Bitcoin market

Dominância do Bitcoin deve alcançar a mínima histórica

A dominância do Bitcoin está em tendência de queda desde o final do ano passado. Além disso, a avaliação dos indicadores mostra que essa tendência deve continuar firme. O índice de dominância mais baixo já registrado foi em janeiro de 2018 e tudo indica que será superado ainda esse ano.

Mas afinal, o que seria essa “Dominância” e o que ela representa no mercado de criptoativos?

Entenda a dominância do Bitcoin

A dominância do Bitcoin, é a sua capitalização de mercado percentual em relação a todo valor investido em criptomoedas somado. Ou seja, o grau de participação da criptomoeda, considerando todo mercado.

Segundo dados do CoinMarketCap, o valor de mercado da criptomoeda está hoje (8) em 41.87% algo em torno de US$ 660,00 bilhões, enquanto o valor de todo o mercado de criptomoedas está em US$ 1,65 trilhões.

Bitcoin
Fonte: Tradingview

Possibilidade do Bitcoin em atingir a mínima histórica

Dessa forma, a possibilidade do BTC atingir sua mínima histórica de 36% costuma gerar influência tanto nos preços do Bitcoin como nas altcoins.

Por ainda ser a moeda mais relevante no mercado, o Bitcoin, diversas vezes acaba influenciando a movimentação de outras altcoins. Isso foi visto recentemente quando tentativas de proibição em relação à moeda influenciaram o preço de outros criptoativos.

Assim sendo, quanto maior a dominância do Bitcoin no mercado, maior a probabilidade de sua fluência ser exercida e seu preço realizar movimentos altistas.

Já quando o ativo perde a dominância no mercado, pode ocorrer algo que ocorreu em 2018, quando o Bitcoin atingiu sua mínima histórica de dominância, e moedas como a Ethereum (ETH), Bitcoin Cash (BCH) e Litecoin (LTC) realizaram ganhos acima de 70% no mês.

Tendência de queda na dominância Permanece

Segundo o analista técnico de criptomoedas Valdrin Tahiri, o gráfico da movimentação do índice e os indicadores técnicos apontam para uma tendência de baixa.

Existindo apenas duas zonas de suporte, que seriam os preços pelo qual o BTC encontraria maiores dificuldades em continuar o movimento de queda, sendo estes: abaixo de 39,5% e abaixo da mínima histórica em 36%

Bitcoin
Fonte: Tradingview

Nesse sentido, o analista aponta ainda existir uma probabilidade de alta temporária. Porém, no longo prazo o que deve ocorrer é que esse índice caia novamente.

Por fim, caso essa dominância continue caindo, será menos provável ver grandes movimentos de alta no preço do ativo. Por outro lado, será mais provável ver movimentações menos correlacionas de altcoins, que podem ter seus preços impulsionados nesse meio tempo.

Veja também: Corrida das criptomoedas pode deixar Bitcoin para trás

Movimentos de Hoje

Na manhã de hoje (8), os investidores ficaram surpresos com a queda de quase 10% que afetaram o Bitcoin. Um dos pontos que podem ter contribuído para o movimento baixista pode ter sido a continuidade dos Estados unidos em insistir na regulamentação da moeda.

Enquanto isso, no mesmo sentido, a China segue fechando o cerco contra a rainha das criptomoedas. Além disso, a recente recuperação de valores pagos a hackers que atacaram oleoduto de Pipeline, causou receio em torno da rastreabilidade do ativo nos mercados.

Veja também: El Salvador pode ser o primeiro país a adotar o Bitcoin legalmente

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts