TOTVS

Quem é a TOTVS, empresa que anunciou parceria tecnológica com a B3

A quantidade de empresas de tecnologia no Brasil ainda tem uma representatividade bastante limitada. Contudo, isto não significa que não exista uma gigante de tecnologia genuinamente brasileira. Este é o caso da TOTVS, considerada a maior empresa de tecnologia do mercado, além de ser a maior empresa listada na bolsa de valores brasileira (B3).

A TOTVS tem sua história iniciada em 1983, quando Laércio Cosentino, diretor da empresa de processamento de dados, Siga, se juntou a Ernesto Haberkorn e fundou a Microsiga. Esta nova empresa de software era voltada para pequenas e médias empresas. Contudo, após 6 anos, a própria Microsiga se funde a Siga e, apenas em 2005, a empresa muda de nome se tornando a TOTVS.

Sendo assim, de 2005 pra cá, a empresa vem atuando fortemente no mercado nacional de software. Tem, em seu portfólio, sistemas de gestão de ERP, RH, Analytics, CRM e E-Commerce. Além disso, a empresa presta, hoje, serviço a 12 setores da economia. Este grande portfólio é fruto de investimento em pesquisa e desenvolvimento, além de aquisições de empresas feitas ao longo dos anos.

Com isso, neste artigo traremos alguns fatos que levaram a TOTVS a ser a maior empresa de tecnologia da bolsa de valores. A empresa vem, seguidamente, atingindo máximas históricas em seu papel. Não à toa, a empresa, também uma das líderes no seguimento de software para serviços financeiros, fechou contrato de parceria tecnológica com a B3. Os valores chegam a 600 milhões de reais.

Veja também: Imposto para bigtechs pode aumentar arrecadação do Brasil

Conhecimento sobre clientes

Segundo o CEO da TOTVs, Dennis Herskowicz, a empresa “hoje, vai multo além do ERP”. Para ele, o foco dado às pequenas e médias empresas permitiram que empresa tecnologia pudesse avançar na cadeia de valor, ir além do que a empresa fazia. Isso, se dá, segundo o executivo, pelo fato da empresa “se conhecer e conhecer seu cliente”. Com isso, a empresa é capaz de oferecer produtos que atendam as necessidades do cliente no momento correto.

Nesse sentido, a empresa tem se utilizado de parcerias e aquisições, como forma de atender ainda melhor clientes que já utilizavam serviços da TOTVs. Por exemplo, recentemente, a empresa adquiriu a RD Station Gestão e sistemas pelo valor de R$ 1,8 bilhão. A ideia é que esta aquisição seja capaz de impulsionar o desenvolvimento da área de “business performance”.

Hoje, segundo Bruno Rignel, da Alpha Key, a TOTVs tem participação em 25% do PIB brasileiro. Este número representa a soma das receitas das 40mil empresas que atualmente utilizam o ERP da empresa. Segundo Rignel, também existe uma forte dependência da utilização do ERP. Isso acarreta a manutenção de 99% da base de clientes por parte da empresa ao longo dos anos

Participação da TOTVS no mercado nacional

Dentro do mercado nacional, a maior concorrente da TOTVs no segmento de software de gestão empresarial é a alemã SAP. Curiosamente, de acordo com um relatório publicado pela FGV, cada empresa possui 33% de participação no mercado. No entanto, o tipo de cliente difere nas duas empresas.

Segundo o relatório, a SAP está presente em mais de 70% das 500 maiores empresas do país. Enquanto a TOTVs lidera entre as pequenas e médias empresas, refletindo sua estratégia de atuação no mercado de software de gestão empresarial.

Crescimento da TOTVS

TOTVS

Segundo o balanço divulgado em fevereiro deste ano, a empresa apresentou aumento de 25,7% em seu lucro líquido em relação a 2019. Embora o cenário pandêmico tenha abalado o quadro financeiro de diversas empresas pelo mundo, para a TOTVs foi diferente.

De acordo com Herskowicz, alguns fatores contribuíram para o resultado. O primeiro é o fato de a base de clientes ser mais resiliente que a média das empresas brasileiras. Outro fator é que estes clientes estão inseridos em diversos setores da economia, então o impacto da pandemia foi diferente para todos.

Além disso, a necessidade de migração do trabalho presencial para o remoto forçou a aceleração da digitalização por parte das empresas. Com isso, aumentou a necessidade por produtos e serviços relacionados a tecnologia.

Estes resultados foram refletidos no papel da empresa. Em 2020, as ações valorizaram cerca de 22%. Já até o atual momento de 2021, o papel já acumula aumento de 32%, uma das maiores altas do mercado.

A Regra dos 40

Contudo, alguns especialistas afirmam que a empresa ainda se encontra subprecificada. O principal argumento para realizar esta afirmação está atrelada a “Regra dos 40”, uma métrica popular utilizada por venture capitals e gestores que realizam investimento em ações do mercado de tecnologia.

Em síntese, a regra diz que o percentual de crescimento das receitas, somados à margem ebitda, seja pelo menos de 40%. No caso da TOTVs, esta soma fica em 38%. Porém, ao comparar os indicadores da empresa com o de empresas estrangeiras, é possível nota a subprecificação.

Dessa forma, ao analisar a relação VE/vendas 2021 (valor da empresa sobre vendas estimadas em 2021), o indicador fica em 5,2 para a empresa. Este valor é muito abaixo do múltiplo de 23 vezes de pares estrangeiros. Isso mostra o potencial de evolução no valor do papel.

Veja também: Ações de tecnologia: Hora de comprar?

Conclusão

As empresas de tecnologia vem sendo as “queridinhas” de investidores por todo o mundo. Diversas empresas do ramo, sejam elas listadas na bolsa de valores brasileiras ou estrangeira, tem sofrido alto crescimento em suas ações. Há quem diga que este alto crescimento é uma bolha e que, a qualquer momento, pode explodir.

No entanto, afirmar que a alta de empresas de tecnologia é uma bolha exige muito cuidado. Primeiro pelo fato de que estamos vivendo um cenário de aceleração transformação digital por partes das empresas, ou seja, há demanda que sustente o crescimento.

Um outro ponto é que, entre estas empresas de tecnologia, existem diversas empresas que apresentam resultados sólidos, como é o caso da TOTVs. Além disso, estes resultados vêm sendo construídos há bastante tempo, fruto de estratégias bem elaboradas e executadas. 

Sendo assim, a TOTVs se apresenta como uma empresa que merece ser vista com bons olhos por parte do investidor. É uma das empresas de tecnologia mais bem consolidadas no mercado nacional, apresentando crescimentos constantes. Está posicionada em um contexto bastante favorável, capaz de alavancar ainda mais seus resultados.

Veja também: China endurece regras antimonopólio sobre gigantes da tecnologia

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts