PayPal agora aceita pagamento de compras em bitcoin nos EUA

PayPal agora aceita pagamento de compras em Bitcoin nos EUA

Nesta terça-feira (30), o PayPal anunciou que passará a aceitar pagamentos com criptomoedas em compras efetuadas nos Estados Unidos. Esse tipo de pagamento divulgado pela empresa no dia de hoje passou a se chamar  “Checkout with Crypto”.

O  “Checkout with Crypto” permitirá maior facilidade e sem taxas adicionais às transações de criptomoedas conhecidas no mercado como: Bitcoins, Litecoins, Ethereum e até mesmo do Bitcoin Cash.

O CEO do PayPal, Dan Schulman, afirmou que: “À medida que o uso de pagamentos e moedas digitais se acelera, a introdução do Checkout with Crypto é a continuidade de nosso trabalho de impulsionar a adoção de criptomoedas, enquanto oferecemos aos clientes do PayPal escolha e flexibilidade nas formas de pagamento”.

Além disso, ele complementou: “Permitir que as criptomoedas façam compras em empresas ao redor do mundo é o próximo capítulo para impulsionar a onipresença e a aceitação em massa das moedas digitais”.

A plataforma de pagamentos PayPal afirma que todas as transações em criptomoedas terão liquidação em dólar. Essas liquidações ocorreram conforme uma tabela de conversão do PayPal de criptomoedas em relação à moeda americana.

Empresas de pagamento e o Bitcoin

A PayPal é uma das maiores plataformas de pagamento digital do mundo, o que faz com que sua colaboração para o Bitcoin e o mercado de criptomoedas seja muito importante na sua expansão e aceitação como moeda corrente no dia-a-dia.

Apesar disso, alguns fatores, como a volatilidade, impedem que o Bitcoin seja mais utilizado além de reserva de valor. Mas a tendência é que a consolidação crescente do ativo no mercado financeiro possa facilitar esse processo a longo prazo.

Mastercard e Visa também têm se posicionado quanto ao Bitcoin, e apesar de opiniões um tanto quanto distintas sobre a criptomoeda, é inegável que o primeiro passo já foi dado pelo Bitcoin, que era ser visto e analisado pelas instituições. Além disso, serviços vinculados ao pagamento em Bitcoin estão sendo criados.

Não é a primeira vez que a PayPal aparece como uma das interessadas em se inserir no mercado de criptomoedas. Em janeiro deste ano, divulgamos no Investificar uma notícia a respeito da crescente demanda que o Bitcoin estava passando, sobretudo dos Bitcoins minerados recentemente.

Veja também: Vai faltar Bitcoin? Demanda do ativo só cresce

Na alta aquisição do Bitcoin houve uma grande participação por parte do PayPal, de modo que um relatório do fundo hedge de criptoativos Pantera Capital apontasse que 100% dos Bitcoins minerados recentemente, ou seja, que ficaram disponíveis para negociação no mercado nos últimos períodos tinham sido comprados pelo PayPal e pela Square’s Cash.

A Visa considera o Bitcoin um ouro digital, planejando inclusive que seus comerciantes possam aceitar a criptomoeda para pagamento logo. Já o CEO da Mastercard, Ajay Banga, continua não gostando do Bitcoin. Em uma entrevista, ele disse: “Não tenho interesse por Bitcoin”.

A lista de críticos do Bitcoin tem só diminuído com o passar do tempo, mas ainda sobram alguns, como o próprio Ajay Banga. Apesar disso, a Mastercard anunciou no dia 11 de fevereiro de 2021 que planeja oferecer suporte em sua rede para que pagamentos sejam realizados através do uso de criptomoedas.

Desse modo, apesar de Ajay Banga insistir em sua opinião crítica com o Bitcoin e claramente não gosta da criptomoeda, é quase impossível que a Mastercard ignore o Bitcoin, com sua concorrente Visa tendo a possibilidade de ganhar esse mercado.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts