Preço do Bitcoin: Indecisão de investidores e baixo volume spot

Preço do Bitcoin: Indecisão de investidores e baixo volume spot

Nas últimas semanas o preço do Bitcoin está enfrentando diversas barreiras que não o fazem explodir novamente como vimos no início do ano. Outro detalhe que segundo os traders poderia resultar na indecisão dos traders é a alta do dólar.

Portanto, o presente momento para a maior parte dos traders é definido com a palavra “indecisão”. Para as baleias esse movimento não se refere, pois, estes continuam aumentando as suas posições em BTC, porém para o restante dos investidores, o momento é muito incerto e receoso.

Relatórios tentam olhar um sinal macro do preço do Bitcoin

Um relatório recente que foi feito pela Delphi Digital tratou de fazer uma análise mais ampla sobre os últimos movimentos do Bitcoin e uma série de fatores que podem estar travando o ativo entre US$ 30 e 35 mil.

A recente queda do Bitcoin para US$ 30 mil reflete o momento de medo que cerca o mercado de criptografia e os analistas já estão alertando para uma possível nova queda do ativo, entre US$ 29 e 24 mil e que poderia acontecer já neste trimestre.

O declínio nas atividades de negociação é visto como o fator principal para explicar a queda do mercado. Isso acontece devido que após a liquidação que ocorreu no dia 19 de maio, tivemos um êxodo de comerciantes.

Queda também aconteceu na alavancagem

Depois de um aumento substancial que aconteceu no primeiro semestre de 2021, os volumes de câmbio caíram mais de 60% à medida que os preços despencaram e os traders optaram por parar de utilizar a alavancagem, impactando diretamente no preço do Bitcoin.

A queda da alavancagem também aconteceu em corretoras que utilizam do mercado de derivativos, e a prova disso é que os contratos negociados voltaram ao patamar do início de 2021.

Outro fator de destaque é que nem os aportes mais recentes do CEO da MicroStrategy, que comprou milhares de unidades em Bitcoin, contribuíram para um aumento substancial na oferta e demanda do ativo digital.

A força do dólar pode estar prejudicando o Bitcoin?

Outro fator que pesa sobre o Bitcoin é a recente valorização do dólar sobre moedas em todo o mundo. E se o dólar subir ainda mais, a recuperação econômica atual que já tem muitas chances de ser interrompida, é nessas condições que investimentos em criptomoedas irão se tornar ainda mais arriscados ou suscetíveis a perdas momentâneas.

Embora a queda de mais de 50% do preço do Bitcoin ao longo do ano tenha deixado muitos investidores receosos, é importante considerar algumas macro tendências atuais para explicar o que está acontecendo com o ativo.

Antes do período de queda que começou em maio, o Bitcoin apresentou seis meses de ganhos consecutivos antes da desaceleração que culminou em uma queda histórica. Porém, para que tenhamos uma noção de que o Bitcoin ainda está longe de ser considerado um fracasso, o seu preço atual do Bitcoin ainda é 250% superior à máxima histórica em junho de 2020.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts