C6 Bank oferece investimento em fundos de criptomoedas

C6 Bank oferece investimento em fundos de criptomoedas

O banco digital C6 Bank, lançado em 2019 e que hoje conta com mais de 6 milhões de contas abertas no Brasil,  anunciou nesta quarta-feira (5) que disponibilizará acesso a investimentos em fundos  de criptomoedas para os seus clientes.

O movimento é inspirado em outras instituições financeiras que já aderiram às criptomoedas, como o Itaú, BTG Pactual e Banco do Brasil. 

Conforme o banco, ambos os fundos serão administrados pela Hashdex, gestora de criptoativos e estará disponível para diferentes perfis de investidor, seja do iniciante ao mais arrojado. 

A Hashdex recentemente lançou o primeiro ETF de criptomoedas do Brasil, com lastro em criptomoedas como Bitcoin e Ethereum negociado na B3, ultrapassando na última segunda-feira (03) a marca de R$ 1 bilhão em captação na bolsa brasileira.

Veja também: ETF de criptomoedas do Brasil capta mais de R$ 600 milhões

Funcionamento do investimento 

Para aqueles que desejam começar a investir em criptoativos no C6 Bank, o fundo Hashdex 20 Nasdaq Crypto Index FIC FIM é o mais indicado. O fundo conta com aplicação inicial de R$ 500 e para as aplicações seguintes, o valor mínimo é de R$ 100.

Neste fundo, apenas 20% dos recursos são alocados em criptoativos, seguindo as normas da CVM, e o restante é investido em Renda Fixa. Ao longo de 12 meses a rentabilidade do fundo foi de 51,83%. 

Já para os investidores qualificados, ou seja, que detém patrimônio acima de R$ 1 milhão, o acesso ao Hashdex 40 Nasdaq Crypto Index FIC FIM estará disponível no C6 Bank. O fundo conta com uma aplicação inicial de R$ 10 mil e para os aportes seguintes, o valor mínimo é de R$ 1 mil.

Neste fundo, 40% dos recursos são alocados em criptoativos, segundo as normas da CVM, e o restante é investido em Renda Fixa. Apesar de o fundo apresentar risco maior, também possui maior possibilidade de retorno. Ao longo de 12 meses  o rendimento do fundo foi de 128,07%.

No Hashdex 40, a exposição a criptomoedas está limitada a 40% do capital do fundo. Sua rentabilidade em seis meses foi de 126,97%.

Ambos os fundos possuem como referência o Nasdaq Crypto index (NCI), índice de criptomoedas criado pela Hashdex em parceria com a Nasdaq, baseado em uma cesta de seis criptomoedas:

  • Bitcoin (BTC);
  • Ethereum (ETH);
  • Litecoin (LTC);
  • Chainlink (LINK);
  • Bitcoin Cash (BCH);
  • Stellar Lumens (XLM).

Além disso, ambos os fundos possuem liquidez de sete dias úteis, no qual o usuário poderá realizar o resgate do investimento após esse período.

C6 Bank busca por diversificação

Os fundos citados estarão disponíveis na plataforma do C6 Bank, que já conta com mais de 6 milhões de clientes. Além disso, mais de 200 fundos estão disponíveis para investimento, nas categorias multimercado, renda fixa, renda variável, cambial, criptoativos, entre outros.

Em suma, mesmo com o número substancial de fundos, o C6 Bank ainda deseja abraçar outros setores. Para Romildo Valente, head da área de investimentos, a inclusão de criptomoedas faz parte desta expansão.

“A oferta de fundos de criptoativos vai ao encontro do nosso objetivo de diversificação da plataforma de investimentos do banco, que cada vez mais apresenta produtos para diferentes perfis de investidor”, explica.

Veja também: Ethereum é o futuro do sistemas financeiros globais? Confira!

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts