Lucas Bassotto

Escrito por

Author

Economista, trader e especialista em conteúdo sobre economia, finanças e criptomoedas.

Negociar Bitcoin usando contratos futuros é completamente diferente de negociar Bitcoins no mercado à vista (depositar R$ e comprar Bitcoins). Já fiz um texto explicando detalhes mais técnicos sobre essa diferença. Mas o aspecto mais fundamental é que no mercado futuro, você necessariamente não compra Bitcoins, apenas negocia contratos.

Esse aspecto faz toda a diferença e muda uma miríade de atributos com os quais estávamos acostumados a lidar quando se negocia no mercado à vista. O principal atributo dos contratos futuros é que: podemos comprar ou vender mais do que temos de saldo, através da alavancagem financeira. 

Leia também:

Poder negociar mais Bitcoins do que se tem em mãos abre um leque enorme de estratégias para especular, se proteger e fazer arbitragem, estratégias que são as principais quando falamos de contratos futuros. Antes de falar sobre alavancagem, é importante falar sobre dois fundamentos importantes: ajuste financeiro e margem nos contratos futuros.

O que é e como funciona a margem?

Suponha que você quer financiar uma casa. Qual é a primeira pergunta do banco? Certamente será: “Você tem alguma garantia?”. Essa garantia serve para cobrir os prejuízos do banco em caso de inadimplência no contrato. Geralmente as pessoas usam FGTS, dinheiro, outro imóvel, terreno, carro e outros bens como garantia para empréstimos.

O que acontece se você parar de pagar o financiamento? O banco vai executar a dívida, ou seja, ele vai tomar a garantia e liquidar seus bens para cobrir as perdas. A lógica dos contratos futuros é exatamente a mesma: você pode operar com dinheiro emprestado, desde que tenha garantia para este empréstimo.

Nas corretoras, essa garantia é Chamada de Margem. Cada corretora em cada mercado tem seu próprio sistema de margem. Em algumas, como a Deribit usa-se todo o saldo em conta como Margem, o que é conhecido como “Cross-margin”. Na Bitmex, é possível usar o mesmo sistema ou especificar o quanto de margem você quer usar para a operação.

Suponha que você tem 1 Bitcoin de saldo em sua conta na Deribit. Você acha que o preço quer subir e quer potencializar os lucros. Como fazer? Você poderia se alavancar 2 vezes ao vender 2 Bitcoins (2x o seu saldo) em contratos futuros, utilizando todo o seu saldo em conta como garantia. 

Ajuste financeiro

Conforme o preço do Bitcoin sobe ou desce, os ajustes ocorrem instantaneamente na conta. Na Deribit, estes ajustes são feitos em Bitcoin e os contratos são cotados em dólar, e isto faz toda a diferença na operação. Por conta destas características, estes contratos são conhecidos como “Contratos Inversos”.

A fórmula para calcular este ajuste está abaixo:

Ajuste = (1/Preço de Entrada) – (1/Preço de Mercado)*(Quantidade em US$ da posição)

Suponha que você tenha 1 Bitcoin na conta e abriu US$ 10,000 para apostar na alta. Você comprou 1 Bitcoin por US$ 10,000. No momento, o ativo está sendo cotado a US$ 10,300. Quantos Bitcoins entrarão para sua conta no ajuste?

Ajuste = (1/10000) – (1/10300)*10000 == +0,029126 BTCs

Ou seja, basicamente existem 4 possibilidades de ajuste: 

  1. Se você apostou na alta e o preço subiu, receberá mais Bitcoins e mais dólares; 
  2. Se você apostou na queda e o preço caiu, receberá Bitcoins e manterá a mesma quantidade de dólares;
  3. Se você apostou na alta e o preço caiu, perderá Bitcoin e dólares;
  4. Se você apostou na queda e o preço subiu, perderá Bitcoins e dólares.

Conforme os ajustes financeiros são feitos, a margem que você deixa na operação também vai mudando, porque seu saldo é ajustado a cada variação de preço. E fazer esse acompanhamento é extremamente importante, porque quanto mais margem você utiliza em suas posições, mais risco você estará carregando.

Entendendo as margens e os riscos

Margem é a garantia que você usa para abrir posições na Deribit. No sistema desta corretora em específico, o saldo da conta é utilizado como margem no final das contas. 

Mas ainda existem 3 classificações de margem que poucas pessoas entendem: Saldo de Margem (Margin Balance), Margem Inicial (IM) e Margem de Manutenção (MM).

Saldo de Margem

Saldo de Margem é a soma do seu saldo em Bitcoins e o seu lucro/prejuízo de posições em contratos futuros e opções. Quando se vende uma opção ou algum contrato futuro, seu Saldo de Margem aumenta e você poderá abrir mais posições. 

Seu Saldo de Margem é consumido conforme você vai abrindo mais posições. Quanto maior o uso de margem, maior será o risco da conta. 

Margem Inicial

É a margem requerida para abrir posição em contatos futuros da Deribit. A margem inicial começa com 1,0% (negociação de alavancagem 100x) e aumenta linearmente em 0,5% por aumento de 100 BTC no tamanho da posição. Para calcular o quanto de margem se utilizará para abrir uma posição de Bitcoins, é preciso fazer a conta abaixo:

Margem inicial = 0,01 + (Tamanho da posição em BTC) * 0,005

Exemplo: MI = 0,01 + (1 BTC) * 0,005 = 0,015 BTCs

Se a sua Margem Inicial ultrapassar os 100%, será impossível abrir novas posições, porque novas ordens serão canceladas. Só serão aceitas ordens para reduzir sua exposição a Bitcoin.

Margem de Manutenção

Esta é a margem mais importante de todas e que todos os operadores devem prestar muita atenção. A Margem de Manutenção diz o quanto de Saldo de Margem sua conta está utilizando para manter as posições abertas em contratos futuros e de opções. Preste muita atenção: quando o Saldo de Margem é menor do que a Margem de Manutenção, sua conta começará a ser liquidada.

Quando isso está perto de acontecer, a Deribit faz a Chamada de Margem ou Margin Call, pedindo que o trader deposite mais Bitcoins para servir como margem de garantia para as posições. Caso isso não seja feito com rapidez, a conta poderá ter todo seu saldo de garantia liquidado e o investidor perder todos os seus Bitcoins.

A margem de manutenção começa com 0,525% e aumenta linearmente em 0,5% por aumento de 100 BTC no tamanho da posição. Ela é calculada da seguinte forma:

Margem de manutenção (MM) = 0,00525 + (Tamanho da posição em BTC) * 0,005

MM = 0,00525 + 1 BTC * 0,005 = 0,1025 BTCs

Sempre faça gestão de Margem e tome cuidado com o uso de sua Margem de Manutenção. É adequado nunca passar dos 50% Se passar, reduza suas posições ou faça depósito de mais Bitcoins para margem. 

Outro ponto importante: quanto maior for o grau de utilização da margem, mais próxima sua conta estará próxima de ser liquidada.

Margem Isolada

Algumas corretoras como a Bitmex utilizam dois conceitos de margem: Isolada e Cruzada. A margem cruzada é a que vimos acima: quando todo seu saldo é utilizado como garantia final. Ela já é utilizada de modo padrão na Deribit. A vantagem da Bitmex é que ela permite escolher dois tipos de gestão margem.

Na Isolada, é possível usar apenas parte do saldo de sua conta como garantia. Caso sua posição seja liquidada, apenas a margem que você depositou será liquidada. Isso é muito melhor para quem quer fazer trades curtos com uso de alta alavancagem sem comprometer a conta inteira.

No geral, a Margem Cruzada oferece mais segurança para trades de longo prazo e com pouca alavancagem, mas é importante lembrar que a margem SEMPRE deve ser revisada e gerenciada.

Cuidado com as liquidações

O mercado de Bitcoin costuma dar “flash-crashes”, que é quando a cotação tem grande variação para baixo em uma questão de minutos. Estes eventos costumam punir quem opera altamente alavancado. Por isso que a gestão de margem é essencial para evitar estas liquidações.

A alavancagem é uma linha tênue entre a glória e a ruína do trader. Se for utilizada com cuidado e sabedoria, poderá render excelentes ganhos. Mas se a gestão de margem for ignorada, certamente o destino será a ruína. 

Write A Comment