7 de outubro, 2019

|

por: Lucas Bassotto

|

Categorias: Bitcoin

Como o Bitcoin pode falhar?

Trecho do texto “A case for small bitcoin allocation” de Wences Casares.

Relatórios gratuitos sobre o Bitcoin em: Nox Bitcoin Report

Bitcoin pode falhar de várias maneiras diferentes: poderia passar a ser controlado por uma pessoa mal-intencionada. Poderia ser superado por uma plataforma melhor. Pode ser hackeado. E o Bitcoin provavelmente pode falhar de muitas maneiras que ainda não podemos imaginar. 

O Bitcoin não tem nenhum valor intrínseco e depende de um consenso social que é uma espécie de ilusão coletiva. Por isso, na minha opinião, a maneira mais provável pela qual o Bitcoin poderia falhar é um pânico nos preços. 

E se todo mundo decidir que o Bitcoin vale nada

Se todos decidirmos ao mesmo tempo que achamos que o Bitcoin vale nada, será inútil. É uma profecia auto-realizada.

Se o preço do Bitcoin caísse para zero ou quase zero, mesmo que a plataforma permanecesse intacta, sua reputação sofreria imensamente e levaria uma geração para reconstruir essa credibilidade. 

Isso poderia acontecer se as pessoas comprassem quantidades de Bitcoin que não podem perder, por exemplo, se investirem seus fundos de aposentadoria ou fundos de faculdade de seus filhos em Bitcoin, e conforme o preço diminui, eles são forçados a vender, empurrando o preço ainda mais para baixo e forçar outros a vender.

Então, na minha opinião, o maior risco para o Bitcoin são as pessoas que investem quantias que não podem perder. A maior parte do capital investido no Bitcoin hoje parece ser capital que as pessoas podem se dar ao luxo de perder. 

Isso não é porque as pessoas são sábias, ou porque os reguladores foram muito eficazes, ou que a indústria foi prudente. A única razão pela qual a maioria das pessoas hoje não possui uma quantidade de Bitcoin que não pode perder é por causa da volatilidade dos preços do Bitcoin. 

Volatilidade: o melhor remédio

Ironicamente, a volatilidade dos preços do Bitcoin é o melhor seguro contra o maior risco do Bitcoin. Se ele começar a ser percebido como um ativo seguro antes de amadurecer e as pessoas começarem a alocar capital que não podem perder, devemos nos preocupar. 

Isso acontece até certo ponto durante cada subida de preços do Bitcoin, mas, felizmente, até agora cada subida foi corrigida sem destruir o Bitcoin, mas um dia isso não poderia ser o caso.

Após 10 anos de Bitcoin funcionando bem sem interrupção, mais preocupante do que uma falha completa é um cenário em que o Bitcoin não falha, mas se torna irrelevante. 

Algo semelhante ao que aconteceu com o protocolo BitTorrent, que ainda existe, mas é cada vez menos relevante, pois a verdadeira revolução no compartilhamento e entretenimento de arquivos digitais aconteceu através do Dropbox, Spotify, Netflix e muitos outros. 

Da mesma forma, há uma chance de que o Bitcoin não falhe, mas que nunca se torne mainstream, que é usado apenas por um grupo de crentes e fanáticos, mas não muito além disso. 

Isso pode acontecer porque instituições financeiras, governos e reguladores conseguem manter o Bitcoin separado e ostracizado do resto do mundo financeiro, como uma moeda não conversível. Mas também pode acontecer mesmo se instituições financeiras, governos e reguladores continuarem seu caminho atual de permitir que o Bitcoin seja totalmente conectado ao mundo financeiro. 

Se o Bitcoin nunca se tornar mainstream, os bitcoins ainda terão um preço, mas provavelmente serão mais baixos do que são hoje. Na minha opinião (subjetiva), a chance disso acontecer é de 30%.

Leituras sugeridas:

Derivativos são o próximo passo do mercado de Bitcoin

Por que o day trade não funciona? Hayek, Taleb e Mises respondem

Como fazer hedge de Bitcoin usando a Bitmex