Nubank anuncia IPO e pode se tornar empresa mais valiosa do Brasil

Nubank anuncia IPO e pode se tornar empresa mais valiosa do Brasil

A fintech anunciou nesta última segunda-feira que já tem a data definida para o lançamento de sua IPO, que acontecerá diretamente na Bolsa de Valores de Nova York. Ao que tudo indica, o preço inicial das ações do Nubank estarão cotadas em US$ 11.

E o tão aguardado IPO do Nubank deverá acontecer no dia 8 de dezembro, com as negociações tendo início no dia seguinte. Haverá uma listagem de ações da classe ordinária A na Bolsa de Valores, com o preço estimado entre US$ 10 e 11. Já na B3, os BDRs devem ser negociados entre R$ 9 e 10.

Veja qual será a diferença entre as negociações nos EUA e na B3

Os BDRs são os papéis negociados no Brasil e que representam as empresas listadas no Exterior e que têm algum tipo de atividade com a B3. Algumas big techs como o Google e Facebook tem BDRs negociadas no Brasil.

O Nubank está seguindo um cronograma definido pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), onde a apresentação da oferta aos investidores brasileiros irá acontecer em 8 de novembro, sendo que o período de reserva vai acontecer entre 17 de novembro a 7 de dezembro.

Segundo informações que foram divulgadas ao longo dessa semana, as unidades de BDRs estão estimadas para consumirem um sexto das ações ordinárias que serão emitidas nos EUA.

Expectativa de arrecadação dos Estados Unidos

Os códigos serão NU na Bolsa de Nova York e NUBR33 na B3. A expectativa do Nubank é realizar uma captação de de US$ 3 bilhões através desse IPO. Se for feita uma comparação com base no preço máximo de US$ 11, o Nubank poderá alcançar até US$ 50,6 bilhões de arrecadação, o que a tornaria a instituição financeira mais valiosa do país.

A arrecadação faria com que a fintech superasse os bancos Itaú e Bradesco, que atualmente tem como valor de mercado US$ 39,8 bilhões e US$ 33,9 bilhões respectivamente, ambos listados na Bolsa de Nova York.

Clientes poderão se tornar sócios

No comunicado, a fintech informou que irá criar um programa chamado NuSocios, que permitirá que os seus clientes brasileiros recebam BDRs sem nenhum custo, o que dessa forma os irá tornar sócios da companhia.

Para quem estiver interessado no programa, poderá se inscrever por meio do aplicativo do Nubank. A fintech pretende distribuir entre R$ 180 milhões a R$ 225 milhões em BDRs para aqueles que sejam seus clientes, sendo que cada um terá direito a apenas um BDR. As ações também só poderão ser negociadas após 12 meses da abertura na Bolsa NYSE.

Desde outubro do ano passado os BDRs estão ficando mais populares no Brasil. Talvez o principal movimento que tenha contribuído para esse avanço foi que agora não é mais necessário ser considerado um investidor qualificado, que são aqueles que têm um patrimônio mínimo de R$ 1 milhão. Obviamente que ao momento que o Nubank decidiu entrar na Bolsa Norte-Americana, que era muito provável o seu lançamento de BDR. 

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts