Autor de Pai Rico, Pai Pobre: “Quando o bitcoin chegar a US$ 27 mil vou comprar mais”

Autor de Pai Rico, Pai Pobre: “Quando o Bitcoin chegar a US$ 27 mil vou comprar mais”

A queda da criptomoeda Bitcoin é um ótimo sinal, segundo o autor do livro Pai Rico, Pai Pobre Robert Kiyosaki. Através de uma publicação feita pela rede social Twitter, ele informou que esta queda é sinônimo de uma ótima oportunidade para compras na criptomoeda. “Bitcoin caindo. Boas notícias. Quando o preço atingir US$ 27 mil, pode ser que eu comece a comprar novamente”.

Ela já conta com uma queda acumulada de mais de 37% no mês de maio. Esses últimos meses estão sendo bem voláteis para o Bitcoin, dado que saíram notícias da China informando restrições para a transação da criptomoeda.

Além disso, tivemos também vários twitters do empresário Elon Musk, falando sobre o assunto. Ele informou que a empresa Tesla, não aceitaria mais a moeda para pagamento, o que acabou gerando grande queda na criptomoeda.

Kiyosaki analisa a sua próxima compra 

Ele falou que a sua próxima compra na criptomoeda Bitcoin, dependerá “muito” do macroambiente global.

Vale lembrar que no ano passado, Kiyosaki disse que o dólar subiria e os ativos que ele resume na sigla GSBC (ouro, prata, Bitcoin e commodities na tradução para o português) estariam com preços baixos e em promoção, e que seria então  o momento de comprar.

Kiyosaki, publicou neste domingo (30) que: “Quando o preço atingir 27 mil dólares, posso começar a comprar novamente. Muito dependerá do ambiente macro global”.

Em uma entrevista ele falou que comprou Bitcoin pela primeira vez a 9 mil dólares depois que a pandemia da covid paralisou a economia mundial no início do ano passado e que acreditava que a criptomoeda ultrapassará o patamar de 1 milhão de dólares nos próximos cinco anos.

Bitcoin ainda continua valorizado

Apesar das quedas constantes e a não retomada ao seu topo histórico até o momento, a criptomoeda ainda está valorizada neste ano em relação ao ano passado. Nesta terça-feira (01) o Bitcoin está sendo negociado a cerca de US$ 36 mil, aqui no Brasil 1 BTC equivale a cerca de R$ 185 mil.

Muitos investidores acreditam na relação entre bolsa e criptomoedas, e apostam nas moedas digitais como uma forma de proteger a carteira de ações.

“O Bitcoin e as demais criptomoedas caindo não causam um efeito positivo no mercado de capitais. No ano passado, o mercado de capitais caiu por conta da pandemia e o Bitcoin subiu. Isso dá uma falsa impressão de que ambos andam de maneira oposta, o que não é verdade”, disse Johnny Mendes, professor de economia na FAAP.

Mineração de Bitcoin cresce na Argentina

A mineração de Bitcoin (BTC) na Argentina se tornou uma opção muito atraente em meio à economia deteriorada e inflação elevada. Alguns especialistas que conversaram com Bloomberg acreditam que os mineradores estão se beneficiando dos subsídios governamentais para aumentar sua capacidade de produção. 

Para Nicolas Bourbon, um especialista em mineração de criptomoedas Bitcoin de Buenos Aires, esse recente fenômeno reflete a capacidade dos argentinos de dobrar políticas governamentais a seu favor.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts