O papel do Bitcoin em uma carteira de investimentos

Home / O papel do Bitcoin em uma carteira de investimentos

19 de setembro, 2019

|

por: Lucas Bassotto

|

Categorias: Bitcoin, Investimentos

O papel do Bitcoin em uma carteira de investimentos

Com o acirramento da Guerra Comercial entre China e EUA nos últimos dias, a narrativa do Bitcoin como ativo de proteção ganha força.

Como ativo, o Bitcoin apresenta baixa correlação com diferentes classes de ativos do mercado financeiro. Essa baixa relação com ativos de diferentes mercados o torna uma opção interessante em qualquer carteira de investimento, principalmente na função de proteção contra crises financeiras ou políticas.

Olhando para todo o cenário, não percebemos euforia ou sinais de bolha, o que é um excelente sinal. Reforçando nossa posição dos relatórios anteriores, ainda estamos otimistas com o mercado.

Acreditamos que essa alta é sustentável e saudável, diferente da “blockchain-mania” que presenciamos em 2017. Vivemos um mundo diferente desde a última alta do Bitcoin, um exemplo é volume muito menor de buscas pelo termo “Bitcoin” no Google nos últimos 12 meses, fator entendido como menor demanda de varejo.

Interesse por Bitcoin na carteira de investimentos

Interesse por bitcoin nos EUA

Resumindo o cenário geopolítico e econômico, estamos lidando com o possível fim de um ciclo de quase 10 anos ininterruptos de crescimento da economia global, países europeus com mais de 100% do PIB de endividamento, juros negativos e novas rodadas de aumento de tarifas entre China e EUA, as duas maiores potências econômicas do mundo, podem se transformar numa desaceleração generalizada e eventualmente uma temida recessão global.

Diante disso, acreditamos que o Bitcoin poderá assumir um papel de destaque em sua carteira de investimentos nos próximos meses justamente pela baixa correlação com ativos tradicionais e sua natureza independente de influências políticas.

Recentemente, a Grayscale publicou um estudo no qual eles estavam utilizando Bitcoin como ativo de proteção de 5 de Maio de 2019 até 7 de Agosto. O resultado foi uma performance de 104,8% no intervalo. Somente o Ouro chegou perto, com 17,4% de valorização, enquanto ações e moedas de países emergentes viram uma perda de valor.

Guerra Comercial entre EUA e China

Fonte: Relatório da Grayscale.

Conclusão, acreditamos que ter de 1% a 5% de Bitcoin em sua carteira de investimentos será muito importante para os próximos 2 anos, caso o fim do ciclo de expansão da economia global se confirme.

Leituras sugeridas:

Por que o Bitcoin subiu tanto?

Trade de Bitcoin vale a pena? Conheça o preço médio


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *