Nox Bitcoin Report #11 – Por que o preço do Bitcoin caiu?

Home / Nox Bitcoin Report #11 – Por que o preço do Bitcoin caiu?

Relatório elaborado por: Lucas Bassotto – Analista de Conteúdo na Nox Bitcoin.

Olá, tudo bem? O preço do Bitcoin despencou durante a semana. No relatório da semana passada foram expostos indicadores preocupantes, que acabaram por confirmar aquilo que mostravam. Confira os relatórios anteriores: Nox Bitcoin Report.

Variação de preço

Fonte: TradingView – XBTUSD Inverse Swap.

Olhando preços é possível constatar uma queda de 19,67%. Vale notar que grande desse movimento ocorreu em apenas  1 dia, chegando a oscilar 17,73% em um período de 8h. Os indicadores (Put vs Call e Funding do Mercado) utilizados no relatório passado acertaram nessa movimentação.

O preço do bitcoin está abaixo da Média Móvel Exponencial de 200 dias, isso não acontecia desde o dia 1 de abril. Um cruzamento entre a média de 100 dias e 200 dias pode indicar o início de um bear market, tal como foi em maio de 2018. Contudo, esse cruzamento ainda não ocorreu.

Para quem faz a prática de preço médio e acumulação, pode ser mais uma oportunidade de compra. Contudo, é preciso atentar à prática de compras semanais, de forma a manter uma amostragem maior de preço.

Variação de preços (23 de Setembro a 29 de Setembro)

preço do bitcoin

Leituras relevantes

Bloomberg: Banco Central da Venezuela quer adicionar Bitcoin as suas reservas?

Um rumor publicado na Bloomberg afirmou que a PDVSA (Petrobrás da Venezuela) está acumulando Bitcoin e Ether porque está com dificuldades para vender Petróleo devido às sanções americanas. Não está claro como a PDVSA conseguiu essas criptos ou o valor total delas. A PDVSA está exitante em vender nas exchanges por conta do KYC e possibilidade de bloqueio dos valores. Diante disso, a companhia está querendo enviar essas criptos para o Banco Central da Venezuela.

Portal do Bitcoin: Preço do Bitcoin despenca para US$ 8,000

Durante a semana, o preço do Bitcoin despencou de US$ 10,000 para US$ 8,000, o que representou uma queda de 20%. O Portal do Bitcoin nos procurou para entender melhor essa movimentação. Muitos players do mercado ainda tentam encontrar uma razão que explique assertivamente a oscilação. Muitos analistas acreditam que seja a falta de interesse na Bakkt, ou o famoso “Compre na notícia e venda no fato”, ou até mesmo uma “queda” no poder computacional da rede. Contudo, esse movimento é normal se tratando de Bitcoin. Quem pratica preço médio deve pouco se preocupar com essas oscilações e aproveitar as oportunidades.

Suno Research: Banco Central da Inglaterra e do Japão querem reduzir juros

Na semana passada o FED (Banco Central Americano) interveio diretamente nos juros da economia americana. Bancos europeus ostentam taxas de juros negativas. Eles querem “injetar” liquidez na economia para incentivar a atividade econômica. Isso geralmente ocorre antes de recessões econômicas, foi assim em 2008. Não é uma notícia boa, é nessas horas que se torna interessante a diversificação de Bitcoin.

Uma breve olhada sobre indicadores

Ultimamente os indicadores analisados têm se mostrado assertivos. Semana passada detectei uma deterioração nos indicadores de volume, funding e proporção de compra de call e put, embora os indicadores do TradingView mostrassem um mercado comprador.

É por essa razão que nunca se deve basear uma análise em apenas um indicador.

Volume mercado spot

Em qualquer mercado, o volume negociado é um indicador importante, pois com mais participantes e mais liquidez, as diferenças entre ofertas de compra e venda ficam menores (o famoso bid-ask spread) tornando o preço mais confiável. 

Com isso, vamos analisar o volume de três corretoras que compõem o índice Bitmex: Coinbase Pro, Kraken e Bitstamp. Elas são as três principais do mercado à vista. 

Volume de 23 de setembro a 30 de setembro

volume de bitcoin

Mais volatilidade, mais oportunidades para arbitragem e trade, isso se reflete na alta de 156% do volume no mercado spot. A queda de preços foi violenta e rápida, o que desorganizou toda a precificação do Bitcoin em diversas exchanges. 

Duas semanas atrás chamamos atenção para o alto risco da baixa volatilidade aliada ao baixo volume. Deixando uma citação do relatório da semana passada:

“esse baixo volume é preocupante porque deixa o Bitcoin vulnerável à volatilidade”.

Funding Rate

Olhando agora para o Funding se vê um mercado mais vendedor. A taxa de funding está negativa, quando isso acontece, posições vendidas precisam pagar “juros” para posições compradas. O funding já estava se deteriorando nas últimas semanas e agora está levemente invertido, isso indica perda de força compradora (bullish) a curto prazo.

funding rate

Basis entre futuros e spot

João Paulo Oliveira, fundador e CEO da Nox Bitcoin, me chamou atenção para a inversão na diferença entre os preços de contratos futuros e spot para Bitcoin. Os contratos para dezembro e março estavam operando abaixo do preço spot do Bitcoin. 

Normalmente, os contratos futuros de Bitcoin operam acima do preço do Bitcoin. Dainte de tamanha distorção, arbitradores operaram rapidamente e o preço dos futuros voltou a ficar acima do mercado spot. Contudo, a diferença anualizada mostra um mercado não tão otimista quanto os relatórios anteriores:

Basis anualizado entre Futuros de Dezembro e Spot: 1,9%. Esse basis costumava ficar entre 6% e 8% em um mercado otimista. Essa diferença diminui conforme o contrato fica próximo ao vencimento. Para ter uma referência, o futuro de setembro ficava entre 6 e 8% de basis faltando 2 meses para o seu vencimento.

Preço das puts na Deribit – vencimento 27/dez

As opções que vencem em 27 de dezembro possuem o segundo maior número de posições abertas na Deribit, atrás apenas de opções para novembro. O relatório da semana passada alertou para o aumento de compradores de put. 

Quem compra Put busca se proteger de uma possível queda de preço. O preço das puts na região dos US$ 10,000 já estava subindo até disparar com a queda do preço do Bitcoin:

preço das putsw

Quem compra puts na região (strike) de US$ 10,000 ganha o direito de vender Bitcoin a US$ 10,000. Se o preço do Bitcoin despencar para níveis abaixo de US$ 10,000, o preço de compra da Put naturalmente tenderá a subir.

Indicadores do TradingView

Os indicadores do TradingView servem como um retrovisor para interpretar a movimentação do mercado na última semana. São levados em conta osciladores e médias móveis, compondo um índice de 28 indicadores. 

Com uma queda de preço tão violenta, os indicadores reverteram rapidamente para um mercado vendedor. Os osciladores indicam um mercado mais comprador, enquanto as médias móveis indicam perda de força de compra.

Os osciladores são bons para indicar reversão de tendência, enquanto as médias móveis são excelentes para mostrar qual é a tendência do mercado. O momento pode ser propício para uma compra pensando a longo prazo.

tradingview indicadores

Conclusão

Quando olhamos para o gráfico no período diário vemos o preço abaixo da média móvel exponencial de 200 dias. Há quem fale em fim do bull-market (mercado de alta), mas ainda precisamos de mais uma semana para ter uma ideia melhor sobre o momento atual que o mercado está passando.

Ainda continuo otimista pensando em termos de infraestrutura e a longo prazo. O Bitcoin veio para ficar e pode ganhar muito espaço na carteira de investidores como um ativo que se beneficia do estresse econômico e político, ainda mais com as tensões vividas atualmente entre China e Eua.

Leituras recomendadas para a semana:

  1. Como fazer diversificação de investimentos
  2. Como fazer Hedge de Bitcoin usando a Bitmex
  3. O papel do Bitcoin em uma carteira de investimentos

Confira os relatórios anteriores: Nox Bitcoin Report