Juros do cartão de crédito aceleram e chegam ao maior nível em 4 anos

Juros do cartão de crédito aceleram e chegam ao maior nível em 4 anos

A taxa do juros do cartão de crédito chegou a 339,5% no último ano, o que configura o patamar mais alto desde 2017. O cheque especial também voltou a subir, batendo 128,6% ao ano. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (25), pela equipe do Banco Central.

Já no caso dos parcelamentos do cartão de crédito, a taxa fica em 168,7% ao ano, que corresponde a um percentual 50% menor do que é pago no rotativo. Isso significa que tomar dinheiro emprestado no cheque especial também ficou mais caro no último mês, chegando a segunda maior alta consecutiva.

Juros do rotativo no acumulado do ano

No acumulado do ano, os juros do rotativo estão em alta de 10,5 pontos porcentuais, enquanto que a entrada no cheque especial ficou até 18,6 pontos porcentuais mais cara. O pagamento do parcelamento do cartão de crédito também apresentou um salto.

Já o crédito consignado, que oferecido como um desconto diretamente na folha de pagamento dos funcionários, teve um aumento de 0,2 ponto percentual no último mês, saindo de 18,8% para 19%. Porém, mesmo com a alta, ainda é uma das linhas de crédito mais baratas do Brasil.

No levantamento para o funcionalismo público, a taxa é um pouco menor, atingindo 17% do consignado. Lembrando que os aposentados e pensionistas precisam pagar 20,5% para obter um crédito consignado em sua folha de pagamento.

Pagamentos com cartão de crédito estão crescendo no país

As compras que são realizadas por meio do cartão de crédito estão cada vez mais em alta no país, com um crescimento de 52% no segundo trimestre deste ano. Ao todo, foram negociados R$ 609 bilhões no período, de acordo com dados da Associação Brasileira de Cartões e Crédito de Serviços.

Já em quantidade de transações, foram registrados 7,1 bilhões de pagamentos com cartões entre abril e junho de 2021, que é 53,9% a mais do que o mesmo período em 2020. Os pagamentos com o cartão de crédito já ficam bem a frente também dos realizados com o cartão de débito,

E para os brasileiros que viajaram no exterior, os gastos com o cartão de crédito também foram bastante expressivos. Os brasileiros estão gastando R$ 3,7 bilhões como no levantamento do segundo trimestre em outros países, contra R$ 2,6 bilhões dos estrangeiros que nos visitaram no período.

Utilização total de cartões deve ser maior em 2021

De acordo com a Abecs, a utilização de cartões de crédito deve ser até 24,5% maior em 2021 do que no ano passado. A projeção inicial no início deste ano era de 19%, mas a popularidade das compras na Internet e os gastos no exterior ajudaram a elevar a marca.

Com o crescente avanço da vacinação e a reabertura da economia, a recuperação do setor de serviços também pode ajudar para continuar o embalo dos pagamentos pelo cartão de crédito, porém o BC acredita que o nível não será tão forte como durante a pandemia.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts