Veja como é a regulamentação do Bitcoin no Brasil e no mundo

Brasileiros negociaram R$ 7,48 bilhões em Bitcoin no mês de março

O Cointrader Monitor apresentou um novo relatório do mês de março que apontou informações sobre o volume total de negociações de Bitcoin no Brasil, por meio das exchanges brasileiras. O relatório destacou que foram R$ 7,48 bilhões em Bitcoins negociados em março.

Vale destacar que o volume de Bitcoin negociado no mês de março foi 33,1% menor que o mês de fevereiro, quando na ocasião havia registrado 36.168,66 Bitcoins negociados. No montante em Reais, a queda de um mês a outro foi de 18,8%.

Na comparação com os anos anteriores, o resultado que se teve é uma redução de 43% no volume de negociação de Bitcoins em relação a março de 2020. Em relação a março de 2019, a redução desse volume foi de 1,4%.

Importante dizer que esses números se diferenciam muito quando visto no volume em Reais. No intervalo de 1 ano, comparando março de 2020 e março de 2021, o volume de negociação de Bitcoin em Reais teve um aumento de 449%. 

Volume negociado em Reais e o preço do Bitcoin

Em 2020 o montante registrado foi cerca de R$ 1,3 bilhão, enquanto em 2021 foi de quase R$ 7,48 bilhões, que corresponde a uma multiplicação de 5,75 vezes, que é um aumento caracterizado pelo relatório como “impressionante”.

A explicação dada pelo Cointrader Monitor, nesse caso, é que isso “ocorre devido ao valor do par BTCBRL”. Explica-se que “Em 2019, o valor médio do Bitcoin em Real foi de R$ 29.532,11. No ano seguinte, 2020, foi de R$ 58.041,26. E agora, em 2021, até o dia 31 de março, foi de R$ 334.025,66”.

De fato, num comparativo de um ano a outro, o preço médio do Bitcoin em Reais teve uma multiplicação de mais de 11 vezes.  Em 2021, o preço da criptomoeda continuou subindo. No dia 1 de março de 2021, o preço do Bitcoin era de R$ 282 mil e passou para R$ 334 mil ao final do mês, um aumento de 18,49%.

Volume de negociação por exchange

A Cointrader Monitor destaca que o objetivo do relatório é “apresentar as informações coletadas de forma organizada, deixando disponível a informação para a análise dos especialistas.”

Foram 31 exchanges em que se analisou os dados: Alterbank, Binance, Biscoint, BitCambio, BitcoinToYou, BitcoinTrade, Bitnuvem, bitPreço, Bitrecife, Bitso, Blocktane, BrasilBitcoin, Braziliex, BULLGAIN, Citcoin, Coinext, CointradeCX, ComprarBitcoin, CryptoMKT, flowBTC, Foxbit, Makes Exchange, MercadoBitcoin, NovaDAX, Nox Bitcoin, PagCripto, PagCripto OTC, Stonoex, UpCâmbio, Walltime e YouBTrade.

Sobre a metodologia, o relatório diz que “Todas as informações de volume foram coletadas diretamente das exchanges através de seus respectivos canais de informações (API). Nenhuma informação coletada foi submetida a filtros ou alterações.”

A Cointrader Monitor complementa que “Consideramos que as informações oferecidas através destes canais são DECLARAÇÕES que não foram auditadas.” Sobre o volume em Reais, o relatório utilizou “a API do Preço Bitcoin Brasil disponibilizado pelo Cointrader Monitor. 

Importante destacar que “Este volume diário é o resultado do produto do volume de Bitcoin (BTC) das últimas 24 horas pelo Preço Bitcoin Brasil, ambos às 20:59:59 de cada dia correspondente”, completa o relatório.

A Binance liderou o volume de negociação em março com 5.541,97 Bitcoins do total dos 24.183,27 movimentados ao todo no mês, equivalente a 22,92% do todo. A exchange ultrapassou a Mercado Bitcoin, que já tinha essa liderança do ranking já há alguns meses.

As 3 primeiras posições e o volume do mês de março de uma cada das exchanges foi:

  1. Binance – 5541,973 Bitcoins;
  2. Mercado Bitcoin – 5262,529 Bitcoins;
  3. BitPreço – 4206,806 Bitcoins.

A Nox Bitcoin teve 45,989 Bitcoins de volume no mês e é uma corretora de Bitcoin (exchange) que oferece a vantagem de inexistência de taxas de intermediação, assim como taxas de depósito, saque e também negociação de bitcoin. Criada em 2018, a Nox Bitcoin tem se destacado no mercado. Ela foi eleita em 2019 como uma das melhores exchanges do Brasil.

Veja também: Conheça o robô que compra Bitcoin quando o Elon Musk faz um tweet

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts