Binance vai encerrar suas atividades em mais um país; Veja qual!

Binance vai encerrar suas atividades em mais um país; Veja qual!

A Binance que é a maior corretora de criptomoedas do mundo, está sofrendo com as regulamentações por vários países do mundo, tendo até mesmo que encerrar as negociações em diferentes países. Desta vez, o recado da exchange é para Singapura, sendo que a exchange alertou que irá retirar os produtos relacionados com o dólar de Singapura.

A mudança está prevista para começar a acontecer em 10 de setembro, sendo que os usuários já foram alertados para encerrarem todas as suas ordens. Além desse fato, o aplicativo da corretora não estará mais disponível para quem está em Singapura, tanto na versão iOS como também para Android.

Um pouco sobre a história da Binance

A Binance iniciou através de uma oferta inicial de sua moeda (ICO), onde em 2010 a oferta da moeda era de apenas US$ 0,10 e a exchange conseguiu arrecadar 15 milhões de dólares. A corretora na época oferecia apenas alguns pares de criptomoedas, porém começou a ganhar bastante popularidade por trabalhar com várias altcoins.

Menos de um ano depois do lançado do token BNB, a moeda já estava entre as que alcançaram maior capitalização de mercado, ficando rankeada entre as 100 principais. Através do token os investidores poderiam garantir descontos em negociações, detalhe hoje que já acontece em diversas exchanges que lançaram os seus próprios tokens.

Ao contrário do que fizeram as exchanges na ocasião, a Binance nunca deixou de realizar ofertas aos seus clientes, como passar a oferecer a negociação de futuros, programas de empréstimos, pools de mineração, até o que aconteceu mais recentemente, como aderir ao mercado de NFTs e a criação da sua própria blockchain, a Binance Smart Chain.

Processo de regulamentação

O passo mais ousado da Binance foi começar a trabalhar com moedas fiduciárias em diversos países, inclusive também aqui no Brasil. Hoje a corretora trabalha com 16 moedas nacionais e ainda que o número chame a atenção, existem mais corretoras que trabalham com um número maior de moedas fiduciárias.

E foi justamente neste ponto que a Binance começou a enfrentar problemas regulatórios, tendo que se adequar às leis de diversos países. Singapura é mais um país onde a corretora não conseguiu se manter por muito tempo, sendo que a lista também conta com países como a Itália, Holanda e Alemanha.

Página da Binance já dá algumas informações sobre suspensões programadas

Na página da Binance, já constam algumas informações relacionadas à taxas de depósitos e saques de moedas fiduciárias, além de outros métodos da corretora que constam que estão suspensos, além de que a corretora passou a exigir um KYC para que possam ser realizados depósitos com moedas fiduciárias.

Hoje a pressão de órgãos estatais está sendo o maior empecilho da Binance. As mudanças estão acontecendo após quatro anos onde a Binance não exigia  nenhum tipo de documento aos seus clientes, porém após começar as negociações com moedas fiduciárias, as regulamentações começaram a aumentar, sendo que corremos o risco de ver a exchange chinesa ir embora do Brasil no futuro.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts