API

Pandemia impulsiona uso mobile e APIs seguem em alta

A pandemia causada pelo coronavírus, impôs muitos desafios não só do ponto de vista sanitário. Mas também, como utilizamos os mais diversos serviços no nosso dia a dia. E sem dúvidas, um dos serviços que mais sofreram com isso tudo, foi o financeiro. 

O distanciamento social  provocado pela pandemia promoveu um investimento crescente em tecnologias novas. Tecnologias que possibilitem uma integração crescente entras as instituições financeiras e seus clientes.

Nesse sentido, os diversos canais digitais ganharam força. Em 2020, 9 em cada 10 contratações de crédito se deram pela via mobile. 

Ainda, segundo a FEBRABAN esse foi o canal preferido pelo consumidor. Sendo destinado algo em torno de R$ 761 milhões pelo mobile banking. Junto ao serviço de internet banking chegamos aos mais de R$ 900 milhões. 

Nesse sentido, quando comparamos a aquisição desses serviços pelos meios tradicionais, como agências e caixas eletrônicos. Chegamos a um número que não representa 10% do somado pelos canais digitais. 

Veja também: Viva com menos do que a sua renda permite

Crescimento do uso do celular com a pandemia

Em comparação com 2019, a utilização de canais digitais pelo celular cresceu mais de 40% e foi o único canal que mostrou variação positiva. Além disso, isso está muito ligado ao crescimento de uma tendência que dominou o setor: as APIs (Application Programming Interface). 

São as ‘interfaces’ que possibilitam que empresas ofereçam os mais variados serviços aos seus clientes com praticidade. Com isso, essa tecnologia foi bastante implementada nesse período de pandemia

O futuro é digital

O boom da tecnologia não deve se limitar somente ao mercado financeiro. Sem dúvidas, a pandemia trouxe uma nova realidade para todos.

Nesse sentido, houve forte aumento nos investimentos em tecnologia, para surprir a necessidade de atender essa demanda que está agora mais em casa do que nunca. Em paralelo com isso, o open banking se torna uma tendência que deve mudar a forma de todo mercado operar. 

A expectativa, ainda segundo o relatório da FEBRABAN. É que a quantidade de APIs externas cresça ainda mais com o advento do open banking. No ecossistema de inovação, os bancos expandem suas parcerias e investem na experiência do usuário. Com mais de R$ 300 milhões estimados de orçamento voltados especificamente para área. 

Veja também: 76% dos brasileiros dizem que não administraram bem suas finanças na pandemia

Não apenas para o mercado financeiro

“Com a pandemia, todo o mercado financeiro teve que correr com seu processo de digitalização, já que o atendimento presencial não estava mais disponível.

Instituições tradicionais adotaram modelos híbridos de olho em uma transformação digital enquanto outras se reposicionaram e desenvolveram novas ferramentas neste sentido. O CaaS é uma tendência cada vez mais forte no mercado e o sistema de APIs veio para ficar”, projeta Grapeia.

Dessa forma, A focus começou suas atividades no ínicio de 2020, nascendo a partir de um spin-off do setor de Energia, setor esse responsável por um faturamento bilionário em pouco tempo de existência. 

Por fim, podemos dizer que o futuro será cada vez mais digital, a pandemia acelerou esse processo nas mais diversas áreas, e o setor financeiro investiu e sentiu muito, essa necessidade de se reformular. Bancos fecharam muitas agências e estão cada vez mais investindo no setor de tecnologia. 

Veja também: E-commerce cresce durante a pandemia, apontam pesquisas

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts