Auxílio Brasil tem novo calendário de pagamentos para 2022

Auxílio Brasil tem novo calendário de pagamentos para 2022

O Governo Federal anunciou o calendário de pagamentos do Auxílio Brasil, através de um anúncio oficial que saiu ainda no dia 30 de dezembro de 2021 no Diário Oficial da União. O calendário oficial definiu todas as datas de pagamento do programa social e que terá início dos pagamentos no dia 18 de janeiro.

Para quem deseja saber mais sobre em que dia ficará disponível o benefício para realizar o saque, a família que receberá o pagamento deverá observar o último número do NIS, o Número de Identificação Social.

Vale ressaltar que as parcelas mensais vão ficar disponíveis para saques em até 120 dias após a data indicada no calendário. É possível conferir o valor deposito no extrato de pagamento, onde irá aparecer “Auxílio Brasil”, também constando o valor do benefício.

Auxílio Brasil substitui o Bolsa Família após 18 anos

Os pagamentos do Auxílio Brasil vão substituir o Bolsa Família após 18 anos, sendo que os primeiros depósitos já começaram em novembro do ano passado, mais precisamente no dia 17 de novembro, que foi inclusive a data em que o Governo Federal liberou a última parcela do Auxílio Emergencial, que foi criado por conta da pandemia de Covid-19.

Ainda no último mês, o Governo Federal começou a pagar todos os beneficiários do Auxílio Brasil com o valor de R$ 400. Também tivemos um decreto que foi assinado pelo Presidente Jair Bolsonaro e que prorrogou até dezembro de 2022 o “Benefício Extraordinário”, assegurando o valor de até R$ 400 por cada família.

Benefícios poderão ser pagos também através de conta corrente

Os benefícios também poderão ser pagos através de uma conta poupança social ou por conta-correntes regulares, de uso contínuo. Para quem está inscrito no Cadastro Único, que é o programa para receber benefícios sociais do Governo Federal, terá a opção de abrir uma conta poupança digital social de forma automática.

Ainda no mês de dezembro, o Governo Federal anunciou que até 14,5 milhões de famílias seriam beneficiadas com o início dos pagamentos do Auxílio Emergencial, além de informar que ao longo de 2022 a extensão do programa social será uma possibilidade.

PEC dos Precatórios ajudou para viabilizar os pagamentos

Em uma nota que foi realizada pelo Ministério da Cidadania, foi constatado que a PEC dos Precatórios foi fundamental para que o Governo Federal pudesse encontrar uma forma de incluir mais 2,7 milhões de famílias no programa social, além de refazer a previsão é afirmar que pretende aumentar para 18 milhões o número de famílias atendidas.

Bolsonaro já havia vetado um trecho que proibia a formação de uma fila de espera para ter acesso ao programa e segundo a pasta da Cidadania, isso se deu porque o benefício foi concedido de forma automática, para todos aqueles que estavam elegíveis.

O que já está definido é que para receber o Auxílio Brasil as famílias devem estar inscritas no Cadastro Único e comprovar estar em uma situação de vulnerabilidade social, sendo que estes terão privilégios na hora do atendimento.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts