Volkswagen realizará novo ciclo de investimentos no Brasil

Volkswagen realizará novo ciclo de investimentos no Brasil

Nesta sexta-feira, conforme palavras de Pablo Di Si, presidente-executivo da Volkswagen na América do Sul, a empresa lançará um novo ciclo de investimentos no Brasil, maior produtor automotivo do continente.

“Definimos (o investimento) e já paramos a produção em nossa fábrica em Taubaté para preparar a nova plataforma”. Até o momento, Di Si não quis especificar sobre o valor do investimento, que substituirá o atual ciclo de investimentos iniciado em 2016 com um compromisso de 7 bilhões de reais.

O atual ciclo foi originalmente programado para terminar no ano passado, todavia, o cronograma foi estendido durante a pandemia do coronavírus.

Conforme informado pelo mesmo, os detalhes do investimento serão divulgados pelo presidente global Herbert Diess em visita ao Brasil no fim do ano, embora o momento exato para tal dependerá da evolução da pandemia.

Veja também: Volkswagen anuncia seu interesse no desenvolvimento de carros voadores

A Volkswagen, assim como seus concorrentes, se concentra no desenvolvimento de carros maiores, como SUVs e picapes, em detrimento dos carros compactos, tanto devido à maior lucratividade de veículos maiores quanto pela maior demanda por esses produtos.

Fato esse demonstrado no mês passado, onde a  Volkswagen anunciou o fim da produção do Up! na fábrica em Taubaté. A medida gerou o fechamento de 700 postos de trabalho diretos, além de afetar a cadeia produtiva na região.

Segundo o presidente-executivo “É uma tendência que só vai acelerar”, “Não é que o segmento de entrada vá desaparecer, mas podemos ver como o segmento está se tornando drasticamente menor.”

No momento a fábrica de Taubaté produz dois carros compactos, o Sedan Voyage e o hatchback Gol. Todavia Di Si não relatou o que acontecerá com esses modelos, se eles serão atualizados ou substituídos.

Para o presidente-executivo da Volkswagen na América do Sul, “O investimento vai reforçar nosso portfólio de produtos como uma das marcas mais importantes em termos de participação de mercado.”

Resultados da Volkswagen

Na última quinta-feira (6), a montadora alemã Volkswagen elevou suas projeções financeiras para o ano inteiro de 2021 após registrar aumento na receita e nos lucros no primeiro trimestre.

A empresa informou que seu lucro após impostos chegou a 3,41 bilhões de euros (US$ 4,09 bilhões) no primeiro trimestre, resultado mais de seis vezes superior aos 517 milhões de euros no mesmo período do ano anterior, quando os lucros despencaram em meio à pandemia de covid-19.

Além disso, o lucro operacional aumentou para 4,81 bilhões de euros, cinco vezes acima dos 904 milhões de euros de um ano antes, enquanto o retorno operacional sobre as vendas no primeiro trimestre deste ano foi de 7,7%.

A montadora informou que o aumento dos lucros é originário principalmente em relação às vendas de modelos mais caros, melhor mix de produtos, efeitos positivos da avaliação de hedges de matéria-prima e programa de redução de custo fixo.

Em nota a Volkswagen informou que “Os desafios surgirão principalmente da situação econômica, a crescente intensidade da competição, commodities voláteis e mercados de câmbio, cadeias de abastecimento seguras e requisitos mais rigorosos relacionados às emissões”.

Veja também: Reforma Tributária pretende unificar impostos

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts