Primeiro ETF de Bitcoin brasileiro estreará na B3 em 23 de junhoPrimeiro ETF de Bitcoin brasileiro estreará na B3 em 23 de junho

Bitcoin: Padrão “cruz da morte” pode provocar queda de 50% no preço

Os comentários mais recentes de uma “cruz da morte” seria o padrão técnico utilizado para indicar uma nova queda do Bitcoin e que poderia provocar uma absurda queda de até 50% na sua oferta de preço. Se hoje o Bitcoin está cotado em US$ 38 mil, pensar que US$ 19 mil poderia ser um grande baque para alguns investidores da maior criptomoeda do mercado.

Um tópico publicado pela Rekt Capital no Twitter chamou bastante à atenção: o perfil que conta com mais de 144 mil seguidores, indicou que a cruz da morte poderia acontecer na metade de junho, ou seja, a queda brusca do BTC está mais perto do que pensamos.

Entenda o conceito “cruz da morte” para o Bitcoin

A cruz da morte é um padrão técnico que indica a possibilidade de uma grande liquidação, mais precisamente de uma queda intensa para o mercado de ações ou criptomoedas, como é o caso dessa análise.

Isso acontece no momento em que a média móvel de um curto prazo de um ativo cai para baixo de sua média móvel no longo prazo, sendo demonstrada através de um gráfico. As médias móveis de 50 e 200 dias são as mais comuns para esse tipo de padrão.

Desde que o Bitcoin atingiu o seu preço recorde em 2021 chegando a US$ 64 mil, o ativo digital já caiu mais de 43%, algo que é até comum para as correções que acontecem no mercado. No entanto, o sinal técnico pode indicar que o BTC passe por novos períodos de sofrimento.

Análise leva as comparações da alta registrada em 2017

As análises do perfil do Twitter foram buscar os picos de alta do Bitcoin que foram registrados em 2017 e o tempo que a cruz da morte levou para acontecer naquela ocasião. No ano em questão, a cruz da morte tardou 107 dias para acontecer, um período de 3 meses e meio. E a queda chegou a 70% naquela ocasião.

Já em 2018, o Bitcoin registrou um período de queda intenso ao longo do ano e chegou a estar cotado em US$ 3.200, preço mais indicado para o Ethereum no momento, por exemplo.

Lembrando que se tratam de análises que podem vir ou não a acontecer para o Bitcoin. Mais recentemente, tivemos várias outras previsões sobre outras criptomoedas do mercado através das redes sociais, tanto positivas como negativas, e todas não chegaram a se concretizar exatamente da forma como foi previsto.

Previsões para o Bitcoin que são positivas

Mesmo que o Bitcoin não esteja perto de passar novamente da faixa de US$ 40 mil e ter aqueles bumps históricos, as previsões positivas no mercado aparecem por todos os lados para prever o que irá acontecer no BTC ainda em 2021.

Bruno Milanello que é executivo da corretora brasileira Mercado Bitcoin tem uma expectativa muito ambiciosa para o preço do Bitcoin, o colocando em uma faixa a partir de US$ 100 mil até 140 mil, cotação essa que difícil de se imaginar em um período de tanta instabilidade.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts