Penny Stocks: O sucesso ou ruína nos centavos

Penny Stocks: O sucesso ou ruína nos centavos

Muito possivelmente você já deve ter escutado que ações como a da OI (OIBR4) e da Dommo Energia (DMMO3), antiga OGX, em certo momento, se tornaram penny stocks. O que talvez você não saiba é sobre o significado dessa expressão.

Penny stock em tradução livre do inglês significa “tostões”. São ativos negociados na bolsa cujo preço se encontra na casa de centavos.

Definição  de uma ação penny stock

Antes de mais nada, é preciso esclarecer que não basta apenas “custar centavos” para uma ação ser considerada, tecnicamente, uma penny stock.

As ações consideradas penny stocks, devem advir de empresas com grandes dificuldades, sejam financeiras, de gestão, recuperação judicial com um valor muito baixo de capitalização ou até mesmo a falência.

Além disso, pode haver critérios de tempo, que definem que a ação só irá se tornar uma penny stock após ser negociada em níveis acima de determinado tempo.

No entanto, na grande maioria dos casos,  o preço é o fator principal e o mais visível.

Veja também: Micos da bolsa: cilada ou oportunidade?

Utilização do termo

Os penny stocks, como já mencionei, são ações de cêntimos. Esta é a definição exata do termo penny stocks, no entanto, nos últimos anos, o nicho de mercado que envolvem essas ações evoluíram, fazendo com que o regulador dos mercados financeiros dos Estados Unidos, a Securities Exchange Comission (SEC), considerasse como penny stocks, todas as ações abaixo de 5 dólares.

No Brasil, a consideramos as ações penny stocks abaixo de um real. No entanto, essa definição somente deverá ser oficializada caso o ativo permaneça negociando abaixo de um real por 30 pregões consecutivos.

Quando essa situação acontece, a empresa emissora é notificada pela B3 e precisa tomar medidas para reverter a situação em no máximo 15 dias. Após esse período, o mercado precisa ser informado sobre o plano de ação apresentado e os valores dos ativos.

No geral, as bolsas do mundo todo, não gostam das ações penny stocks e impõem diversas restrições. No Brasil há esse limite de 30 dias. Já nos Estados Unidos, a maioria das penny stocks nem sequer é negociada em bolsa e sim em mercados de balcão, ambiente que permite a realização de operações que não estão registradas na Bolsa de Valores, e as corretoras têm restrições para oferecer essas ações aos investidores.

Vantagens das penny stocks

A vantagem mais clara de uma penny stock é a sua volatilidade. Ou seja, pode ser uma grande oportunidade para investidores de alto risco que buscam rentabilidade com especulações de mercado.

Dessa forma, uma ação de um real, a unidade mínima de oscilação é um centavo. O mínimo movimento que a ação fizer, pode dar retornos de 10%, 30%, 80%, em poucos minutos ou até mesmo em segundos.

Outra grande vantagem é a possibilidade de comprar muitas ações com capital reduzido, dado o valor de negociação do papel.

Agora imagine ter uma quantidade enorme de ações que, com qualquer “espirro”, pode valorizar mais de 1%?

Os riscos das penny stocks

Mas como sabemos, nem tudo no mercado de renda variável são flores. O que vale para cima também vale para baixo, ou seja, assim como os ganhos são amplificados por esse efeito dos preços, as perdas também são.

Além disso, como já mencionado acima, ações penny stocks são, na maioria das vezes, um sinal de empresa com grandes dificuldades, seja por uma recuperação judicial ou até mesmo aquelas que estão sujeitas a grande risco de fecharem o negócio.

Desse modo, o risco de perda total e irreversível do investimento é muito alto. Os investimentos de valor passam muito longe dessa classe de ativos.

Para finalizar, há outro grande fator de risco nas ações penny stocks, a liquidez. Ou seja, a diferença (spread) entre ofertas de compra e venda tende a ser grande, gerando um grande slippage, acontecimento inesperado que faz com que uma ordem seja executada por um preço pior do que o pedido. Dessa forma, o investidor pode, simplesmente, não ter ofertas de compra se quiser sair da posição.

Agrupamento de ações

Nenhuma empresa quer ter suas ações negociadas a um preço nominalmente tão baixo. Desse modo, caso as ações da empresa não consigam atingir o valor desejado pela companhia, no intuito de “fugir” da classificação como penny stocks, as empresas optam pelo agrupamento das ações.

Com o agrupamento é possível reduzir o número de ativos disponíveis no mercado, aumentando o valor do mesmo, no intuito de diminuir a volatilidade exagerada e as distorções causadas pelos preços tão baixos.

Importante ressaltar que o agrupamento de ações não implica em aumento do valor do capital.

É claro que esse movimento não é bem visto por seus acionistas e pelo mercado, fazendo com que a empresa possa ser “deslistada” da B3, caso a situação se mantenha por muito tempo.

Em casos menos usuais, uma empresa classifica como penny stocks, pode comprar todas as suas ações no mercado, caso tenha capital para tal, e fechar o seu capital, encerrando efetivamente, sua participação no mercado.

Veja também: O que são ações Micro Caps, Small Caps, Mid Caps e Blue Chips?

Investir em penny stocks pode ser para você?

Como qualquer estratégia de investimento em renda variável, a resposta depende. A maioria das pessoas que negociam ações penny stocks são traders, que especulam sobre as pequenas variações nos preços dos ativos, em busca de ganhos significativos.

As penny stocks acabam funcionando, guardadas as devidas proporções, como se fossem derivativos que, pelo efeito da alavancagem, podem dar grandes ganhos ou perdas em detrimento das pequenas variações. A vantagem ou desvantagem, dependendo do ponto de vista, é sobre não possuir um vencimento.

No entanto, é preciso frisar que penny stocks são extremamente difíceis de analisar. Dependendo da oferta e da demanda sobre o ativo, as ações podem se mover em ritmos cada vez mais rápidos, tornando a análise técnica distorcida pelos preços.

Desse modo, para que o trader possa  ganhar dinheiro com este tipo de ações, antes de tudo, é preciso ter uma estratégia, que inclua uma boa gestão de risco e permita acumular ganhos em cada trade.

Veja também: Os melhores indicadores de análise técnica

Conclusão

Nos EUA, existe uma verdadeira “indústria” das penny stocks, com milhares de empresas, que são desconhecidas para a maioria dos investidores, desse modo, os investimentos nessa classe de ativos é um verdadeiro “campo minado”.

No entanto, mesmo que desconhecidas, a promessa de grandes retornos acaba por fazer com que diversas pessoas negociem esses ativos, em busca de uma maior lucratividade.

Uma das principais referências sobre penny stocks é a do investidor Jordan Belfort, no qual suas histórias no mercado financeiro foram contadas no filme do “O Lobo de Wall Street”,  interpretado pelo ator Leonardo DiCaprio.

O filme mostra a manipulação de mercado no final dos anos 80 com uma estratégia conhecida como pump and dump, que seria um esquema de manipulação através de declarações falsas para supervalorização dos ativos, fato que resultou em um golpe de milhões de dólares.

Veja também: Lobo de Wall Street muda de ideia sobre bitcoin

Em outras palavras, o pump and dump, tem o objetivo é inflar o preço de uma Ação de maneira artificial e, então, vender o ativo por um preço mais alto.

Dito isso, caso você tenha o desejo de investir em penny stocks, saiba que é uma modalidade de investimento bastante agressiva, especialmente se os valores forem grandes. Por essa razão,  essa classe de ativo é indicada para aqueles que possuem um perfil agressivo, com alto conhecimento do mercado de ações, que saibam gerenciar muito bem a alta volatilidade e risco de liquidez.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts