato este que pode levar a uma futura operação no país que mais negocia criptomoedas na América Latina desde 2020.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts