Cielo surpreende analistas e registra lucro de R$ 241,3 milhões no 1º trimestre

Cielo surpreende analistas e registra lucro de R$ 241,3 milhões no 1º trimestre

A Cielo (CIEL3) divulgou nesta terça-feira (27), os resultados do  primeiro trimestre de 2021, seu lucro líquido alcançou R$ 241,3 milhões, um avanço de 44,7% sobre o mesmo período do ano anterior.

Excluindo efeitos não recorrentes, a Cielo teve lucro líquido de 135,8 milhões de reais no primeiro trimestre, quedas de 54,5% sobre o período de outubro a dezembro do ano passado e de 18,6% ante o primeiro trimestre de 2020.

No entanto, a maior empresa de meios de pagamentos do país, recuou 19% em relação aos últimos três meses do ano passado, com uma queda de 16% no volume de transações no período, para 160 bilhões de reais. Ante o primeiro trimestre de 2020, as transações cresceram 0,2%.

O resultado veio acima da média das projeções dos analistas, que apontavam para um resultado trimestral positivo em R$ 170,87 milhões.

Além disso, o documento divulgado explica que “Por outro lado, o crescimento dos resultados da Cielo Brasil foi parcialmente compensado pela queda de 32,1% no resultado da controlada Cateno, impactado por um mix de transações menos favoráveis (maior participação de transações com cartões de débito, que apresentam receitas de interchange mais baixas) e aumento das despesas operacionais”, destacou a companhia na demonstração de resultados.

Veja também: Via Varejo faz alteração de nome para Via

Em relação ao Lucro Antes de Juros, Impostos, Depreciações e Amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) de Cielo (CIEL3), foi de R$ 613,6 milhões, correspondendo a um crescimento de 6,9% sobre o primeiro trimestre de 2020 e uma queda de 20,1% ante o trimestre imediatamente anterior.

Conforme o mercado, era esperado um Ebitda de R$ 634,7.

Além disso, a receita líquida da Cielo foi de R$ 2,72 bilhões, valor 3,8% inferior ao do mesmo período do ano passado e 9,9% menor que o faturamento registrado no quarto trimestre. A receita foi inferior também à média das estimativas dos analistas, que projetava R$ 3,077 bilhões na linha de cima do resultado.

Segundo a empresa, a expansão do resultado pode ser atribuída principalmente ao resultado da Cielo Brasil, 81,7% superior em relação ao primeiro trimestre de 2020, impulsionado pelo comportamento favorável das despesas operacionais.

Veja também: PayPal afirma que demanda por criptomoedas foi maior do que se esperava

Pagamento de JCP

Pouco antes de divulgar seu balanço, a Cielo (CIEL3) aprovou o pagamento de R$ 85 milhões em juros sobre o capital próprio, conforme documento enviado ao mercado nesta terça-feira (27).

Segundo o comunicado, o valor por ação será de R$ 0,03152578584,  que será pago no dia 13 de maio de 2021, sujeitos à incidência de imposto de renda conforme aplicável a cada caso.

O pagamento ocorrerá por meio da instituição depositária das ações, o Bradesco.

A partir de 3 de maio as ações passarão a ser negociadas “ex-JCPs”.

Última cotação da Cielo (CIEL3)

Em suma, as ações de Cielo (CIEL3) encerrou o pregão de hoje (27) em queda de 3,44%, negociada a R$ 3,65, enquanto o mercado esperava pela divulgação dos resultados, após o fechamento do pregão da B3.

Veja também: Weg (WEGE3) aprova desdobramento de ações

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts