CEO da Binance diz que já vendeu sua casa para comprar Bitcoin

CEO da Binance diz que já vendeu sua casa para comprar Bitcoin

O CEO da Binance revelou que chegou a vender até a sua casa para investir na criptomoeda Bitcoin. Quando nem todos acreditavam no crescimento do Bitcoin, o ativo chegou a se valorizar mais de 100 vezes em comparação com o preço atual, Changpeng Zhao revelou para o LatePost um pouco dessa história.

O ano era 2014, e nesta época o Bitcoin estava sendo negociado em torno de US$ 300. E Changpeng revelou que só entrou para este mercado após visitar uma conferência em Las Vegas, que na época tinha nomes bem conhecidos da indústria.

Ele também falou, que na época foi feito uma transferência de Bitcoin para ele. Zhao explica: “Quando fui lá, descobri que essas pessoas eram muito sinceras e esforçadas. Na época, um homem me transferiu algumas criptomoedas para me ensinar a usar a carteira. Depois de aprender, eu disse que devolveria o valor, mas ele não aceitou. Disse que eu poderia manter as criptomoedas e usá-las para ensinar outra pessoa”.

Decisão da venda da casa

Ele tomou esta decisão pouco tempo depois de assistir a essa conferência, não chegou a revelar a quantidade de Bitcoin que recebeu. Então ele foi estudar sobre o mercado de criptomoedas, e decidiu fazer uma jogada muito arriscada.

Foi daí que ele decidiu se desligar do emprego tradicional e vendeu sua casa para trabalhar com o mercado de criptomoedas. Ele também falou: “Nunca digo às pessoas para apostar tudo, mas posso assumir meus próprios riscos”.

Porém, esta transição não foi uma etapa muito fácil, já que o empresário viu seu investimento começar a perder valor. Alguns meses depois o Bitcoin chegou a desvalorizar 30% do seu ponto de compra.

O empresário então começou a passar por algumas dificuldades financeiras, onde se viu obrigado a voltar para o mercado tradicional. Então ele começou a refletir sobre a sua decisão e o que poderia ter feito de errado.

“Eu estava sob pressão. Todo mundo estava errando ou apenas eu? Provavelmente, eu era o único. Contudo, não conseguia enxergar onde estava o meu erro. Acreditei que [o Bitcoin] fosse o futuro. Em 2001, quando a bolha das PontoCom estourou, Amazon, eBay e até mesmo o Google perdeu 98% de valor. Todos passam por essa fase”.

China fala que a população pode investir em bitcoin por sua conta e risco

Um porta-voz do governo chinês, publicou um relatório recomendando que o as pessoas fiquem longe dos mercados arriscados e voláteis. Mais que não considera a negociação de criptomoedas algo necessariamente ilegal.

“Se moedas virtuais, como o bitcoin, são tratadas como commodities virtuais que podem ser compradas e vendidas, então o público geral tem a liberdade de participar no comércio por sua conta e risco”, afirmou Xinhua no relatório.

Algumas emissoras de TV da China publicaram um vídeo falando sobre como é fácil de criar tokens em blockchain, com a intenção de alertar a população sobre o alto risco deste mercado.

Apesar de não haver uma lei específica, que fale sobre a venda ou compra deste ativo como sendo um crime, o estado não quer que o seu público esteja envolvido no mercado de criptomoedas, onde pode ser negociado o Bitcoin.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts